ENTRAR            

 


 

Texto & Contexto. ISSN:0104-0707 2016 v25n4 r25423p

 

 

 

ARTIGO ORIGINAL

 

Ir a Sumario

 

 

Full text - English version

 

 

Ações De Controle Da Tuberculose: Análise A Partir Do Programa De Melhoria Do Acesso E Da Qualidade Da Atenção Básica

Francisco de Sales Clementino,1 Emanuella de Castro Marcolino,2 Luciano Bezerra Gomes,3 Joria Viana Guerreiro,4 Francisco Arnoldo Nunes de Miranda5
1Doutor em Enfermagem. Docente do Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Campina Grande. Campina Grande, Paraíba, Brasil. 2Mestre em Saúde Pública. Enfermeira do governo estadual do Rio Grande do Norte. Natal, Rio Grande do Norte, Brasil. 3Doutorando em Clínica Médica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Docente do Curso de Graduação em Medicina da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). João Pessoa, Paraíba, Brasil. 4Doutora em Saúde Pública. Docente do Curso de Graduação em Medicina da UFPB. João Pessoa, Paraíba, Brasil. 5Doutor em Enfermagem. Docente do Curso de Graduação e Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Natal, Rio Grande do Norte, Brasil

Recebido: 22 de agosto de 2015
Aprovado: 05 de maio de 2016

 

 

 

Cómo citar este documento

Clementino, Francisco de Sales; Marcolino, Emanuella de Castro; Gomes, Luciano Bezerra; Guerreiro, Joria Viana; Miranda, Francisco Arnoldo Nunes de. Ações De Controle Da Tuberculose: Análise A Partir Do Programa De Melhoria Do Acesso E Da Qualidade Da Atenção Básica. Texto Contexto Enferm, oct-dic 2016, 25(4). Disponible en <http://www.index-f.com/textocontexto/2016/25423p.php> Consultado el

Resumo

O estudo objetivou analisar as ações de saúde à pessoa com tuberculose na atenção básica à saúde, em nível nacional, a partir da avaliação externa do Programa de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica. Trata-se de um estudo transversal de abordagem quantitativa, com base nos dados da avaliação externa do 2º ciclo do Programa de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica realizado em 2014. Utilizou-se o software Statistical Package for Social Sciences para realização de frequências e associações por meio do teste estatístico qui-quadrado. Constatou-se que o percentual de registro da estimativa anual do número de casos confirmados de tuberculose e sintomáticos respiratórios na Estratégias Saúde da Família atingiu 81,1%, em todo Brasil; em contrapartida, o percentual de registros de acompanhamento dos casos de tuberculose alcançou, somente, 48,3% e tratamento diretamente observado 48% das unidades básicas de saúde. Os achados indicaram a presença de barreiras na estruturação das unidades básicas de saúde quanto à operacionalização e sustentabilidade da assistência ao portador de tuberculose, incluindo a estratégia do tratamento diretamente observado.
Descritores: Tuberculose/ Avaliação em saúde/ Atenção primária à saúde.
 

Abstract
Tuberculosis Control Actions: Analysis Based On The Access And Primary Health Care Quality Improvement Program

The study's aim was to analyze primary health care delivered to people with tuberculosis on a national level, based on the information collected by an external assessment implemented by the Programa de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica. This cross-sectional study with a quantitative approach used data from the 2nd cycle external assessment of the Programa de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica conducted in 2014. The Statistical Package for Social Sciences was used to establish frequencies and check for associations using the Chi-square test. The percentage of Family Health Strategy units recording the annual number of confirmed tuberculosis cases and respiratory symptoms was high for the entire country (81.1%). In contrast, the recording of follow-up of tuberculosis cases was performed by only 48.3% of the facilities, while only 48% of the health basic unites units implemented directly observed treatment. The findings reveal barriers in the structure of health basic unites units regarding the operationalization and sustainability of care provided to individuals with tuberculosis, including directly observed treatment.
Descriptors: Tuberculosis/ Health evaluation/ Primary health.
 

