Revista de Pesquisa:
Cuidado é Fundamental

Online
ISSN: 2175-5361

Inicio Index

Enviar correo

Inicio Revista

Hemeroteca Cantárida

 

 

 
Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online ISSN: 2175-5361


 

Acceso libre para suscriptores gratuitos

Acceso a usuarios gratuitos de CiberINDEX regístrese aquí

Temática y alcance Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online

Equipo Editorial

Suscripción hemeroteca Cantárida

Información para los autores

Agenda

 

 

A Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online, é uma revista trimestral editada pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem - Mestrado, da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
La Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online, es una revista trimestral editada por el Programa de Posgrado en Enfermería - Máster, de la Universidad Federal del Estado de Río de Janeiro

Endereço Dirección Postal
Ph.D. Carlos Roberto Lyra da Silva
Rua Xavier Sigaud, 290. Escola de Enfermagem
2 andar - sala 203. Urca.
CEP. 22240-290 Rio de Janeiro, Brasil
Telefone: 21 2542-7148  

Edición digital en Cantárida
Fundación Index. Apartado de correos nº 734. 18080 Granada (España)
Teléfono/Fax 34-958-293304

© Programa de Pós-Graduação em Enfermagem - Mestrado, da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
ISSN: 2175-5361
© Fundación Index por la plataforma de la edición digital en Cantárida

La Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online es indexada por las bases de datos CUIDEN, LILACS, BDENF, ProQuest, CINAHL, Google Scholar.
Está incluida en los directorios: EBSCO Host, DOAJ, Social Science Open Access Repository (SSOAR), Diadorim, Imbiomed, Ulrich's Web, Portal do Conhecimento Nuclear, Latindex, Dialnet, Sumários.org, Biblat, HINARI (Research in Health), Universidad de Cádiz, Portal de Periódicos da Capes, Socol@r, Index Copernicus, Sherpa RoMEO.
Forma parte de la Hemeroteca Cantárida de la Fundación Index

 

Actividades Index

Posgrado semi-presencial
Diploma de Especialización en Investigación Aplicada en Salud
Título Propio de la Universidad de Granada
30 créditos ECTS (750 h)

Paraninfo Digital, 16-17 noviembre 2017- Congreso Virtual
CUALISALUD 2017 – XII Reunión Internacional Sobre Investigación Cualitativa en Salud- IV Encuentro de Investigación de Estudiantes de Enfermería y disciplinas afines
 
Próxima convocatoria

Granada, España, abril 2018
Forestoma 2018 I Reunión Internacional de Investigación en Enfermería en Estomaterapia, Incontinencia y Heridas
Próxima convocatoria

POSGRADOS
Diploma de Especialización en Investigación Aplicada en Salud
Máster en Enfermería en Estomaterapia

DISTANCIA
Enfermería en quirófano: conocimientos aplicados
Programa de enfermería basada en la evidencia
Metodología de Investigación Aplicada en Cuidados de Salud
Metodología de Investigación Cualitativa en Salud

ENLACES PATROCINADOS
Máster Universitario en Investigación en Ciencias Sociosanitarias" (Oficial), Universidad de León
Máster Universitario en Ciencias de la Enfermería, Universitat Internacional de Catalunya
Máster Universitario en Ciencias de la Enfermería, Universidad de Zaragoza

 

 

 

 

 

 

 

 
Foco e Escopo
Temática y Alcance
 

Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem - Mestrado, da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, destina-se a divulgação de artigos originais e inéditos de autores nacionais e internacionais, que possam contribuir para o desenvolvimento da enfermagem, da saúde e de ciências afins. Desse modo, as instruções aqui descritas visam orientar os pesquisadores sobre as normas adotadas por esta Revista para avaliar os manuscritos a ela submetidos. Os conceitos, as afirmações e as opiniões emitidos nos manuscritos, a fidedignidade, a adequação e procedência das citações bibliográficas são de responsabilidade exclusiva dos autores, não refletindo obrigatoriamente a opinião do Conselho e da Comissão Editorial.

Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online del Programa de Posgrado en Enfermería - Máster, de la Universidad Federal del Estado de Río de Janeiro, está destinada a la divulgación de artículos originales e inéditos de autores nacionales e internacionales que puedan contribuir para el desarrollo de la enfermería, de las ciencias de la salud y de ciencias afines. De esta manera, las instrucciones aquí descritas buscan orientar a los investigadores sobre las normas adoptadas por esta Revista para evaluar los manuscritos presentados. Los conceptos, las afirmaciones y las opiniones emitidas en los manuscritos, la confiabilidad, la adecuación y procedencia de las referencias bibliográficas son responsabilidad exclusiva de los autores, y no reflejan obligatoriamente la opinión del Consejo y del Comité Editorial.

