ENTRAR            

 


 

Texto & Contexto. ISSN:0104-0707 2015 v24n4 r241027

 

 

 

ARTIGO ORIGINAL

 

Ir a Sumario

 

 

Full text - English version

 

 

Estratégias de famÍlias de crianças atendidas em pronto-socorro pediátrico: a busca pela construção da integralidade*

Fernanda Luisa Buboltz,1 Andressa da Silveira,2 Eliane Tatsch Neves3
1
Mestre em Enfermagem. Enfermeira do Pronto-Socorro Pediátrico do Hospital Universitário de Santa Maria (HUSM). Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil. 2Doutoranda em Enfermagem pelo PPGEnf/UFSM. Professora Assistente do Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Pampa. Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil. 3Doutora em Enfermagem. Professora Adjunto do Curso de Graduação em Enfermagem PPGEnf/UFSM. Bolsista CNPq. Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil

Recebido: 15 de julho de 2014
Aprovado: 11 de fevereiro de 2015

Texto Contexto Enferm 24(4): 1027-1034

*Artigo baseado na dissertação - Ações de cuidado da família à criança atendida em Pronto-Socorro Pediátrico a partir do seu universo sociocultural, apresentada ao Programa de Pós-Graduação de Enfermagem (PPGEnf) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), em 2013

 

 

 

Cómo citar este documento

Buboltz, Fernanda Luisa; Silveira, Andressa da; Neves, Eliane Tatsch. Estratégias de famÍlias de crianças atendidas em pronto-socorro pediátrico: a busca pela construção da integralidade. Texto Contexto Enferm, oct-dic 2015, 24(4). Disponible en <http://www.index-f.com/textocontexto/2015/241027p.php> Consultado el

 

Resumo

Trata-se de uma pesquisa qualitativa que objetivou compreender as estratégias de famílias na busca pela assistência em saúde à criança atendida em pronto-socorro pediátrico. Desenvolveu-se a entrevista semiestruturada com doze familiares cuidadores de crianças atendidas em pronto-socorro pediátrico de um hospital de ensino no período de abril a junho de 2013. Os dados foram analisados segundo os pressupostos da análise de conteúdo. Os resultados apontaram que a falta de resolutividade da atenção primária em saúde aumentam a demanda de atendimento nos serviços de urgência e emergência. Os familiares buscam o pronto-socorro pediátrico como primeira escolha de atendimento, tecendo redes alternativas como estratégia para garantir o atendimento de qualidade a seus filhos. Recomenda-se uma reestruturação dos serviços de saúde, baseada nos atributos da atenção primária em saúde, superando o paradigma atual, centrado na doença e na consulta médica, por outro que considere a integralidade do cuidado à criança e sua família.
Palavras chave: Família/ Enfermagem pediátrica/ Saúde da criança.

Resumen
Estrategias para familias de niños atendidos en pediatría de primeros auxilios: en busca de la construcción de la integridad

Se trata de um estúdio cualitativo que objetivó compreender las estrategias de las famílias em la búsqueda de assistência de salud a los niños atendidos em um servicio de urgencias pediátricas. Desarrolló entrevistas semi-estructuradas con doce familiares cuidadores de los niños atendidos en Servicio de Urgencias Pediátricas de un hospital universitário em el periodo abril-junio de 2013. Los datos se analizaron de acuerdo con los supuestos del análisis de contenido. Los resultados mostraron que la falta de resolutividad de los servicios sanitarios de atención primaria aumentan la demanda de la atención em los servicios de atención de emergencia y urgencia. Familiares buscan el SUP como primera opción de asistencia, tejiendo redes alternativas como estrategia para garantizar una atención de calidad para sus hijos. Se recomienda una reestructuración de los servicios de salud, con base em los atributos de la atención primaria de la salud, la superación del paradigma actual, que se cientra en la enfermedad y la consulta médica con un que considera una atención integral al niño y su familia.
Palabras clave: Familia/ Enfermería Pediátrica/ Salud del niño.

