ENTRAR            

 


 

Texto & Contexto. ISSN:0104-0707 23720

 

 

 

ARTIGO ORIGINAL

 

Ir a Sumario

 

 

Full text - English version

 

 

Atualização do habitus profissional dos enfermeiros do instituto nacional de câncer (1980-1990)*

Maria Cristina Frères de Souza,1 Maria Angélica de Almeida Peres,2 Gizele da Conceição Soares Martins,3 Antonio José de Almeida Filho4
1
Doutora em Enfermagem. Enfermeira da Educação Continuada do Instituto Nacional de Câncer - Hospital do Câncer I. Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil. 2Doutora em História da Enfermagem. Professora Adjunto do Departamento de Enfermagem Fundamental da EEAN/UFRJ. Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil. 3Doutoranda em Enfermagem. Docente do Curso de Enfermagem da UFRJ. Rio de Janeiro, Brasil. 4Doutor em Enfermagem. Professor Associado do Departamento de Enfermagem Fundamental da EEAN/UFRJ. Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil

Recebido: 26 de abril de 2013
Aprovado: 27 de setembro de 2013

Texto Contexto Enferm 23(3): 720-727
*Recorte da tese - O Instituto Nacional de Câncer como locus de atualização e reconhecimento nacional do capital científico dos enfermeiros em oncologia (1980-1990), apresentada ao Curso de Doutorado da Escola de Enfermagem Anna Nery (EEAN) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em 2012 

 

 

 

Cómo citar este documento

Souza, Maria Cristina Frères de; Peres, Maria Angélica de Almeida; Martins, Gizele da Conceição Soares; Almeida Filho, Antonio José de. Atualização do habitus profissional dos enfermeiros do instituto nacional de câncer (1980-1990). Texto Contexto Enferm, jul-sep 2014, 23(3). Disponible en <http://www.index-f.com/textocontexto/2014/23720.php> Consultado el

 

Resumo

Estudo histórico-social, com objetivos de caracterizar as áreas de atuação dos enfermeiros do Instituto Nacional de Câncer, onde houve a necessidade de incorporar novos conhecimentos em oncologia, e de discutir os ganhos simbólicos para os enfermeiros. As fontes primárias foram documentos escritos e orais, analisados segundo os conceitos de habitus e capital científico de Pierre Bourdieu. Evidenciou-se que, na década de 1980, a posição do Instituto Nacional de Câncer, no campo da assistência ao câncer no Brasil, fez com que os enfermeiros incorporassem novos conhecimentos nas áreas de cirurgia oncológica, oncologia clínica e transplante de medula ossea. As competências e procedimentos de enfermagem foram reorganizados e novas rotinas de atendimento ao paciente foram estruturadas. Conclui-se que as estratégias para ocupação desse espaço se desenvolveram através do compartilhamento de conhecimento científico, com visibilidade do capital científico no campo da oncologia e assistência altamente especializada, obtendo reconhecimento nacional.
Palavras chave: Enfermagem/ História da enfermagem/ Enfermagem oncológica/ Prática profissional.
 

Resumen
Atualización del habitus profesional de los enfermeros del instituto nacional de câncer (1980-1990)

Estudio histórico y social, que objetivó caracterizar las áreas de actuación de los enfermeros de Instituto Nacional del Cáncer, donde hubo la necesidad de incorporar nuevos conocimientos en oncología y discutir las ganancias simbólicas para los enfermeros. Las fuentes primarias fueron documentos escritos y orales, analizados según los conceptos de habitus y capital científico de Pierre Bourdieu. Se evidenció que en la que década de 1980, la posición de Instituto en el campo de la asistencia al cáncer en Brasil, ha contribuido para que los enfermeros incorporasen nuevos conocimientos en las áreas de cirugía oncológica, oncología clínica y trasplante de Medula Ósea. Las competencias y procedimientos de enfermería fueron reorganizados y nuevas rutinas de atendimiento al paciente fueron estructuradas. Se concluye que las estrategias para la ocupación de este espacio se desarrollaron a través del compartimiento del conocimiento científico, con visibilidad de capital científico en el campo de la Oncología yAsistencia altamente especializada, obteniendo reconocimiento nacional.
Palabras clave: Enfermería/ Historia de la enfermería/ Enfermería oncológica/ Práctica profesional.
 

