ENTRAR            

 


 

Texto & Contexto. ISSN:0104-0707 23521

 

 

 

ARTIGO ORIGINAL

 

Ir a Sumario

 

 

Full text - English version

 

 

A vivência em ensinar e aprender o cuidado domiciliar na graduação em enfermagem*

Ana Paula Hermann,1 Luciane Favero,2 Vânia Marli Schubert Backes,3 Elizabeth Bernardino,4 Maria Ribeiro Lacerda5
1Doutoranda em Enfermagem pelo PPGENF/UFPR. Bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Curitiba, Paraná, Brasil. 2Doutoranda em Enfermagem pelo PPGENF/UFPR. Bolsista CAPES. Curitiba,Paraná, Brasil. 3Doutora em Enfermagem. Professora Associado II do Departamento e do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina. Bolsista CNPq. Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. 4Doutora em Enfermagem. Professora Adjunto do Departamento e do PPGENF/UFPR. Curitiba, Paraná, Brasil. 5Doutora em Enfermagem. Professora Adjunto do Departamento e do PPGENF/UFPR. Bolsista CNPq. Curitiba, Paraná, Brasil

Recebido: 19 de Dezembro de 2011
Aprovado: 16 de Maio de 2013

Texto Contexto Enferm 23(3): 521-529
*Artigo resultante da dissertação - A vivência em cuidado domiciliar na graduação em enfermagem, apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Enfermagem (PPGENF) da Universidade Federal do Paraná (UFPR), em 2011 

 

 

 

Cómo citar este documento

Hermann, Ana Paula; Favero, Luciane; Backes, Vânia Marli Schubert; Bernardino, Elizabeth; Lacerda, Maria Ribeiro. A vivência em ensinar e aprender o cuidado domiciliar na graduação em enfermagem. Texto Contexto Enferm, jul-sep 2014, 23(3). Disponible en <http://www.index-f.com/textocontexto/2014/23521.php> Consultado el

 

Resumo

Os objetivos desta pesquisa foram interpretar como o ensinar e o aprender do cuidado domiciliar é vivenciado por discentes e docentes do Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Paraná e construir um modelo teórico que explicitasse essa vivência. Trata-se de pesquisa qualitativa que utilizou como método a Teoria Fundamentada nos Dados. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com oito acadêmicos do último ano da graduação em enfermagem e cinco docentes que ministram conteúdos relacionados ao tema. A vivência em cuidado domiciliar ocorre por meio da aproximação com a área em carga horária específica e se desenvolve a partir de aulas teóricas e estágio, sendo possível se deparar com diversas nuances desse tipo de assistência, o que possibilita sua compreensão no sistema de saúde e permite a ampliação dos conhecimentos relacionados ao cuidado domiciliar. Tal fato mostra que essa área deve fazer parte da graduação em enfermagem, por estar em processo de expansão e exigir profissionais preparados para desempenhá-lo.
Palavras chave : Enfermagem/ Assistência domiciliar/ Ensino/ Formação de recursos humanos.
 

Resumen
La vivencia de la enseñanza y aprendizaje del cuidado domiciliar en la graduación en enfermería

Los objetivos de esta investigación fueron interpretar como la enseñanza y el aprendizaje del cuidado domiciliar es vivido por los estudiantes y los profesores de la graduación en enfermería de la Universidad Federal del Paraná y construir un modelo teórico que explique esta experiencia. Se trata de una investigación cualitativa que utilizó como método la Teoría Fundamentada en los Datos. Fueron realizadas entrevistas semiestructuradas con ocho académicos del último año de graduación en enfermería y cinco docentes que ministran contenidos relacionados con el tema. La experiencia en cuidado domiciliar ocurre por medio de la aproximación con el área específica y se desarrolla a partir de aulas teóricas y pasantías, siendo posible depararse con diversos matices del cuidado domiciliar, lo que posibilita su comprensión en el sistema de salud y permite la ampliación de los conocimientos relacionados a esa área de actuación. Tal hecho, muestra que esta área debe hacer parte de la graduación en enfermería por estar en proceso de expansión y exigir profesionales preparados para desempeñarlo.
Palabras clave: Enfermería/ Atención domiciliar de salud/ Enseñanza/ Formación de recursos humanos.
 

Abstract
The teaching and learning experience of home care in undergraduate nursing programs

The objectives of this research were interpreted as the teaching and learning home care is experienced by students and teachers at the Nursing Undergraduate Course, at the Federal University of Paraná and build a theoretical model that explain this experience. It is a qualitative research that used the Grounded Theory method. Semi-structured interviews were performed with eight of the last academic year of nursing undergraduate course and five professors of content related to the topic. The experience in home care occurs and grows out in contact with reality through interaction between practical and theoretical issues and stage with specific working hours. The student comes across various nuances of this type of assistance, which allows understanding the health system and knowledge expansion related to home care. This fact shows that this area of expertise should be part of nursing undergraduate course because it is in expanding process and requires trained professionals to perform it.
Key-words: Nursing/ Home nursing/ Teaching/ Human resources formation.
 

Referências

1.  Backes VMS, Nietsche EA. O processo ensinar e aprender e seus reflexos na saúde e enfermagem. In: Nietsche EA, organizador. O processo educativo na formação e na práxis dos profissionais da saúde: desafios, compromissos e utopias. Santa Maria (RS): UFSM; 2009. p. 123-42.

2.  March C, Fernandez VS, Pinheiro R. Ampliando saberes e práticas sobre a formação em saúde: processos de inovação e caminhos para a transformação. In: Pinheiro R, Ceccim RB, Mattos RA, organizadores. Ensinar saúde: a integralidade e o SUS nos cursos de graduação na área da saúde. 2ª ed. Rio de Janeiro (RJ): IMS/UERJ/CEPESC/ ABRASCO; 2006. p. 179-204.