Resumen
Acciones De Control De La Tuberculosis: Análisis A Partir Del Programa De Mejoría Del Acceso Y De La Calidad De La Atención Básica

El estudio tuvo como objetivo analizar las acciones de salud a la persona con tuberculosis en la atención básica, a nivel nacional, desde la Evaluación Externa del programa de mejoría del acceso y de la calidad de la atención básica. Se trata de un estudio transversal con abordaje cuantitativo, basados en los datos de la evaluación externa del 2º ciclo del programa de mejoría del acceso y de la calidad de la atención básica realizado en el año de 2014. Se utilizó el programa software Statistical Package for Social Sciences para la realización de frecuencias y tentativas de asociaciones por medio del teste estadístico Qui-Cuadrado. Se encontró que el porcentual de registro de la estimativa anual del número de casos confirmados de tuberculosis y sintomáticos respiratorios en las ESF atingió 81,1%, en todo Brasil; en contrapartida el porcentual de registros de acompañamiento de los casos de Tuberculosis alcanzó, solamente, 48,3% y el Tratamiento Directamente Observado en el 48% de las Unidades Básicas de Salud. Los datos indicaron la presencia de barreras en la estructuración de las Unidades Básicas de Salud cuanto a la operacionalización y sustentabilidad de la asistencia al portador de tuberculosis, incluyendo la estrategia Tratamiento Directamente Observado.
Descriptores: Tuberculosis/ Evaluación en salud/ Atención primaria a la salud.
 

Referências

1. World Health Organization (WHO). Global Tuberculosis report 2013. Geneve: WHO Library; 2013.

2. Sá LD, Rodrigues DC, Barreto AJ, Oliveira AA, Pinheiro PG, Nogueira JA. A organização da estratégia saúde da família e aspectos relacionados ao atraso do diagnóstico da tuberculose. Cogitare Enferm [Internet] 2011 [cited 2015 Jul 15]; 16(3):437-42. Available from: http://ojs.c3sl.ufpr.br/ojs/index.php/cogitare/article/view/21245/16227

3. Ministério da Saúde (BR). Boletim epidemiológico. Coordenação-Geral do Programa Nacional de Controle da Tuberculose. Departamento de Vigilância de Doenças Transmissíveis - DEVIT. Secretaria de Vigilância em Saúde. Tuberculose no Brasil: realidade e perspectivas. Brasília (DF): MS; 2012.

4. Paiva RCG, Nogueira JÁ, Sá LD, Nóbrega RG, Trigueiro DRSG, Villa TCSV. Acessibilidade ao diagnóstico de tuberculose em município do Nordeste do Brasil: desafio da atenção básica. Rev Eletr Enf [Internet]. 2014 [cited 2016 Feb 12]; 16(3):520-6. Available from: http://dx.doi.org/10.5216/ree.v16i3.23491

5. Clementino FS, Miranda FAN. Tuberculose: acolhimento e informação na perspectiva da visita domiciliária. Rev Enferm UERJ [Internet]. 2015 [cited 2016 Feb 12]; 23(3):350-4 Available from: http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/enfermagemuerj/article/view/4289/13773

6. Villa TCS, Ponce MAZ, Wysock AD, Andrade RLP, Arakawa T, Scatolin BE, et al. Diagnóstico oportuno da tuberculose nos serviços de saúde de diversas regiões do Brasil. Rev Latino-Am Enfermagem [Internet] 2013 [cited 2016 Feb 10]; 21(Spec):[08 telas]. Available from: http://www.scielo.br/pdf/rlae/v21nspe/pt_24.pdf

7. Bertolozzi MR, Takahashi RF, Hino P, Litvoc M, França FOS. O controle da tuberculose: um desafio para a saúde pública. Rev Med (São Paulo) [Internet]. 2014 [cited 2015 Jul 11]; 93(2):83-9. Available from: http://www.revistas.usp.br/revistadc/article/view/97330

8. Mota RRA, David HMSL. Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica: questões a problematizar. Rev Enferm UERJ [Internet]. 2015 [cited 2015 Jun 10]; 23(1):122-7. Available from: http://www.facenf.uerj.br/v23n1/v23n1a20.pdf

9. Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Atenção a Saúde. Departamento de Atenção Básica. Manual do Avaliador da Qualidade. Brasília (BR): MS; 2013.