Abstract
Update of the professional habitus from the nurses at the national cancer institute (1980-1990)

Social historical study, whose goals are: to characterize the practice areas of nurses from the National Cancer Institute, where there was a need to incorporate new knowledge in oncology and discuss the symbolic gains for nurses. The primary sources were oral and written documents, analyzed according to Pierre Bourdieu's concepts of habitus and scientific capital. It was evident that, in the 1980s, the position of the Institute in the field of cancer care in Brazil, made the nurses acquire new knowledge in the areas of cancer surgery, clinical oncology and bone marrow transplantation. The nursing competences and procedures were reorganized and new patient care routines were structured. It is concluded that the strategies to occupy this space were developed through the sharing of scientific knowledge, with visibility of the scientific capital in the field of oncology and highly specialized care, getting national recognition.
Key-words: Nursing/ History of nursing/ Oncologic nursing/ Professional practice.
 

Referências

1.  Teixeira LA, coordenador. De doença desconhecida a problema de saúde pública: o INCA e o controle do câncer no Brasil. Rio de Janeiro (RJ): Ministério da Saúde; 2007.

2.  Ministério da Saúde (BR). Instituto Nacional de Câncer. Instituto Nacional de Câncer - 50 anos. Rio de Janeiro (RJ): INCA; 1989.

3.  Ministério da Saúde (BR). Instituto Nacional de Câncer. Campanha Nacional de Combate ao Câncer: plano de trabalho de 1989. Rio de Janeiro (RJ): INCA; 1989 b.

4.  Padilha MICS, Borenstein MS. O método de pesquisa histórica na enfermagem. Texto Contexto Enferm [online]. 2005 Out-Dez [acesso 05 Ago 2012]; 14(4):575-84. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v14n4/a15v14n4.pdf

5.  Bourdieu P. Os usos sociais da ciência: por uma sociologia clínica do campo científico. São Paulo (SP): UNESP; 2004.

6.  Bourdieu P. Escritos de Educação. 2ª ed. Rio de Janeiro (RJ): Editora Vozes; 1998.

7.  Bourdieu P. O poder simbólico. Rio de Janeiro (RJ): Bertrand; 2001.

8.  Barreto EMT. Levantamento administrativo de estrutura e serviços hospitalares. [relatório técnico]. Rio de Janeiro (RJ): Universidade do Estado do Rio de Janeiro; 1982.

9.  Ministério da Saúde (BR). Instituto Nacional de Câncer. Atuação de enfermagem na clínica cirúrgica de cabeça e pescoço [boletim interno/informativo]. Rio de Janeiro (RJ): INCA; 1985.

10.  Ministério da Saúde (BR) . Instituto Nacional de Câncer. Centro de Estudos e Ensino Amadeu Fialho. [boletim interno/informativo]. Rio de Janeiro (RJ): INCA; 1983.

11.  Resolução CIPLAN n. 12 de 4 de agosto de 1982. Autoriza a criação do Centro de Transplante de Medula Óssea (CEMO) do INCA. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília (DF), 04 ago. 1982. Seção 1:1

12.  Barreto EMT, Lourenço LHSC, Almeida Filho AJ. O Centro Nacional de Transplante de medula óssea no Instituto Nacional de Câncer: os primeiros desafios da implantação. Esc Anna Nery [online]. 2003 Dez [acesso 13 Ago 2012]; 7(3):406-12. Disponível em: http://www.redalyc.org/pdf/1277/127718223012.pdf

13.  Ministério da Saúde (BR) . Instituto Nacional de Câncer. Centro de Estudos e Ensino Amadeu Fialho. [boletim interno/informativo]. Rio de Janeiro (RJ): INCA; 1983.

