ENTRAR            

 


 

Texto & Contexto. ISSN:0104-0707 2015 v24n4 r240959

 

 

 

ARTIGO ORIGINAL

 

Ir a Sumario

 

 

Full text - English version

 

 

Enfermeiros e o processo de trabalho de um hospital de ensino: implantação do sistema único de saúde*

Daiane Siqueira de Luccas,1 Liliana Müller Larocca,2 Maria Marta Nolasco Chaves,3 Elizabeth Bernardino4
1
Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da UFPR. Curitiba, Paraná, Brasil. 2Doutora em Educação. Docente do Departamento de Enfermagem e do Programa de Pós-graduação em Enfermagem da UFPR. Curitiba, Paraná, Brasil. 3Doutora em Enfermagem. Docente do Departamento de Enfermagem e do Programa de Pós-graduação em Enfermagem da UFPR. Curitiba, Paraná, Brasil. 4Doutora em Enfermagem. Docente do Departamento de Enfermagem e do Programa de Pós-graduação em Enfermagem da UFPR. Curitiba, Paraná, Brasil

Recebido: 22 de abril de 2014
Aprovado: 17 de agosto de 2015

Texto Contexto Enferm 24(4): 959-967

*Esta pesquisa é parte da dissertação - O processo de trabalho dos enfermeiros de um hospital de ensino: transformações a partir da implantação do SUS, apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, da Universidade Federal do Paraná (UFPR), no ano de 2013

 

 

 

Cómo citar este documento

Luccas, Daiane Siqueira de; Larocca, Liliana Müller; Chaves, Maria Marta Nolasco; Bernardino, Elizabeth. Enfermeiros e o processo de trabalho de um hospital de ensino: implantação do sistema único de saúde. Texto Contexto Enferm, oct-dic 2015, 24(4). Disponible en <http://www.index-f.com/textocontexto/2015/240959p.php> Consultado el

 

Resumo

Estudo guiado pelo referencial teórico-metodológico de Norbert Elias cujo objetivo foi analisar as transformações no processo de trabalho dos enfermeiros de um Hospital de Ensino a partir da implantação do Sistema Único de Saúde. Os dados foram obtidos por meio de entrevista aplicada a 12 enfermeiros atuantes no cenário do estudo desde 1990, com posterior análise dos discursos. Como resultados emergiram oito temas (universalidade, integralidade, descentralização, hierarquização, regionalização, processo de trabalho, financiamento da saúde e controle social) e 35 frases temáticas, categorizadas a partir dos conceitos de figuração, interdependência e equilíbrio de tensões, o que permitiu discussões sobre a dinâmica relacional entre sociedade e indivíduos para aplicabilidade dos princípios do Sistema Único de Saúde e produção de tensões na realização do processo de trabalho. Concluímos que as transformações induzidas pela implantação do Sistema Único de Saúde refletiram no processo de trabalho destes profissionais, ainda que indiretamente.
Palavras chave: Enfermagem/ Políticas públicas de saúde/ Sistema único de saúde.

Resumen
Los enfermeros y el proceso de trabajo de un hospital de enseñanza: implantación del sistema único de salud

Estudio guiado por el referencial teórico-metodológico de Norbert Elias, cuyo objetivo ha sido analizar las transformaciones en el proceso laboral de los enfermeros de un Hospital de Enseñanza, a partir de la implantación del Sistema único de salud. Los datos fueron obtenidos por medio de uma entrevista realizada con 12 enfermeros actuantes, desde 1990, en el escenario del estudio y por un posterior análisis de los discursos. En cuanto a los resultados, surgieron ocho temas: universalidad, integralidad, descentralización, jerarquización, regionalización, proceso de trabajo, financiación de la salud y control social) y 35 frases temáticas, categorizadas a partir de los conceptos de figuración, interdependencia y equilibrio de tensiones, lo que permitió discusiones sobre la dinámica relacional entre la sociedad y los individuos para la aplicabilidad de los principios del Sistema único de salud y la producción de tensiones en la realización del proceso de trabajo. Concluimos que las transformaciones inducidas por la implantación del Sistema único de salud se reflejaran en el proceso de trabajo de estos profesionales, aunque indirectamente.
Palabras clave: Enfermería/ Políticas públicas de salud/ Sistema único de salud.