Abstract
Strategies for families of children served in pediatric first aid: the search for the construction of integrality

This qualitative study aimed to understand the strategies of families in the pursuit of health care for children treated in a Pediatric Emergency Department. Semi-structured interviews were held with twelve family caregivers of children attended in PED at a teaching hospital in the period March-June 2013. The data were analyzed based on the premises of content analysis. Results showed that the lack of problem-solving ability of primary care health services increases the demand for emergency care services. Relatives seek the Pediatric Emergency Department as first choice care, weaving alternative networks as a strategy to ensure quality care for their children. The restructuring of health services is recommended, based on the attributes of primary health care, overcoming the current paradigm, focused on the disease and medical consultation with one that considers comprehensive care for children and their family.
Key-words: Family/ Pediatric nursing/ Child health.
 

Bibliografía

1. Azevedo ALM, Costa AM. The narrow entrance door of Brazil's National Health System (SUS): an evaluation of accessibility in the Family Health Strategy. Interface - Comunic Saude Educ. 2010 Out-Dez; 14(35):797-810.

2. Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Atenção em Saúde, Departamento de Atenção Básica. Manual do instrumento de avaliação da atenção primária à saúde: Primary Care Assessment Tool PCATtool. Brasília (DF): MS; 2010.

3. Costa GD, Cotta RMM, Reis JR, Ferreira MLSM, Reis RS, Francheschini SCC. Avaliação da atenção à saúde da criança no contexto da Saúde da Família no município de Teixeiras, Minas Gerais. Ciênc Saúde Coletiva. 2011; 16(7):3229-40.

4. Mendes EV. As Redes de Atenção à Saúde. 2ª ed. Brasília (DF): Organização Pan-Americana da Saúde- Representação Brasil; 2011.

5. Arrué AM, Neves ET, Buboltz FL, Jantsch LB, Zanon BP. Demanda de um Pronto-Socorro Pediátrico: Caracterização dos Atendimentos de Enfermagem. Rev Enferm UFPE online [online]. 2013 Abr [acesso 2013 Dez 01]; 7(4):1090-7. Disponível em: www.revista.ufpe.br/revistaenfermagem/index.php/revista/article/.../5899

6. Carret MLV, Fassa AG, Paniz VMV, Soares PC. Características da demanda do serviço de saúde de emergência no Sul do Brasil. Ciênc Saúde Coletiva. 2011; 16(1):1069-79.

7. Bardin L. Análise de conteúdo. 8ª ed. Lisboa (PT): Geográfica Editora; 2011.

8. Silva RM, Viera CS, Toso BR, Neves ET, Rodrigues RM. Resolutividade na atenção à saúde da criança: percepção de pais e cuidadores. Acta Paul Enferm. 2013; 26(4):382-8.

9. Araujo JP, Viera CS, Toso BR, Collet N, Nassar PO. Avaliação dos atributos de orientação familiar e comunitária na saúde da criança. Acta Paul Enferm. 2014; 27(5):440-6

10. Brasil. Lei n. 8.080, de 19 de setembro de 1990: dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. Diário Oficial da União, 19 set 1990.

11. Oliveira BR, Viera CS, Collet N, Lima RA. Causes of hospitalization in the National Healthcare System of children aged zero to four in Brazil. Rev Bras Epidemiol. 2010; 13(2):268-77.

12. Neves ET, Silveira A. Desafios para os cuidadores familiares de crianças com necessidades especiais de saúde: contribuições da enfermagem. Rev Enferm UFPE online [online]. 2013 Mai [acesso 2013 Nov 24]; 7(5):1458-62. Disponível em: www.revista.ufpe.br/revistaenfermagem/index.php/revista/article/.../6147

13. Damatta R. O que faz o Brasil, Brasil? Rio de Janeiro (RJ): Rocco; 2001.

14. Schimith MD, Brêtas ACP, Budó MLD, Chiesa AM, Alberti GB. Colonialismo nas relações entre trabalhadores e usuários durante as práticas de cuidado: implicações para a integralidade da atenção. Esc Anna Nery Rev Enferm. 2013 Out-Dez; 17(4):788-95.