14.  Ministério da Saúde (BR) . Instituto Nacional de Câncer. Ações de enfermagem para o controle do câncer: uma proposta de integração ensino-serviço. 3ª Ed. Rio de Janeiro (RJ): INCA; 2004.

15.  Santos RCS, Dias RS, Giordani AJ, Segreto RA, Segreto HRC. Mucosite em pacientes portadores de câncer de cabeça e pescoço submetidos à radioquimioterapia. Rev Esc Enferm USP [online]. 2011 [acesso 11 Ago 2012]; 45(6):1338-44. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v45n6/v45n6a09.pdf

16.  Sousa DM, Soares EO, Costa KMS, Pacífico ALC, Parente ACM. A vivência da enfermeira no processo de morte e morrer dos pacientes oncológicos. Texto Contexto Enferm [online]. 2009 Jan-Mar [acesso 11 Ago 2012]; 18(1):41-7. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v18n1/v18n1a05.pdf

17.  Figueiredo NMA, Tonini T, Machado WCA, Moreira MC, Leite JL. Enfermagem Oncológica: conceitos e práticas. São Caetano do Sul (SP): Yendis; 2009.

18.  Oliveira AM, Pozer MZ, Silva TA, Parreira BDM, Silva SR. Ações extencionistas voltadas para a prevenção e o tratamento do câncer ginecológico e de mama: relato de experiência. Rev Esc Enferm USP [online]. 2012 [acesso 13 Ago 2012]; 46(1):240-5. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v46n1/v46n1a32.pdf

19.  Hoga LAK. A dimensão subjetiva do profissional na humanização da assistência à saúde: uma reflexão. Rev Esc Enferm USP [online]. 2004 [acesso 22 Set 2012]; 38(1):13-20. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v38n1/02.pdf

20.  Ministério da Saúde (BR). Instituto Nacional de Câncer. Histórias da oncologia clínica do Instituto Nacional de Câncer. Rio de Janeiro (RJ): INCA; 2008

21.  Rodrigues C, Queiroz J. A situação atual do ensino de enfermagem oncológica nos cursos de graduação em enfermagem no Brasil. Rev Paul Enferm. 1988 Jan-Mar; 8(1):23-5.

22.  Moreira MC, Carvalho V, Silva MM, Sanhudo NF, Filgueira MB. Produção de conhecimento na enfermagem em oncologia: contribuição da Escola de Enfermagem Anna Nery. Esc Anna Nery [online]. 2010 Jul [acesso 22 Set 2012]; 14(3):575-84. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ean/v14n3/v14n3a20.pdf

23.  Santana CJM, Lopes GT. O cuidado especializado do egresso da residência em enfermagem do Instituto Nacional de Câncer - INCA. Esc Anna Nery [online]. 2007 Set [acesso 13 Ago 2012]; 11(3):417-22. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ean/v11n3/v11n3a04.pdf

Principio de p�gina 

Pie Doc

 

RECURSOS CUIDEN

 

RECURSOS CIBERINDEX

 

FUNDACION INDEX

 

GRUPOS DE INVESTIGACION

 

CUIDEN
CUIDEN citación

REHIC Revistas incluidas
Como incluir documentos
Glosario de documentos periódicos
Glosario de documentos no periódicos
Certificar producción
 

 

Hemeroteca Cantárida
El Rincón del Investigador
Otras BDB
Campus FINDEX
Florence
Pro-AKADEMIA
Instrúye-T

 

¿Quiénes somos?
RICO Red de Centros Colaboradores
Convenios
Casa de Mágina
MINERVA Jóvenes investigadores
Publicaciones
Consultoría

 

INVESCOM Salud Comunitaria
LIC Laboratorio de Investigación Cualitativa
OEBE Observatorio de Enfermería Basada en la Evidencia
GED Investigación bibliométrica y documental
Grupo Aurora Mas de Investigación en Cuidados e Historia
FORESTOMA Living Lab Enfermería en Estomaterapia
CIBERE Consejo Iberoamericano de Editores de Revistas de Enfermería