Abstract
Nurses and work process at a teaching hospital: implementation of the unified health system

Study guided by Norberto Elias's theoretical, methodological background, which objectified to analyze the changes in nurses' work process at a Teaching Hospital since the implementation of the Unified Health System. Data were gathered by means of an interview applied to 12 nurses working in the studied setting since 1990, with further discourse analysis. Eight themes emerged as results (integrality, decentralization, hierarchization, regionalization, work process, health funding and social control), and 35 thematic statements, categorized from concepts of figuration, interdependence and tension balance, which enabled discussions on relational dynamics between society and individuals in order to apply Unified Health System principles, and tension production to carry out the work process. We concluded that Unified Health System implementation-ridden changes reflected on such professionals' work process even indirectly.
Key-words: Nursing/ Health public policies/ Unified Public Health System.
 

Bibliografía

1. Elias N. On the process of civilisation: revised edition: collected works of Norbert Elias. Dublin (IE): University College Dublin Press; 2012.

2. Veiga CG. Cuestiones teóricas y conceptuales para la investigación de la psicogénesis y sociogénesis de los procesos escolarizadores. Univ Humaníst. 2011 Ene-Jun; 71: 85-100.

3. Paim J, Travassos C, Almeida C, Bahia L, Macinko J. The Brazilian health system: history, advances, and challenges. Lancet. 2011; 377(9779):1778-97.

4. Macinko J, Oliveira VB, Turci MA, Guanais FC, Bonolo PF, Lima-Costa MF. The influence of primary care and hospital supply on ambulatory care-sensitive hospitalizations among adults in Brazil, 1999-2007. Am J Public Health. 2011 Oct; 101(10):1963-70.

5. Minayo MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 12ª edição. São Paulo (SP): Hucite; 2010.

6. Fiorin JL, Savioli FP. Para entender o texto: leitura e redação. 17ª edição. São Paulo (SP): Ática, 2007.

7. Brasil. Lei nº 8.080, de 19 de setembro de 1990. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, 20 Set. 1990.

8. Mendes EV. As redes de atenção à saúde. Ciênc Saúde Coletiva. 2010 Aug; 15(5):2297-305.

9. Mendes EV. As redes de atenção à saúde. Organização Pan-Americana da Saúde. Brasília (DF): OPAS; 2011.

10. Spedo SM, Pinto NRS, Tanaka OY. O difícil acesso a serviços de média complexidade do SUS: o caso da cidade de São Paulo, Brasil. Physis. 2010; 20(3):953-72.

11. Protasio APL, Silva PB, Lima EC, Gomes LB, Machado LS, Valença AMG. Avaliação do sistema de referência e contrarreferência do estado da Paraíba segundo os profissionais da Atenção Básica no contexto do 1º ciclo de Avaliação Externa do PMAQ-AB. Saúde Debate. 2014 Out; 38(esp):209-20.

12. Brito-Silva K, Bezerra AFB, Tanaka OY. Direito à saúde e integralidade: uma discussão sobre os desafios e caminhos para sua efetivação. Interface. 2012 Abr; 16(40):249-60.

13. Coser C, Machado-da-Silva CL. Práticas de Assistência no HC-UFPR: a Dinâmica do Processo no Período 1961-2008. In: Anais do Encontro da ANPAD, XXXIV, 2010, p.1-17, Rio de Janeiro, Brasil. Rio de Janeiro (RJ). 2010 [acesso 2013 Out 01]. Disponível em: http://www.anpad.org.br/diversos/trabalhos/EnANPAD/enanpad_2010/EOR/2010_EOR2489.pdf

14. Silva C.L da, Rotta CV. O dilema da universalidade e financiamento público do Sistema Único de Saúde no Brasil. Textos & Contextos. 2012 Ago-Dez; 11(2):333-345.