10. Almeida CPB, Skupien EC, Silva DR. Health care seeking behavior and patient delay in tuberculosis diagnosis. Cad Saúde Pública [Internet]. 2015 [cited 2015 jul 10]; 31(2):321-30. Available from: http://www.scielosp.org/pdf/csp/v31n2/0102-311Xcsp-31-02-00321.pdf

11. Campos CEA, Fonseca ACF, Pessini ML. Análise dos percursos assistenciais de pacientes com tuberculose por equipes de saúde em três capitais brasileiras. Que lições os profissionais podem tirar? Cad Saúde Colet [Internet]. 2012 [cited 2015 Jul 23]; 20(2):188-94. Available from: http://www.iesc.ufrj.br/cadernos/images/csc/2012_2/artigos/csc_v20n2_188-194.pdf

12. Ponce MAS, Wysocki AD, Scatolin BE, Andrade RLP, Arakawa T, Netto AR et al. Diagnóstico da tuberculose: desempenho do primeiro serviço de saúde procurado em São José do Rio Preto, São Paulo, Brasil. Cad Saúde Pública [Internet]. 2013 [cited 2015 Jul 02]; 29(5):945-54. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-311X2013000500012&script=sci_arttext

13. Souza MSPL, Aquino R, Pereira SM, Costa MCN, Barreto ML, Natividade M et al. Fatores associados ao acesso geográfico aos serviços de saúde por pessoas com tuberculose em três capitais do Nordeste brasileiro. Cad Saúde Pública [Internet]. 2015 [cited 2015 Jul 13]; 31(1):111-20. Available from: http://www.scielosp.org/pdf/csp/v31n1/0102-311Xcsp-31-01-00111.pdf

14. Amaral AS, Tamaki EM, Sales CM, Renovato RD. Avaliação da descentralização do programa de controle da tuberculose do nível secundário para o nível primário do sistema de saúde de Dourados- MS. Saúde Soc [Internet]. 2010 [cited 2015 Jun 23]; 19(4):794-802. Available from: http://www.scielo.br/pdf/sausoc/v19n4/07.pdf

15. Souza KMJ, Sá LD, Silva LMC, Palha PF. Atuação da Enfermagem na transferência da política do tratamento diretamente observado da tuberculose. Rev Esc Enferm USP [Internet]. 2014 [cited 2015 May 01]; 48(5):874-82. Available from: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v48n5/pt_0080-6234-reeusp-48-05-874.pdf

16. Sá LD, Scatena LM, Rodrigues RAP, Nogueira JA, Silva AO, Villa TCS. Gateway to the diagnosis of tuberculosis among elders in Brazilian municipalities. Rev Bras Enferm [Internet]. 2015 [cited 2016 Feb 11]; 68(3):408-14. Available from: http://www.scielo.br/pdf/reben/v68n3/0034-7167-reben-68-03-0467.pdf

17. Souza ABF, Cruz ZV. Abandono do tratamento da tuberculose no município de Itapetinga-BA: um estudo da influência dos fatores ambientais. Encic Biosfera. [Internet]. 2012 [cited 2016 Feb 08]; 8(14):1471-86. Available from: http://www.conhecer.org.br/enciclop/2012a/saude/abandono.pdf

18. Santos TMMG, Nogueira LT, Santos, Santos LNM, Costa CM. O acesso ao diagnóstico e ao tratamento de tuberculose em uma capital do nordeste brasileiro. Rev Enferm UERJ. 2012; 20(3):300-5.

19. Oliveira RCC, Adário KDO, Sá LD, Videres ARN, Souza SAF, Pinheiro PGOD. Speeches of managers about the policy of the directly observed treatment for tuberculosis. Texto Contexto Enferm [Internet]. 2016; [cited 2016 Sep 27] 25(2):e3210015 Available from: http://www.scielo.br/pdf/tce/v25n2/pt_0104-0707-tce-25-02-3210015.pdf

20. Lima LM, Harterb J, Tomberg JO, Vieira DA, Antunes ML, Cardozo-Gonzalese RI. Avaliação do acompanhamento e desfecho de casos de tuberculose em município do sul do Brasil. Rev Gaúcha Enferm [Internet]. 2016; [cited 2016 Sep 27] 37(1):e51467 Available from: http://www.scielo.br/pdf/rgenf/v37n1/0102-6933-rgenf-37-1-1983-144720160151467.pdf

21. Cardoso GCP, Cruz MM, Abreu DMF, Decotelli PV, Chrispim PPM, Borenstein JS et al. A conformidade das ações do tratamento diretamente observado para tuberculose na perspectiva dos profissionais de duas unidades de saúde da cidade do Rio de Janeiro. Cad Saúde Colet [Internet]. 2012 [cited 2015 Jun 22]; 20(2):203-10. Available from: http://www.cadernos.iesc.ufrj.br/cadernos/images/csc/2012_2/artigos/csc_v20n2_203-210.pdf