Síntese Histórica do Periódico Síntesis Histórica de la Revista

A Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental, foi criada pelo Núcleo de Pesquisa e Experimentação em Enfermagem Fundamental, da Escola de Enfermagem Alfredo Pinto, da UNIRIO, em 1997, denominada, inicialmerente, de "Caderno de Pesquisa: Cuidado é Fundamental". A revista à época ficou sob a responsabilidade de estruturação, organização e distribuição da equipe de professores do Departamento de Enfermagem Fundamental, tendo com primeiro Editor a Professora Titular Nébia Maria Almeida de Figueiredo, desde então atuou como órgão de divulgação científica das diversas dimensões do cuidado de enfermagem, passando por várias reformulações com o objetivo de qualificar-se nos parâmetros das principais diretrizes das instituições normatizadoras de publicações científicas no Brasil.
A partir de 2004, a revista passou a ser o órgão de divulgação da produção científica do Programa de Pós-graduação em Enfermagem da UNIRIO, passando da denominação de Caderno para "Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental", junto ao Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia, o qual lhe conferiu um novo registro no ISSN (1809-6107). Neste sentido, a sigla de divulgação, no meio de comunicação acadêmica, passou a ser REPEF.
Atualmente o periódico em virtude da importância do sistema eletrônico se inseriu na Base SEER, passando em 2009 a ser denominada "Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online" com o ISSN (2175-5361) classificada pelo Qualis como B3.

La Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental fue creada por el Núcleo de Investigación y Experimentación en Enfermería Fundamental, de la Escuela de Enfermería Alfredo Pinto, de la UNIRIO, en 1997, denominada inicialmente como "Caderno de Pesquisa: Cuidado é Fundamental". La revista en esa época era sobre la responsabilidad de la estructuración, organización y distribución del equipo de profesores del Departamento de Enfermería Fundamental, teniendo como primer Editor a la Profesora Titular Nébia Maria Almeida de Figueiredo, desde entonces actuó como órgano de divulgación científica de las diversas dimensiones del cuidado de enfermería, pasando por varias reformulaciones con el objetivo de calificarse en los parámetros de las principales directrices de las instituciones reguladoras de publicaciones científicas en Brasil.
A partir de 2004, la revista pasó a ser el órgano de divulgación de la producción científica del Programa de Posgrado en Enfermería de la UNIRIO, pasando de la denominación de Caderno a "Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental", junto al Instituto Brasilero de Información en Ciencia y Tecnología, lo cual le confirió un nuevo registro de ISSN (1809-6107). En este sentido, la sigla de divulgación, en el medio de comunicación académica, pasó a ser REPEF.

Actualmente la revista, en virtud de la importancia del sistema electrónico se incluyó en la Base SEER, pasando en 2009 a ser denominada "Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online" con el ISSN (2175-5361), clasificada por Qualis como B3.

Arquivamento Archivo

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração.

Esta revista utiliza el sistema LOCKSS para crear un sistema de archivo distribuido entre las bibliotecas participantes y permite a las mismas crear archivos permanentes de la revista para su preservación y restauración.

 

Equipe Editorial Equipo Editorial
 

Editor Gerente
Carlos Roberto Lyra da Silva
UNIRIO

Editor Científico
Fernando Porto
Escola de Enfermagem Alfredo Pinto - UNIRIO, Brasil

Editor de Submissão
Fernando Porto
Escola de Enfermagem Alfredo Pinto - UNIRIO, Brasil

Editor de Layout
Fabio Fortes de Araujo
UNIRIO, Brasil
Karinne Cristinne da silva Cunha
UNIRIO, Brasil
Thiago Quinellato Louro
UNIRIO, Brasil
Wilma Ferreira Araújo
UNIRIO, Brasil

 

Conselho Diretor
Fernando Porto
Escola de Enfermagem Alfredo Pinto - UNIRIO, Brasil
Joanir Pereira Passos
UNIRIO
Nébia Maria Almeida de Figueiredo
Escola de Enfermagem Alfredo Pinto - UNIRIO, Brasil
Teresa Tonini
UNIRIO, Brasil

Bibliotecária
Regina Oliveira de Almeida
UNIRIO, Brasil

 

 

 

Conselho Editorial

Alacoque Lorenzine
Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil
Alfredo Bermúdez González
Escuela Nacional de Enfermería y Obstetricia, México
Antonio Marcos Tosoli Gomes
UERJ, Brasil
Débora Kirschbaum Nitkin
Faculty of Nursing, University of Toronto, Canada
Dolly Orfilia Arias Torres
Universidade Surcolombiana - USCO, Colômbia
Ednaldo Cavalcante de Araújo
Universidade Federal de Pernambuco, Brasil
Enirtes Caetano Prates Melo
FIOCRUZ
Estélio Henrique Martins Dantas
Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Brasil
Genival Fernandes Freitas
Brasil
Jose González Siles
Departamento de Enfermería Universidad de Alicante, Espanha
Leonardo Souza Mendonça
Universidade Veiga de Almeida, Brasil
Manuel Rodrigues Alves
Escola Superior de Enfermagem de Coimbra, Portugal
Maria Tita Portal Sacramento
Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade do Amazonas, Brasil
Nébia Maria Almeida de Figueiredo
Escola de Enfermagem Alfredo Pinto - UNIRIO, Brasil
Odaléa Maria Bruggemann
Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil
Pilar Perez Company
Hospital Vall d’Hebrón, Barcelona, Espanha
Vincenzo Durante
Università di Padova, Itália
Waltraud Rosner
ÖZBF - Austria Research and Support Center for the Gifted and Talented, Áustria
Zuila Maria de Figueiredo Carvalho
Universidade Federal do Ceará