15. Oliveira BRG, Collet N, Mello DF, Lima RAG. O itinerário terapêutico de famílias de crianças com doenças respiratórias no sistema público de saúde. Rev Latino-Am Enfermagen [online]. 2012 Mai-Jun [acesso 2013 Nov 14]; 20(3): [9telas]. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rlae/v20n3/pt_a05v20n3.pdf

16. Sociedade Brasileira de Pediatria. O Programa Saúde da Família e a pediatria [online]. Brasília (DF); 2004 [atualizado 2004 Nov-Dez [acesso 2013 Dez 06]. Disponível em: http://www.sbp.com.br/show_item2.cfm?id_categoria=88&id_detalhe=1451&tipo_detalhe=s.

17. Chomatas E, Vigo A, Marty I, Hauser L, Harzheim E. Avaliação da presença e extensão dos atributos da atenção primária em Curitiba. Rev Bras Med Fam Comunidade. 2013; 8(29):294-303.

18. Barros DM, Sá MC. O processo de trabalho em saúde e a produção do cuidado em uma unidade de saúde da família: limites ao acolhimento e reflexos no serviço de emergência. Ciênc Saúde Coletiva. 2010; 15(5):2473-82.

19. Leão CDA, Caldeira AP, Oliveira MMC. Atributos da atenção primária na assistência à saúde da criança: avaliação dos cuidadores. Aspects of primary care for children: an evaluation of care-givers. Rev Bras Saúde Mater Infant. 2011; 11(3):323-34.

20. Pires RGM. Limites e possibilidades do trabalho do enfermeiro na estratégia saúde da família: em busca da autonomia. Rev Esc Enferm USP. 2011; 45(Esp2):1710-5.

21. Gauterio DP, Irala DA, Vaz MRC. Puericultura em Enfermagem: perfil e principais problemas encontrados em crianças menores de um ano. Rev Bras Enferm. 2012; 65(3):508-13.

22. Falbo BCP, Andrade RD, Furtado MCC, Mello DF. Estimulo ao desenvolvimento infantil: produção do conhecimento em enfermagem. Rev Bras Enferm. 2012; 65(1):148-54.

23. Sousa FGM, Erdmann AL, Mochel EG. Condições limitadoras para a integralidade do cuidado à criança na atenção básica de saúde. Texto Contexto Enferm. 2011; 20(Esp):263-71.

24. Mattioni FC, Budó MLD, Schimith MD. Exercício da integralidade em uma equipe da estratégia Saúde da família: saberes e práticas. Texto Contexto Enferm. 2011 Abr-Jun; 20(2):263-71.

25. Mendes ACG, Miranda GMD, Figueiredo KEG, Duarte PO, Furtado BMASM. Acessibilidade aos serviços básicos de saúde: um caminho ainda a percorrer. Ciênc Saúde Coletiva. 2012 Nov; 17(11):2903-12.

Principio de p�gina 

Pie Doc

 

RECURSOS CUIDEN

 

RECURSOS CIBERINDEX

 

FUNDACION INDEX

 

GRUPOS DE INVESTIGACION

 

CUIDEN
CUIDEN citación

REHIC Revistas incluidas
Como incluir documentos
Glosario de documentos periódicos
Glosario de documentos no periódicos
Certificar producción
 

 

Hemeroteca Cantárida
El Rincón del Investigador
Otras BDB
Campus FINDEX
Florence
Pro-AKADEMIA
Instrúye-T

 

¿Quiénes somos?
RICO Red de Centros Colaboradores
Convenios
Casa de Mágina
MINERVA Jóvenes investigadores
Publicaciones
Consultoría

 

INVESCOM Salud Comunitaria
LIC Laboratorio de Investigación Cualitativa
OEBE Observatorio de Enfermería Basada en la Evidencia
GED Investigación bibliométrica y documental
Grupo Aurora Mas de Investigación en Cuidados e Historia
FORESTOMA Living Lab Enfermería en Estomaterapia
CIBERE Consejo Iberoamericano de Editores de Revistas de Enfermería