22. Cunha NV, Cavalcanti MLT, Costa AJL. Diagnóstico situacional da descentralização do controle da tuberculose para a Estratégia Saúde da Família em Jardim Catarina - São Gonçalo (RJ), 2010. Cad Saúde Colet [Internet]. 2012 [cited 2015 Jul 05]; 20(2):177-87. Available from: http://www.cadernos.iesc.ufrj.br/cadernos/images/csc/2012_2/artigos/csc_v20n2_177-187.pdf

23. Grecco R, Oliveira CBB; Silva LMC; Souza KMJ; Santos GP; Palha PF. Tratamento diretamente observado da tuberculose: processos de aprendizagem em uma instituição de ensino superior. Rev Enferm UERJ [Internet]. 2014 [cited 2016 Feb 10]; 22(1):77-82. Available from: http://www.facenf.uerj.br/v22n1/v22n1a12.pdf

24. Silva DM. Tratamento da tuberculose na Atenção Básica: avaliação de estrutura e processo dos serviços de saúde [dissertação]. João Pessoa (PB): Universidade Federal da Paraíba. Programa de Pós-graduação em Enfermagem; 2013.

25. World Health Organization (WHO). Global Tuberculosis Control: epidemiology, strategy, financing: WHO report 2011. Geneva: WHO; 2011.

26. Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Programa Nacional de Controle da Tuberculose. Manual de Recomendações para o Controle da Tuberculose no Brasil. Brasília (DF): MS; 2011.

27. Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância Epidemiológica. Programa Nacional de Controle da Tuberculose. Brasília (DF): MS; 2011.

28. Siqueira HR, Vargas TC, Costa W, Faria AC, Lopes AJ, Capone D. O tratamento atual da tuberculose (para adolescentes e adultos) comentado. Rev HUPE [Internet]. 2010 [cited 2015 Jul 13]; 9. Available from: http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/revistahupe/article/view/9178

29. Sá LD, Oliveira AAV, Gomes ALC, Nogueira JA,Villa TCS, Collet S. Caring for tuberculosis patients in the Family Health Strategy: the nurses' perceptions. Rev Esc Enferm USP [Internet]. 2012 [cited 2015 Jun 20]; 46(2):356-63. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=s0080-62342012000200013&script=sci_arttext&tlng=en

30. Hino P, Takahashi RF, Bertolozzi MR, Villa TCS, Egry EY. Conhecimento da equipe de saúde da família acerca das necessidades de saúde das pessoas com tuberculose. Rev Latino-Am Enferm [Internet]. 2012 [cited 2016 Feb 15]; 20(1):44-51 Available from: http://www.scielo.br/pdf/rlae/v20n1/pt_07.pdf

31. Silva PF, Moura GS, Caldas AJM. Fatores associados ao abandono do tratamento da tuberculose pulmonar no Maranhão, Brasil, no período de 2001 a 2010. Cad Saúde Pública [Internet]. 2014 [cited 2015 Jul 15]; 30(8):1745-54. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-311X2014000801745&script=sci_arttext

Principio de p�gina 

Pie Doc

 

RECURSOS CUIDEN

 

RECURSOS CIBERINDEX

 

FUNDACION INDEX

 

GRUPOS DE INVESTIGACION

 

CUIDEN
CUIDEN citación

REHIC Revistas incluidas
Como incluir documentos
Glosario de documentos periódicos
Glosario de documentos no periódicos
Certificar producción
 

 

Hemeroteca Cantárida
El Rincón del Investigador
Otras BDB
Campus FINDEX
Florence
Pro-AKADEMIA
Instrúye-T

 

¿Quiénes somos?
RICO Red de Centros Colaboradores
Convenios
Casa de Mágina
MINERVA Jóvenes investigadores
Publicaciones
Consultoría

 

INVESCOM Salud Comunitaria
LIC Laboratorio de Investigación Cualitativa
OEBE Observatorio de Enfermería Basada en la Evidencia
GED Investigación bibliométrica y documental
Grupo Aurora Mas de Investigación en Cuidados e Historia
FORESTOMA Living Lab Enfermería en Estomaterapia
CIBERE Consejo Iberoamericano de Editores de Revistas de Enfermería