Assessores Científicos Nacionais In Hoc

Adriana Lemos
Escola de Enfermagem Alfredo Pinto - UNIRIO, Brasil
Almerinda Moreira
Escola de Enfermagem Alfredo Pinto - UNIRIO
Eunice Mancebo
Angela Maria Lacava
Escola de Enfermagem Alfredo Pinto - UNIRIO
Carlos Roberto Lyra da Silva
Escola de Enfermagem Alfredo Pinto - UNIRIO
Cristiane Rodrigues Rocha
UNIRIO/EEAP
Enedina Soares Soares
Escola de Enfermagem Alfredo Pinto - UNIRIO
Fabiana Barbosa Assumpção de Souza
Escola de Enfermagem Alfredo Pinto - UNIRIO
Fátima Teresinha Scarparo Cunha
Escola de Enfermagem Alfredo Pinto - UNIRIO
Fernando Porto
Escola de Enfermagem Alfredo Pinto - UNIRIO
Florence Romijn Tocantins
Escola de Enfermagem Alfredo Pinto - UNIRIO
Inês Maria Meneses dos Santos
UNIRIO
Joanir Pereira Passos
UNIRIO
Josete Luzia Leite
UNIRIO
Leila Rangel da Silva
Escola de Enfermagem Alfredo Pinto - UNIRIO
Liliana Angel Vargas
Escola de Enfermagem Alfredo Pinto - UNIRIO
Luiz Carlos Santiago
UNIRIO
Maria Aparecida de Luca Nascimento
Escola de Enfermagem Alfredo Pinto - UNIRIO
Nébia Maria Almeida de Figueiredo
Escola de Enfermagem Alfredo Pinto - UNIRIO
Osnir Claudiano Silva Junior
Escola de Enfermagem Alfredo Pinto - UNIRIO
Renan Tavares
Escola de Enfermagem Alfredo Pinto - UNIRIO
Roberto Lyra Silva
UNIRIO
Rosâne Mello
Escola de Enfermagem Alfredo Pinto - UNIRIO
Sônia Regina Souza
Escola de Enfermagem Alfredo Pinto - UNIRIO
Teresa Tonini
UNIRIO
Vivian Schutz
Escola de Enfermagem Alfredo Pinto - UNIRIO
Wellington Mendonça de Amorim
Escola de Enfermagem Alfredo Pinto - UNIRIO
Wiliam César Alves Machado
UNIRIO e Prefeitura Municipal de Três Rios

Assessores Científicos Internacionais

Adriana Kauffmann
Queensland University of Technology, Austrália
Alfredo Bermúdez González
Escuela Nacional de Enfermería y Obstetricia, México
Ana Escoval
Escola Nacional de Saúde Pública - Lisboa, Portugal
Débora Kirschbaum Nitkin
Faculty of Nursing, University of Toronto, Canada
Dolly Orfilia Arias Torres
Universidade Surcolombiana - USCO, Colômbia
Felismina Mendes
Universidade de Évora, Portugal
Jorge Correia Jesuino
Instituo Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa, de Lisboa, Portugal
Jose González Siles
Departamento de Enfermería Universidad de Alicante, Espanha
Liliana Fibertel Gastron
Depto. de Ciencias Sociales Universidad Nacional de Luján, Argentina
Manuel Lopes
Escola Superior de Enfermagem de S. João de Deus da Universidade de Évora, Portugal
Manuel Rodrigues Alves
Escola Superior de Enfermagem de Coimbra, Portugal
Margareth Zanchetta
Ryerson University- Faculty of Community Services, Canada
Maria José López Montesinos
Universidad de Murcia, Espanha
Michel Perreault
Université de Montreal, Canada
Óscar Manuel Ramos Ferreira
Escola Superior de Enfermagem de Lisboa, Portugal
Pilar Perez Company
Hospital Vall d’Hebrón, Barcelona, Espanha
Rejane Daoud
UNIRIO, Espanha
Stefano Cavalli
Université de Genéve, Suiça
Waltraud Rosner
ÖZBF - Austria Research and Support Center for the Gifted and Talented, Áustria
Vincenzo Durante
Università di Padova, Itália

 