15. Mendes A. A longa batalha pelo financiamento do SUS. Saúde Soc. 2013; 22(4):987-93.

16. Esteves RJ. The quest for equity in Latin America: a comparative analysis of the health care reforms in Brazil and Colombia. Int J Equity Health. 2012 Feb 2;11:6.

17. Mendes JDV, Bittar OJNV. Perspectivas e desafios da gestão pública no SUS. Rev Fac Cienc Med Sorocaba [online]. 2014 [acesso 2015 abr 27]; 16(1):35-9. Disponível em http://pesquisa.bvs.br/brasil/resource/pt/ses-27426.

18. Montekio VB, Medina G, Aquino R. Sistema de salud de Brasil. Salud Pública Méx. 2011 Jan; 53(Suppl 2):120-31.

19. Almeida MCP. A formação do enfermeiro frente à reforma sanitária. Cad Saúde Pública. 1986 Out-Dez; 2(4):505-10.

20. Barreto IS, Krempel MC, Humerez DC. O Cofen e a Enfermagem na América Latina. Enferm Foco 2011; 2(4):251-4.

21. Silva RPG, Rodrigues RM. Sistema Único de Saúde e a graduação em enfermagem no Paraná. Rev Bras Enferm. 2010; 63(1):66-72.

22. Melo MRAC, Fávero N, Évora YDM, Nakao JRS. Modificações no atendimento de enfermagem hospitalar decorrentes do Sistema Único de Saúde (SUS). Rev Latino-Am Enfermagem. 1998 Out; 6(4):5-14.

23. Brasil. Resolução n. 333, de 04 de novembro de 2003: aprova as diretrizes para criação, reformulação, estruturação e funcionamento dos Conselhos de Saúde. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, 4 Dez. 2003.

24. Soratto J, Witt RR. Participação e controle social: percepção dos trabalhadores da saúde da família. Texto Contexto Enferm [online]. 2013 [acesso 2015 Apr 21]; 22(1):89-96. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-07072013000100011&lng=en

25. Cotta RMM, Martins PC, Batista RS, Franceschinni SCC, Priore SE, Mendes FF. O controle social em cena: refletindo sobre a participação popular no contexto dos Conselhos de Saúde. Physis. 2011; 21(3):1121-37.

26. Organização Pan-Americana da Saúde. Redes e regionalização em saúde no Brasil e na Itália: lições aprendidas e contribuições para o debate. Brasília (DF); 2011.

27. Fleury S. Brazil's health-care reform: social movements and civil society. Lancet. 2011 May; 377(9779):1724-25.

Principio de p�gina 

Pie Doc

 

RECURSOS CUIDEN

 

RECURSOS CIBERINDEX

 

FUNDACION INDEX

 

GRUPOS DE INVESTIGACION

 

CUIDEN
CUIDEN citación

REHIC Revistas incluidas
Como incluir documentos
Glosario de documentos periódicos
Glosario de documentos no periódicos
Certificar producción
 

 

Hemeroteca Cantárida
El Rincón del Investigador
Otras BDB
Campus FINDEX
Florence
Pro-AKADEMIA
Instrúye-T

 

¿Quiénes somos?
RICO Red de Centros Colaboradores
Convenios
Casa de Mágina
MINERVA Jóvenes investigadores
Publicaciones
Consultoría

 

INVESCOM Salud Comunitaria
LIC Laboratorio de Investigación Cualitativa
OEBE Observatorio de Enfermería Basada en la Evidencia
GED Investigación bibliométrica y documental
Grupo Aurora Mas de Investigación en Cuidados e Historia
FORESTOMA Living Lab Enfermería en Estomaterapia
CIBERE Consejo Iberoamericano de Editores de Revistas de Enfermería