ENTRAR            

 


 

Texto & Contexto. ISSN:0104-0707

 

 

 

ARTIGO ORIGINAL

 

Ir a Sumario

 

 

Full text - English version

 

 

A tomada de decisão da equipe de enfermagem após revitalização do modelo compartilhado de gestão

Karen Yukari Hayashida,1 Andrea Bernardes,2 Vanessa Gomes Maziero,3 Carmen Silvia Gabriel4
1Enfermeira. Pesquisadora do Núcleo de Pesquisa em Liderança, Gestão e Gerenciamento de Serviços de Saúde da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP), Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, Brasil. 2Doutora em Gerenciamento Hospitalar. Professora do Departamento de Enfermagem Geral e Especializada da EERP/USP. Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil. 3Mestranda do Programa de Enfermagem Fundamental da EERP/USP. Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil. 4Doutora em Gerenciamento Hospitalar. Professora do Departamento de Enfermagem Geral e Especializada da EERP/USP. Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil

Recebido: 24 de Abril de 2013
Aprovado: 07 de Abril de 2014

Texto Contexto Enferm 23(2): 286-293

 

 

 

Cómo citar este documento

Hayashida, Karen Yukari; Bernardes, Andrea; Maziero, Vanessa Gomes; Gabriel, Carmen Silvia. A tomada de decisão da equipe de enfermagem após revitalização do modelo compartilhado de gestão. Texto Contexto Enferm, abr-jun 2014, 23(2). Disponible en <http://www.index-f.com/textocontexto/2014/23207.php> Consultado el

 

Resumo

Objetivou-se identificar alterações ocorridas na tomada de decisão decorrentes da revitalização do modelo de gestão compartilhada e a interferência delas no cotidiano de trabalho da enfermagem, bem como identificar as dificuldades encontradas. Tratase de estudo de caso com abordagem qualitativa, desenvolvido em hospital público do estado de São Paulo. Observação participante e entrevistas semiestruturadas foram realizadas com 23 trabalhadores da enfermagem e a Assistente Técnica de Saúde. Para a análise dos dados optou-se pela análise temática de conteúdo. A revitalização do modelo de gestão não ocorreu de forma expressiva, pois muitos profissionais desconheciam esse processo. O agir compartilhado não se efetivou e a adesão ao modelo foi prejudicada, pois foi incipiente a estratégia de orientação acerca dos pressupostos do modelo gerencial. Para que seja possível a efetivação deste modelo, deve ser revisto o trabalho em equipe e a inserção de todos os envolvidos buscando um trabalho mais articulado e qualificado.
Palavras chave: Equipe de enfermagem/ Organização e administração/ Tomada de decisões/ Gestão em saúde.


Abstract
Decision-making of the nursing team after the revitalization of a decentralized management model

This study's objective was to identify changes in decision-making arising from the revitalization of the participatory management model and how these changes impacted the daily work of the nursing staff, as well as to identify potential difficulties. This qualitative case study was conducted in a public hospital in the State of São Paulo, Brazil. Participant observation and semistructured interviews were conducted with 23 nursing workers and the Health Technical Assistant. We used thematic content analysis for data analysis. The revitalization of the management model was not comprehensive because many professionals were oblivious to the process. Shared actions did not occur and adherence to the model was hampered because the workers were not fully informed of the assumptions concerning this management model. For the implementation of this model to be effective, teamwork and the inclusion of all the stakeholders should be reviewed in order to achieve more cooperative and qualified work.
Key-words: Nursing, team/ Organization and administration/ Decision-making/ Health management.


Resumen
La toma de decisiones del equipo de enfermería después de la revitalización del modelo de gestión descentralizada

Este estudio buscó identificar cambios en las decisiones derivadas de la revitalización del modelo de gestión compartida y la interferencia en el trabajo de la enfermería, así como identificar las dificultades encontradas. Estudio de caso cualitativo realizado en un hospital público en el estado de São Paulo por medio de observación participante y entrevistas semiestructuradas que fueron realizadas con 23 trabajadores de enfermería y el Asistente Técnico de Salud. Para el análisis de datos se optó por el análisis de contenido. La revitalización de la gestión no fue significativa, ya que muchos profesionales no tenían conocimiento del proceso. El acto compartido no se materializó y la adhesión al modelo fue insuficiente porque no había orientación de los supuestos del modelo. Para hacer posible la realización de este modelo de gestión, debe ser revisado el trabajo en equipo y la inclusión de todos los interesados con el fin de lograr un trabajo más articulado y calificado.
Palabras clave: Grupo de enfermería/ Organización y administración/ Toma de decisiones/ Gestión en salud.
 

Referências

1. Campos DCF, Graveto JMGN. Papel do enfermeiro e envolvimento do cliente no processo de tomada de decisão clínica. Rev Latino-Am Enferm. 2009 Nov-Dez; 17(6):1065-70.

2. Elwyn G, Frosch D, Thomson R, Joseph-Williams N, Lloyd A, Kinnersley P, et al. Shared decision making: a model for clinical practice. J Gen Intern Med. 2012 Out; 27(10):1361-7.