Assessores Científicos Nacionais Ad Hoc

Alacoque Lorenzine
Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil
Antonio Marcos Tosoli Gomes
UERJ, Brasil
Andre Marques Gomes
COBRASE, Brasil
Angelina Maria Aparecida Alves
Hospital Universitário Pedro Ernesto - UERJ, Brasil
Antonio José Alemida Filho
Escola de Enfermagem Anna Nery - UFRJ, Brasil
Carlos Alberto Morais de Sá
Hospital Universitário Gaffrée e Guinle
Cláudia Maria Messias
Hospital Municipal Miguel Couto e Universidade Castelo Branco
Cristiano Bertolossi Marta
Universidade Veiga de Almeida e Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil
Enirtes Caetano Prates Melo
FIOCRUZ
Giselda Quintana Marques
Secretaria Municipal da Saúde de Porto Alegre, Brasil
Ednaldo Cavalcante de Araújo
Universidade Federal de Pernambuco, Brasil
Elaine Antunes Cortez
Universidade Federal do Rio de Janeiro
Elaine Drehmer de Almeida Cruz
Universidade Federal do Paraná, Brasil
Elizabeth Sonia Palatnik
NEPAD/UERJ, Brasil
Enéas Rangel Teixeira
Universidade Federal Fluminense, Brasil
Fernando Raphael de Almeida Ferry
UNIRIO
Fernando Samuel Sion
UNIRIO
Genival Fernandes Freitas
Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo - USP, Brasil
Gertrudes Lopes
Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Ieda Alencar Barreira
Escola de Enfermagem Anna Nery - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil
Iraci dos Santos
Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Isaura Setenta Porto
Escola de Enfermagem Anna Nery/UFRJ
Isabel Cristina Kowal Olm Cunha
Faculdade de Enfermagem da UNIFESP, Brasil
Jane Marcia Progianti
Faculdade de Enfermagem da Universidade Estadual do Rio de Janeiro, Brasil
José Dias
Universidade Federal do Rio de Janeiro
Leonardo Souza Mendonça
Universidade Veiga de Almeida, Brasil
Leticia Silveira Cardoso
Universidade da Região da Campanha - URCAMP/Bagé, Brasil
Lucia Helena Silva Corrêa Lourenço
Escola de Enfermagem Anna Nery - UFRJ, Brasil
Luciana Barizon Luchesi
Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto - USP
Luiza Hiromi Tanaka
Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP, Brasil
Marléa Chagas
Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ, Brasil
Márcio Ribeiro Tadeu Francisco
Universidade do Estado do Rio de Janeiro e Universidade Veiga de Almeida
Maria Aparecida Vasconcelos
Escola de Enfermagem Anna Nery - UFRJ, Brasil
Maria Cristina Sanna
Universidade Anhembi Morumbi, UAM, Brasil
Maria Madalena Januário Leite
Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo, Brasil
Maria Tita Portal Sacramento
Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade do Amazonas, Brasil
Marília Etienne Arreguy
Faculdade de Educação - UFF, Brasil
Marta Meleiro
Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo - USP, Brasil
Mauro Gurgel
Norma Valéria Dantas de Olivera Souza
Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Brasil
Odaléa Maria Bruggemann
Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil
Paulina Kurcgant
Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo - USP, Brasil
Paulo Fernando de Souza Campos
Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo - USP, Brasil
Rodrigo Siqueira-Batista
Universidade Federal de Viçosa, Brasil
Silvia Teresa Carvalho de Araújo
Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ, Brasil
Sonia Aciole
Faculdad de Enfermagem da UERJ, Brasil
Suely Baptista
Escola de Enfermagem Anna Nery - UFRJ, Brasil
Tania Cristina Franco Santos
Escola de Enfermagem Anna Nery - UFRJ, Brasil
Tania Santos Giani
UNIRIO, Brasil
Taka Oguisso
Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo - USP, Brasil
Zuila Maria de Figueiredo Carvalho
Universidade Federal do Ceará, Brasil


Edición Digital de la Hemeroteca Cantárida
Fundación Index

 


Informações para autores
Información para los autores
 

Políticas de Seção Políticas de Sección

Editorial. O editorial é um texto em que o conteúdo expressa a opinião do autor, sem a obrigação de ter alguma imparcialidade ou objetividade. Pode ter referências ou não e estar relacionado com algum manuscrito da edição.

Pesquisa. Manuscrito que se caracteriza como a finalização de várias etapas da pesquisa científica. Devem apresentar: introdução, objetivo. metodologia, resultados, discussão, conclusão, referências.

Iniciação Científica. Manuscrito cuja finalidade é a de publicar rapidamente alguma informação sobre resultados importantes alcançados com a pesquisa de Iniciação Científica, constando os nomes dos Orientadores, Bolsistas e suas respectivas agências de fomento. O objetivo é garantir a propriedade intelectual por meio do registro da informação.

Reflexão. Manuscrito que apresenta forma livre de contribuição científica, devendo ter como características básicas a abordagem crítica reflexiva, criativa, desvelando o tema ou revelando nova perspectiva de visão sobre o tema, que leve o leitor, por sua vez, à reflexão e/ou análise crítica sobre o tema em análise.

Relato de Experiência. É um relato de estudo avaliativo, original, de pesquisa contendo dados inéditos e relevantes para a saúde, resultados de investigação, aplicação de técnica ou com base em teoria.

Documentário. Constitui-se de texto-documento sobre história de vida de pessoas ou de instituições que tenham relevância para o desenvolvimento da enfermagem ou áreas afins. Deve conter introdução, desenvolvimento e conclusão; e evidenciar o processo de coleta de dados que permitiu a construção do documentário. Poderão ter até 10 referências e no máximo de 05 laudas.

