ENTRAR            

 


 

Texto & Contexto. ISSN:0104-0707

 

 

 

ARTIGO ORIGINAL

 

Ir a Sumario

 

 

Full text - English version

 

 

Rede social de apoio de enfermeiras-mães no cuidado com os filhos1

Bruna Caroline Rodrigues,2 Verônica de Azevedo Mazza,3 Ieda Harumi Higarashi4
2Mestre em Enfermagem. Enfermeira da Unidade de Pronto Atendimento Zona Norte. Paraná, Brasil. 3Doutora em Enfermagem. Professora Adjunto do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Paraná. Paraná, Brasil. 4Doutora em Educação. Professora Associado do Departamento de Enfermagem e do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Estadual de Maringá. Paraná, Brasil

Recebido: 18 de Abril de 2013
Aprovado: 24 de Abril de 2014

Texto Contexto Enferm 23(2): 460-468
1Este estudo é parte integrante da pesquisa de dissertação -"Mães enfermeiras: o processo de cuidado dos filhos no contexto de vida e trabalho", apresentado ao Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Estadual de Maringá. Paraná, Brasil, em 2012

 

 

 

Cómo citar este documento

Rodrigues, Bruna Caroline; Mazza, Verônica de Azevedo; Higarashi, Ieda Harumi. Rede social de apoio de enfermeiras-mães no cuidado com os filhos. Texto Contexto Enferm, abr-jun 2014, 23(2). Disponible en <http://www.index-f.com/textocontexto/2014/23227.php> Consultado el

 

Resumo

Trata-se de um estudo descritivo-exploratório, com abordagem qualitativa, que objetivou caracterizar o suporte social de enfermeiras-mães no processo de cuidar dos filhos. Os sujeitos da pesquisa foram dez enfermeiras-mães. A seleção das mães se deu pela técnica de bola de neve. A coleta de dados ocorreu no período de novembro de 2011 a janeiro de 2012, por meio de entrevista semiestruturada e construção de genogramas e ecomapas das famílias. Os dados foram analisados conforme técnica de análise de conteúdo de Bardin, que levaram à configuração de duas categorias: (1) O retorno ao trabalho: importância do apoio familiar e (2) A família e seus contextos interativos: tipos de vínculos. A rede de apoio social da família torna-se essencial na vida destas mulheres, que precisam do suporte, auxílio e orientação no encaminhamento de suas atividades neste cotidiano de sobrecarga.
Palavras chave: Mães/ Enfermagem/ Trabalho/ Apoio social.


Abstract
Social support network of nurses for the care of their own children

This exploratory descriptive study, using a qualitative approach, aimed to characterize the social support of nurses in the care of their own children. The participants were ten nurses who were mothers, selected through a snowball method. Data collection occurred from November 2011 to January 2012 through semi-structured interviews and construction of families' genograms and ecomaps. Data were analyzed through Bardin content analysis, leading to the establishment of two categories: (1) Returning to work: the importance of family support and (2) The family and their interactive contexts: types of bonds. The social support network of the family is essential to the lives of these women, who need support, assistance and guidance in directing their activities in everyday overload.
Key-words: Mothers/ Nursing/ Work/ Social support.


Resumen
Red social de apoyo de las madres enfermeras en el cuidado con los hijos

Se trata de un estudio descriptivo-exploratorio con abordaje cualitativo, cuyo objetivo fue caracterizar el apoyo social de las madres enfermeras en el cuidado de los niños. Los sujetos fueron 10 madres enfermeras. En el proceso de selección de las madres se utilizó la técnica de bola de nieve. Los datos fueron recolectados en el período de noviembre de 2011 hasta enero de 2012, por medio de la realización de entrevistas, utilizando una pauta semiestructurada y la construcción de genogramas y ecomapas de las familias. Los datos fueron analizados a partir del técnica de análisis de contenido de Bardin que llevó a la creación de dos categorías: (1) El volver al trabajo: la importancia del apoyo familiar y (2) La familia y sus contextos interactivos: tipos de enlaces. La red de apoyo social de la familia es esencial para la vida de estas mujeres, que necesitan el apoyo, la asistencia y orientación en la dirección de sus actividades en la sobrecarga diaria.
Palabras clave: Madres/ Enfermería/ Trabajo/ Apoyo social.
 

Referências

1. Rapoport A, Piccinini CA. Maternidade e situações estressantes no primeiro ano de vida do bebê. Psico-USF. 2011 Maio-Ago; 16(2):215-25.

2. Rowan C, Bick D, Bastos MH. Postnatal debriefing interventions to prevent maternal mental health problems after birth: exploring the gap between the evidence and UK policy and practice. Worldviews Evid Based Nurs. 2007 Jun; 4(2):97-105.

3. Brusamarello T, Guimarães AN, Labronici LM, Mazza VA, Maftum MA. Redes sociais de apoio de pessoas com transtornos mentais e familiares. Texto Contexto Enferm. 2011 Jan-Mar; 20(1):33-40.

4. Alexandre AMC, Labronici LM, Maftum MA, Mazza VA. Mapa da rede social de apoio às famílias para a promoção do desenvolvimento infantil. Rev Esc Enferm USP. 2012 Abr; 46(2):272-79.