3.  Ito EE, Peres AM, Takahashi RT, Leite MMJ. O ensino de enfermagem e as diretrizes curriculares nacionais: utopia x realidade. Rev Esc Enferm USP. 2006 Jul-Ago; 40(4):570-5.

4.  Cruz ICF, Barros SRTP, Alves PC. Atendimento domiciliar na ótica do enfermeiro especialista. Rev Enferm UERJ. 2002 Jan-Abr; 10(1):13-6.

5.  Ministério da Educação (BR), Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CES n. 3, de 07 de novembro de 2001. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Enfermagem. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil. Brasília (DF): ME; 2001 [ acesso 2009 Jun 13]. Disponível em: http://www.ufv.br/seg/diretrizes/efg.pdf

6.  Martins SK, Mathias JJS, Meier MJ, Lacerda MR. O enfermeiro docente e o ensino do cuidado domiciliar na graduação. Cogitare Enferm. 2005 Mai-Ago; 10(2):84-9.

7.  Strauss A, Corbin J. Pesquisa qualitativa: técnicas e procedimentos para o desenvolvimento de teoria fundamentada. 2ª ed. Porto Alegre (RS): Artmed; 2008.

8.  Camargo TB. O ensino do cuidado domiciliar nos cursos de graduação em enfermagem do município de Curitiba (PR) [monografia]. Curitiba (PR): Universidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde; 2007.

9.  Delors J. Educação: um tesouro a descobrir. São Paulo (SP): Cortez; 2003.

10.  Persegona KR, Teixeira RC, Lacerda MR, Mantovani MF, Zagonel IPS. A dimensão expressiva do cuidado em domicílio: um despertar a partir da prática docente. Cogitare Enferm. 2007 Jul-Set; 12(3):386-91.

11.  Thumé E, Dilelio AS, Ende RBV, Marques CC, Oliveira TA, Costa CM. Cuidado domiciliar no Programa de Saúde da Família: a utilização de novos instrumentos para subsidiar a prática. Ciênc Cuidado Saúde. 2003 Jan-Jun; 2(1):75-8.

12.  Hermann AP, Lacerda MR. Atendimento domiciliar à saúde: um relato de experiência. Cogitare Enferm. 2007 Out-Dez; 12(4):513-8.

13.  Brondani CM, Beuter M, Alvim NAT, Szareski C, Rocha LS. Cuidadores e estratégias no cuidado ao doente na internação domiciliar. Texto Contexto Enferm. 2010 Jul-Set; 19(3):504-10.

14.  Feuerwerker LCM, Merhy EE. A contribuição da atenção domiciliar para a configuração de redes substitutivas de saúde: desinstitucionalização e transformação de práticas. Rev Panam Salud Publica. 2008 Mai-Jun; 24(3):180-8.

15.  Kerber NPC, Kirchhof ALC, Cesar-Vaz MR. Atenção domiciliária e direito à saúde: uma experiência na rede pública brasileira. Acta Paul Enferm. 2010 Mar-Abr; 23(2):244-50.

16.  Martins SK, Lacerda MR. O atendimento domiciliar à saúde e as políticas públicas em saúde. Rev RENE. 2008 Abr-Jun, 9(2):148-56.

17.  Lacerda MR. Cuidado domiciliar: em busca da autonomia do indivíduo e da família - na perspectiva da área pública. Ciênc Saúde Coletiva. 2010 Ago; 15(5):2621-6.

18.  Ministério da Saúde (BR), Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, Organização Pan-Americana da Saúde. Reunião regional dos observatórios de recursos humanos em saúde - Chamado a ação de Toronto 2006-2015: rumo a uma década de recursos humanos em saúde nas Américas. Brasília (DF): MS; 2006.

19.  Ministério da Saúde (BR), Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, Departamento de Gestão da Educação em Saúde. Política Nacional de Educação Permanente em Saúde. Brasília (DF): MS; 2009.

20. World Health Organization. Home care in Europe [online]. 2008 [acesso 2010 Jan 22]. Disponível em: http://www.euro.who.int/_data/assets/pdf_file/0005/96467/E91884.pdf

21.  Tull KB, Carroll RM. Advanced practice nursing in home health. Home Health Care Manage Prac. 2004 Fev; 16(2):81-8.

Principio de p�gina 

Pie Doc

 

RECURSOS CUIDEN

 

RECURSOS CIBERINDEX

 

FUNDACION INDEX

 

GRUPOS DE INVESTIGACION

 

CUIDEN
CUIDEN citación

REHIC Revistas incluidas
Como incluir documentos
Glosario de documentos periódicos
Glosario de documentos no periódicos
Certificar producción
 

 

Hemeroteca Cantárida
El Rincón del Investigador
Otras BDB
Campus FINDEX
Florence
Pro-AKADEMIA
Instrúye-T

 

¿Quiénes somos?
RICO Red de Centros Colaboradores
Convenios
Casa de Mágina
MINERVA Jóvenes investigadores
Publicaciones
Consultoría

 

INVESCOM Salud Comunitaria
LIC Laboratorio de Investigación Cualitativa
OEBE Observatorio de Enfermería Basada en la Evidencia
GED Investigación bibliométrica y documental
Grupo Aurora Mas de Investigación en Cuidados e Historia
FORESTOMA Living Lab Enfermería en Estomaterapia
CIBERE Consejo Iberoamericano de Editores de Revistas de Enfermería