Fac-símile. Composto de duas partes: a primeira refere-se a apresentação em uma (01) lauda de comentário sobre fato ou fenômeno evidenciado por documento de interesse para história da enfermagem e da saúde; a segunda é reprodução imagética do documento propriamente dito. Qualquer pesquisador cadastrado no diretório dos grupos de pesquisa do CNPq e com vinculação institucional com o acervo ou biblioteca, do qual pertence o documento selecionado, poderá encaminhar à Revista, respeitando os aspectos legais sobre divulgação de documentos históricos.

Revisão Sistemática da Literatura. Avaliação crítica sistematizada da literatura sobre determinado assunto, de modo a conter uma análise comparativa dos trabalhos na área, que discuta os limites e alcances metodológicos, permitindo indicar perspectivas de continuidade de estudos naquela linha de pesquisa e devendo conter conclusões. Devem ser descritos os procedimentos adotados para a revisão, como as estratégias de busca, seleção e avaliação dos artigos, esclarecendo a delimitação e limites do tema.

Revisão Integrativa da Literatura. Método de pesquisa que apresenta a síntese de múltiplos estudos publicados e possibilita conclusões gerais a respeito de uma área específica de estudo, contribuindo para o aprofundamento do conhecimento do tema investigado. Devem ser descritos os procedimentos adotados para a revisão, como as estratégias de busca, seleção e avaliação dos artigos, esclarecendo a delimitação e limites do tema.
 

Processo de Avaliação por Pares Proceso de Evaluación por Pares

A publicação dos manuscritos dependerá da observância das normas da RPCF e da apreciação da Comissão Editorial/pareceristas/avaliadores, que dispõe de plena autoridade para decidir sobre sua aceitação, podendo, inclusive, apresentar sugestões (sem alterar o conteúdo científico) ao(s) autor(es) para as alterações necessárias. Neste caso, o referido manuscrito será reavaliado pelo Conselho Editorial, permanecendo em sigilo o nome do consultor, e omitido também o(s) nome(s) do(s) autor(es) aos consultores. Manuscritos recusados para a publicação serão notificados e disponibilizados a sua devolução ao(s) autor(es). Quando a pesquisa envolver seres humanos, os autores deverão acusar o número do protocolo de aprovação no Comitê de Ética. O número máximo de autores será de 06 por manuscrito. Os manuscritos serão avaliados por dois consultores, entretanto, de acordo com sua especificidade, o editor poderá designar um terceiro.
 

Diretrizes para autores Instrucciones para los autores [más información]

A Revista de Pesquisa: Cuidado é fundamental On Line [RPCFO] foi transferida para o formato eletrônico (SEER) em maio de 2009, sem fins lucrativos. Atualmente é editada pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem (PPGENF)- Mestrado e Doutorado em Enfermagem, da Escola de Enfermagem da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro [UNIRIO], com periodicidade trimestral, compondo-se de um volume por ano com quatro números. Está classificada no QUALIS/CAPES como B2.

Quando da submissão dos manuscritos, em Metadados da Submissão devem constar todos os autores que por ventura estejam mencionados como <<Autor>> no corpo do texto. O encaminhamento do manuscrito, anexos e o preenchimento de todos os dados, são de inteira responsabilidade do autor que está submetendo o manuscrito e não do Editor.

Todos os manuscritos são previamente apreciados pelo Editor no que se refere à adequação às Normas da RPCFO de Formatação e Estrutura e, se considerados adequados, serão encaminhados para os consultores Ad hoc, de reconhecida competência na temática abordada. Em caso de desacordo, será enviado para uma segunda avaliação. No caso da identificação de conflito de interesse por parte dos consultores, será encaminhado para outro consultor.

O manuscrito que não cumprir tais Normas, por incompletude ou inadequação, será sumariamente devolvido antes mesmo de ser submetidos à avaliação pelo consultor. Portanto, solicitamos atenção na das normas para submissão de manuscritos. Caso não seja atendida a solicitação ajustes no prazo de 3 (três) dias, o mesmo será arquivado e se houver interesse ainda em publicá-lo, deverá ser submetido novamente, onde será iniciado novo processo de julgamento por pares.

O processo de avaliação utiliza o sistema Doubleblind peer review, preservando a identidade dos autores e consultores, com emprego de formulário da RPCFO. O prazo de devolução para os pareceres é, no máximo, 28 dias, quando for aceita a realização da avaliação pelos avaliadores. Caso contrário, será enviado para outros consultores. Em persistindo a não aceitação, dois membros do Conselho Editorial avaliarão o artigo.

Os pareceres dos avaliadores serão disponibilizados online para o autor responsável pela submissão que terá o prazo de 10 (dez) dias para atender as solicitações. Caso contrário, o manuscrito será arquivado após envio de comunicado para todos os autores por entendermos que não houve interesse em atender a solicitação para ajustes de acordo com as avaliações realizadas. Porém, se houver interesse ainda em publicá-lo, o artigo deverá ser submetido novamente, onde será iniciado novo processo de julgamento por pares.

Preparo dos manuscritos quanto à redação - os manuscritos devem ser redigidos de maneira objetiva, mantendo linguagem adequada ao estudo, bem como ressaltando a terminologia científica condizente.