5. Souza MHN, Gomes TNC, Paz EPA, Trindade CS, Veras RCC. Estratégia acolhimento mãe-bebê: aspectos relacionados à clientela atendida em uma unidade básica de saúde do município do Rio de Janeiro. Esc Anna Nery. 2011 Out-Dez; 15(4):671-77.

6. Souza ML, Sartor VVB, Padilha MICS, Prado ML. O cuidado em enfermagem - uma aproximação teórica. Texto Contexto Enferm. 2005 Abr-Jun; 14(2):266-70.

7. Cunha RR, Pereira LS, Gonçalves ASR, Santos EKA, Radünz V, Heidemann ITSB. Promoção da saúde no contexto paroara: possibilidade de cuidado de enfermagem. Texto Contexto Enferm. 2009 Jan-Mar; 18(1):170-6.

8. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas - Cidades - Sistema de Informações - Maringá - PR. [página da internet]. Brasília (DF): MS;2011 [acesso em: 2011 Out 05]. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/cidadesat/topwindow.htm?1.

9. Taylor SJ, Bogdan R. Introduction to qualitative research methods. Nova York (EUA): John Wiley & Sons; 1998.

10. Biernacki P, Waldorf D. Snowball samplingproblems and techniques of chain referral sampling. Sociol. Methods Res. 1981 Nov; 10:141-43.

11. Wright LM, Leahey M. Enfermeiras e famílias: um guia para avaliação e intervenção na família. 4ª ed. São Paulo (SP): Roca; 2008.

12. Sassá AH. Assistência domiciliar de enfermagem ao bebê nascido com muito baixo peso e sua família [dissertação]. Maringá (PR): Universidade Estadual de Maringá. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; 2011.

13. Caldeira DA, Gonçalves E. Avaliação de impacto da implantação da Iniciativa a Hospital Amigo da Criança. Arch Pediatr Urug. 2009 Jun; 80(2):144-49.

14. Bardin, L. Análise de conteúdo. Lisboa (PT): Edições 70; 2011.

15. Nascimento LC, Rocha SMM, Hayes VE. Contribuições do genograma e do ecomapa para o estudo de famílias em enfermagem pediátrica. Texto Contexto Enferm. 2005 Abr-Jun; 14(2):280-6.

16. Merighi MAB, Jesus MCP, Domingos SRF, Oliveira DM, Baptista PCP. Ser docente de enfermagem, mulher e mãe: desvelando a vivência sob a luz da fenomenologia social. Rev Latino-Am Enferm [online]. 2011 Jan-Fev [acesso 2012 Jun 02]; 19(1):8telas. Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=281421953022.

17. Spíndola T. Mulher, mãe...e trabalhadora de enfermagem. Rev Esc Enferm USP. 2000 Dez; 34(4):354-61.

18. Almeida LS. Mãe, cuidadora e trabalhadora: as múltiplas identidades de mães que trabalham. Rev Depart Psicol UFF. 2007 Jul-Dez; 19(2):411-22.

19. Rocha LP, Almeida MCV, Silva MRS, Cezar-Vaz MR. Influência recíproca entre atividade profissional e vida familiar: percepção de pais/mães. Acta Paul Enferm. 2011 Mai-Jun; 24(3):373-80.

20. Takemoto AY, Santos AL, Okubo P, Bercini LO, Marcon SS. Preparo e apoio à mãe adolescente para a amamentação. Cienc Cuid Saude. 2011 Jul-Set; 10(3):444-51.

21. Silva BT, Santiago LB, Lamonier JA. Apoio paterno ao aleitamento materno: uma revisão integrativa. Rev Paul Pediatr. 2012 Jan-Mar; 30(1):122-30.

22. Di Primio AO, Schwartz E, Bielemann VLM, Burille A, Zillmer JGV, Feijó AM. Rede social e vínculos apoiadores das famílias de crianças com câncer. Texto Contexto Enferm. 2010 Abr-Jun; 19(2):334-42.

23. Svartman B. Transubjetividade - sociedade atual: a importância das redes de apoio. Rev SPAGESP. 2003 Dez; 4(4):29-36.

24. Dias J, Nascimento LC, Mendes IJM, Rocha SMM. Promoção de saúde das famílias de docentes de enfermagem: apoio, rede social e papéis na família. Texto Contexto Enferm. 2007 Out-Dez; 16(4):688-95.

Principio de p�gina 

Pie Doc

 

RECURSOS CUIDEN

 

RECURSOS CIBERINDEX

 

FUNDACION INDEX

 

GRUPOS DE INVESTIGACION

 

CUIDEN
CUIDEN citación

REHIC Revistas incluidas
Como incluir documentos
Glosario de documentos periódicos
Glosario de documentos no periódicos
Certificar producción
 

 

Hemeroteca Cantárida
El Rincón del Investigador
Otras BDB
Campus FINDEX
Florence
Pro-AKADEMIA
Instrúye-T

 

¿Quiénes somos?
RICO Red de Centros Colaboradores
Convenios
Casa de Mágina
MINERVA Jóvenes investigadores
Publicaciones
Consultoría

 

INVESCOM Salud Comunitaria
LIC Laboratorio de Investigación Cualitativa
OEBE Observatorio de Enfermería Basada en la Evidencia
GED Investigación bibliométrica y documental
Grupo Aurora Mas de Investigación en Cuidados e Historia
FORESTOMA Living Lab Enfermería en Estomaterapia
CIBERE Consejo Iberoamericano de Editores de Revistas de Enfermería