Quanto à autoria - o conceito de autoria está respaldado na contribuição substancial de cada uma das pessoas listadas como autores, no que se refere, sobretudo, à concepção e planejamento do projeto de pesquisa, obtenção ou análise e interpretação dos dados, redação e revisão crítica. Máximo de 06 autores por artigo enviado.

Quanto à formatação - os manuscritos devem ser produzidos em editor de texto word 7.0 (ou versão inferior) com:

a) 25 páginas (máximo), excluindo-se: página de rosto, resumo, abstract, resumen (todos com descritores), agradecimentos e referências (Estilo Vancouver). Configurações textuais, folha tamanho Ofício (35,56cm x 21,59cm), margem superior 2,5cm, margem inferior 2cm, margem esquerda 3,2cm, margem direita 2,2cm, fonte Trebuchet MS, tamanho 11, espaçamento entre linhas 1,5 , parágrafo 1,25cm , alinhamento justificado.
b) Representações Visuais: Tabelas, Quadros, Gráficos, Fluxogramas, Diagramas, Imagens, Figuras, Fotografias e etc.
c) Todo tipo de representação visual que não fizer parte do conteúdo textual será considerada como imagem sendo limitada a um total de 6.
d) Tabelas, quadros, gráficos, fluxogramas, diagramas, poderão ter largura máxima de 15cm e altura máxima de 25cm, devendo estar inseridas dentro do texto deverão estar inseridas centralizadas no decorrer da parte textual de acordo com sua aparição no texto, deverão também seguir as normas do IBGE para tabelas, quadros, gráficos e etc, para título, identificação, ano, local e etc.
e) Imagens (figuras, ilustrações, fotografias) devem estar no formato JPEG, com resolução mínima de 300dpi, deverão estar inseridas centralizadas no decorrer da parte textual de acordo com sua aparição no texto, deverão também seguir as normas.
f) As imagens não deverão ultrapassar a largura máxima de 15cm e a altura máxima de 25 cm.
g) Fotografias que possuam imagens de pessoas que permitam sua identificação deverão ser submetidas juntamente com a autorização de direito de imagem, assim como também imagens que sejam registradas ou patenteadas.
h) Páginas numeradas no ângulo superior direito a partir da página de identificação.
i) Os resumos devem ser apresentados em português, inglês e espanhol, com 150 palavras no máximo. Deve-se iniciar e sequenciar em tópicos os seguintes termos: Objetivo, Métodos, Resultados, Conclusão, Descritores seguido do sinal de : . Usar letra maiúscula apenas na primeira letra de cada palavra. Não usar os termos: Palavras-chave, Keywords e Palabras-llave. Usar: Descritores, Descriptors e Descriptores, respectivamente. Ressalta-se que os itens observados se adequarão à natureza do estudo qualitativo, quando for pertinente.
j) Não deverá ser utilizada nenhuma forma de destaque no texto (sublinhado, negrito, marcas d'água), exceto para títulos e subtítulos. Nos subtítulos não usar numeração nem no final o sinal de:. O texto deve ser escrito abaixo.
g) Utilizar apenas itálico em palavras ou expressões que realmente necessitem ser enfatizadas no texto.
h) Os títulos e subtítulos devem ser identificados por negrito e apenas a primeira letra maiúscula.
i) Não usar rodapé ou cabeçalhos.
j) As referências devem ser numeradas e normalizadas de acordo com o Estilo Vancouver. Não usar o termo <<Bibliográficas>>
l) Recomenda-se o uso de parágrafos de 1,5 cm para as referências.

Quanto à estrutura

a) Página de rosto - título do manuscrito que deve ser centralizado e em maiúscula com negrito; versão do título nos idiomas inglês e espanhol. Na versão em que o manuscrito seja em espanhol ou francês, deverá ser apresentado no idioma inglês, inclusive. Abaixo do título, justificado: 1) Tipo de auxílio e nome da agência financiadora, se convier; 2) Se elaborado a partir de tese, dissertação ou monografia: título, ano e instituição onde foi apresentada.
b) Resumos - devem ser apresentados em português, inglês e espanhol, com 150 palavras no máximo. Deve-se iniciar e sequenciar em tópicos os seguintes termos: Objetivo, Métodos, Resultados, Conclusão, Descritores seguido do sinal de : . Usar letra maiúscula apenas na primeira letra de cada palavra. Na versão em que o manuscrito for escrito em Espanhol ou Francês, apresentar o abstract; na versão em que for em Inglês, o resumen. Descritores - indicar de três a cinco termos que identifiquem o tema, limitando-se aos descritores recomendados nos Descritores em Ciências da Saúde [DeCS], traduzido do Medical Subject of Health - MeSH, e apresentado gratuitamente pela BIREME na forma trilingüe, na página URL: http://decs.bvs.br. Tese e Dissertação - enviar o resumo, abstract e resumen.
c) Texto - os textos de manuscritos Pesquisa, Pesquisa de Iniciação científica, Ensaios e de Revisão Integrativa ou Sistemática de Literatura devem apresentar: 1) Introdução; 2) Objetivo; 3) Métodos; 4) Resultados; 5) Discussão; 6) Conclusão; 7) Agradecimentos (opcional); 8) Referências (Estilo Vancouver).

As demais categorias terão estrutura textual livre, porém as Referências são obrigatórias. Os textos de manuscritos Pesquisa, Página de Iniciação Científica, Ensaio e de Revisão Integrativa ou Sistematica de Literatura devem conter as seguintes seções:

1) Introdução - deve ser breve, definir claramente o problema estudado, destacando sua importância e as lacunas do conhecimento, fornecendo referências estritamente pertinentes. Apresentar os objetivos da pesquisa.

2) Métodos - devem descrever o tipo de estudo, a população, a amostra, os critérios de seleção da amostra, o instrumento de coleta de dados, os procedimentos para a coleta e análise dos dados. Necessariamente devem explicitar o cumprimento dos princípios de pesquisa envolvendo seres humanos ou animais, bem como o nome do Comitê de Ética em Pesquisa no qual o projeto de pesquisa foi aprovado com o respectivo número de protocolo. Para os autores brasileiros, a Resolução 196/96 da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa - CONEP, deve ser considerada; para os estrangeiros, se adotaram a Declaração de Helsinki, disponível na página URL: http://www.wma.net.

3) Resultados - devem descrever os resultados encontrados sem incluir interpretações ou comparações e o texto deve complementar e não repetir o que está descrito em tabelas e figuras.

a) Tabelas - devem seguir os itens b, c, d. com a primeira letra da legenda em maiúscula descrita na parte superior, numeradas consecutivamente com algarismos arábicos na ordem em que foram citadas no texto, conteúdo em fonte 10 com a primeira letra em maiúscula. Se usar dados de outra fonte, publicada ou não, obter permissão e indicar a fonte por completo. Não usar linhas horizontais ou verticais internas. Empregar em cada coluna um título curto ou abreviado. Colocar material explicativo em notas abaixo da tabela, não no título. Explicar em notas todas as abreviaturas não padronizadas usadas em cada tabela.
b) Ilustrações - devem seguir os itens b, c, d, com a primeira letra da legenda em maiúscula descrita na parte inferior e sem grifo, numeradas consecutivamente com algarismos arábicos na ordem em que foram citadas no texto.
c) Citações - no texto, utilizar o sistema numérico de citação, no qual somente os números-índices das referências, na forma sobrescrita, são indicados no texto. Nas citações diretas até três linhas incluí-las no texto, entre aspas (sem itálico) e referência correspondente conforme exemplo: 13:4 (autor e página); com mais de três linhas, usar o recuo de 4 cm, letra tamanho 11 e parágrafo simples (sem aspas e sem itálico), seguindo a indicação de autor e data.
d) Depoimentos - na transliteração de comentários ou de respostas, seguir as mesmas regras das citações, porém em itálico, com o código que representar cada depoente entre parênteses. Exemplo: Acho que não faz sentido avaliar este trabalho de modo que não comprometa a idoneidade dos autores assim como a identificação de cada um. (Davidson).

4) Discussão - deve conter comparação dos resultados com a literatura, as limitações da pesquisa e a interpretação dos autores, enfatizando os aspectos novos e importantes do estudo.

5) Conclusão - relacionar as conclusões com os objetivos do trabalho, evitando assertivas não apoiadas pelos achados e incluindo recomendações, quando pertinentes.

6) Agradecimentos - devem ser breves e objetivos, somente a pessoas ou instituições que contribuíram significativamente para o estudo.

7) Referências - A RPCFO adota os "Requisitos Uniformes para Manuscritos Submetidos a Revistas Biomédicas", publicado pelo Comitê Internacional de Editores de Revistas Médicas - Estilo Vancouver, disponível no site: http://www.icmje.org ou http://www.bu.ufsc.br/ccsm/vancouver.html (versão traduzida em português).

Os títulos de periódicos devem ser referidos abreviados, de acordo com o Index Medicus: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/sites/entrez?db=journals

Para abreviatura dos títulos de periódicos nacionais e latino-americanos, consultar o site: http://portal.revistas.bvs.br eliminando os pontos da abreviatura, com exceção do último ponto para separar do ano.

As referências devem ser numeradas e normalizadas de acordo com o Estilo Vancouver.

Na lista de referências, as referências devem ser numeradas consecutivamente, conforme a ordem que forem mencionadas pela primeira vez no texto.

Referencia-se o(s) autor(e)s pelo sobrenome, apenas a letra inicial é em maiúscula, seguida do(s) nome(s) abreviado(s) e sem o ponto.

Quando o documento possui de um até seis autores, citar todos os autores, separados por vírgula; quando possui mais de seis autores, citar todos os seis primeiros autores seguidos da expressão latina "et al".

Com relação a abreviatura dos meses dos periódicos - em inglês e alemão, abrevia-se os meses iniciando por maiúsculas; em português, espanhol, francês e italiano, em minúsculas. Ambos serão sem ponto como recomenda o Estilo Vancouver.

Exemplos:

1. Halpern SD, Ubel PA, Caplan AL. Solid-organ transplantation in HIV-infected patients. N Engl J Med. 2002 Jul 25;347(4):284-7.
2. Rose ME, Huerbin MB, Melick J, Marion DW, Palmer AM, Schiding JK, et al. Regulation of interstitial excitatory amino acid concentrations after cortical contusion injury. Brain Res. 2002;935(1-2):40-6.
3. Murray PR, Rosenthal KS, Kobayashi GS, Pfaller MA. Medical microbiology. 4ª ed. St. Louis: Mosby; 2002.
4. Meltzer PS, Kallioniemi A, Trent JM. Chromosome alterations in human solid tumors. In: Vogelstein B, Kinzler KW, editores. The genetic basis of human cancer. New York: McGraw-Hill; 2002. p. 93-113.
5. Borkowski MM. Infant sleep and feeding: a telephone survey of Hispanic Americans [dissertação]. Mount Pleasant (MI): Central Michigan University; 2002.
6. Tannouri AJR, Silveira PG. Campanha de prevenção do AVC: doença carotídea extracerebral na população da grande Florianópolis [trabalho de conclusão de curso]. Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina. Curso de Medicina. Departamento de Clínica Médica, 2005.
7. Abood S. Quality improvement initiative in nursing homes: the ANA acts in an advisory role. Am J Nurs [periódico na Internet]. 2002 Jun [acesso em 2002 Aug 12];102(6):[aproximadamente 3 p.]. Disponível em: http://www.nursingworld.org/AJN/2002/june/Wawatch.htm
8. Cancer-Pain.org [homepage na Internet]. New York: Association of Cancer Online Resources, Inc.; c2000-01 [atualizada em 2002 May 16; acesso em 2002 Jul 9]. Disponível em: http://www.cancer-pain.org/.

Outros

Livros como um todo: Gil AC. Como elaborar projetos de pesquisa. 4ª ed. São Paulo (SP): Atlas; 2002.

Livros traduzidos: Nightingale F. Notas de enfermagem: o que é e o que não é. Tradução de Amália Correa de Carvalho. São Paulo (SP): Cortez; 1989.

Livros com organizador, coordenador, editor ou compilador: Figueiredo NMA, Viana DL, coordenadoras. Tratado prático de enfermagem. São Caetano do Sul (SP): Yendis; 2006.

Capítulo de livro: Moreira A. Movimentos de profissionalização da enfermagem. In: Oguisso T, organizadora. Trajetória histórica e legal da enfermagem. 1ª. São Paulo (SP): Manole; 2005.

Teses, dissertações e monografias acadêmicas:

1. Melo ECP. Infarto agudo do miocárdio no Município do Rio de Janeiro: qualidade dos dados, sobrevida e distribuição espacial [tese]. Rio de Janeiro (RJ): Escola Nacional de Saúde Pública; 2004.
2. Porto F. A cartografia de luta das enfermeiras obstetras na maternidade Leila Diniz (1996-1998): do soldado ao batom [dissertação]. Rio de Janeiro (RJ): Programa de Pós-graduação em Enfermagem, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro; 2001.
3. Alessandra CM. O enfermeiro diante do corpo do cliente em fase terminal: o cuidado que transcende o real e o concreto [monografia] Rio de Janeiro (RJ): Escola de Enfermagem Alfredo Pinto, UNIRIO; 2005.

Trabalhos de congressos e de seminários: anais, livros de resumos:

1. Amorim WM, Barreira IA. As circunstâncias do processo de reconfiguração da Escola Profissional da Assistência a Psicopatas do Distrito Federal. In Anais do 2º Colóquio Latino-americano de História de Enfermagem; 2005 set 12-15; Rio de Janeiro (RJ), Brasil. Rio de Janeiro (RJ): EEAN; 2005. p 148-53.
 

Declaração de Direito Autoral Declaración de Derechos de Autor

Termo de transferência de direitos autorais. Transfiro os direitos autorais deste artigo para a Revista de Pesquisa Cuidado é Fundamental - Online - RPCF, assim que ele for aceito para a devida publicação eletrônica. Os direitos de autor incluem o direito de reproduzir na íntegra ou em parte por qualquer meio, distribuir o referido artigo, incluindo figuras, fotografias, bem como as eventuais traduções. O autor pode ainda, imprimir e distribuir cópias do seu artigo, desde que mencione que os direitos pertencem a RPCF. Declaro que este manuscrito é original, não tendo sido submetido à publicação, na íntegra ou em partes para outros periódicos online ou não, assim cmmo em Anais de eventos científicos ou capítulos de livros.
 

Política de Privacidade Política de Privacidad

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou à terceiros.

 


| Menú principal | Qué es  Index | Servicios | Agenda | Búsquedas bibliográficas | Campus digital | Investigación cualitativa | Evidencia científica | Hemeroteca Cantárida | Index Solidaridad | Noticias | Librería | quid-INNOVA | Casa de Mágina | Mapa del sitio

FUNDACION INDEX Apartado de correos nº 734 18080 Granada, España - Tel/fax: +34-958-293304