3. Bernardes A, Cecílio LCO, Nakao JRS, Évora YDM. Os ruídos encontrados na construção de um modelo democrático e participativo de gestão hospitalar. Cienc Saude Colet. 2007 Jul-Ago; 12(4):861-70.

4. Marquis BL, Huston CJ. Administração e liderança em enfermagem: teoria e prática. Porto Alegre (RS): Artmed; 2010.

5. Motta PR. Gestão contemporânea: a ciência e a arte de ser dirigente. 13ª ed. Rio de Janeiro (RJ): Record; 2002.

6. Bernardes A, Cecílio LCO, Évora YDM, Gabriel CS, Carvalho MB. Collective and decentralized management model in public hospitals: perspective of the nursing team. Rev Latino-Am Enferm. 2011 Jul-Ago; 19(4):1003-10.

7. Medeiros AC, Pereira QLC, Siqueira HCH, Cecagno D, Moraes CL. Gestão participativa na educação permanente em saúde: olhar das enfermeiras. Rev Bras Enferm. 2010 Jan-Fev; 63(1):38-42.

8. Moura GMSS, Magalhães AMM, Dall'Agnol CM, Hoffmeister LV. A face oculta de um processo participativo para escolha de chefias de enfermagem. Texto Contexto Enferm. 2012 Jul-Set; 21(3):528-34.

9. Robbins SP, Decenzo DA. Fundamentos de administração: conceitos essenciais e aplicações. São Paulo (SP): Prentice Hall; 2004.

10. Triviños ANS. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo (SP): Atlas; 1987. 175 p.

11. Minayo MCS, Deslandes SF, Neto OC, Gomes R, organizadores. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Rio de Janeiro (RJ): Vozes; 2010.

12. Ferraz CA. Ensaio sobre reforma políticoadministrativa hospitalar: análise sociológica da transição de modelos de gestão [Tese Livre Docência]. Ribeirão Preto (SP): Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; 2002.

13. Santos JS, Scarpelini S, Brasileiro SLL, Ferraz CA, Dallora MELV, Sá MFS. Avaliação do modelo de organização da unidade de emergência do HCFMRP-USP, adotando, como referência, as políticas nacionais de atenção às urgências e de humanização. Medicina. 2003 Abr-Dez; 36:498-515.

14. Strauss A, Corbin J. Pesquisa Qualitativa: técnicas e procedimentos para o desenvolvimento de teoria fundamentada. 2ª ed. Porto Alegre (RS): Artmed; 2008.

15. Fontanella BJB, Ricas J, Turato ER. Amostragem por saturação em pesquisas qualitativas em saúde: contribuições teóricas. Cad Saúde Pública. 2008 Jan; 24(1):17-27.

16. Correia MCB. A observação participante enquanto técnica de investigação. Pensar Enferm. 2009 Jul-Dez; 13(2):30-6.

17. Polit DF, Beck CT, Hungler BP. Fundamentos de pesquisa em enfermagem. 5º ed. Porto Alegre (RS): Artes Médicas; 2004.

18. Bardin L. Análise de conteúdo. 70ª ed. Lisboa (PT): Persona; 2007.

19. Bernardes A, Cummings G, Évora YDM, Gabriel CS. Contextualização das dificuldades resultantes da implementação do Modelo de Gestão Participativa em um hospital público. Rev Latino-Am Enferm. 2012 Nov-Dez; 20(6):1142-51.

20. Beglinger JE, Hauge B, Krause S, Ziebarth L. Shaping future nurse leaders through shared governance. Nurs Clin North Am. 2011 Mar; 46(1):129-35.

21. Moura GMSS, Magalhães AMM, Dall'Agnol CM, Juchem BC, Marona DS. Liderança em enfermagem: análise do processo de escolha das chefias. Rev Latino-Am Enferm. 2010 Nov-Dez; 18(6):1099-106.

22. Hammett P. The paradox of gifted leadership: developing the generation of leaders. Ind Commerc Train. 2008; 40(1):3-9.

23. Bernardes A, Évora YDM, Nakao JRS. Gestão Colegiada na visão dos técnicos e auxiliares de enfermagem em um hospital público brasileiro. Cienc Enferm. 2008 Set; 14(2):65-74.

24. Ciampone MHT, Melleiro MM. O planejamento e o processo decisório como instrumento do processo de trabalho gerencial. In: Kurcgant P, organizador. Gerenciamento em enfermagem. Rio de Janeiro (RJ): Guanabara Koogan; 2010. p.37-53.

25. Santos MC, Bernardes A. Comunicação da equipe de enfermagem e a relação com a gerência nas instituições de saúde. Rev Gaúcha Enferm. 2010 Jun; 31(2):359-66.

26. Newman KP. Transforming organizational culture through nursing shared governance. Nurs Clin North Am. 2011 Mar; 46(1):45-58.

27. Kramer M, Maguire P, Brewer BB. Clinical nurses in Magnet hospitals confirm productive, healthy unit work environments. J Nurs Manage. 2011 Jan; 19(1):5-17.

Principio de p�gina 

Pie Doc

 

RECURSOS CUIDEN

 

RECURSOS CIBERINDEX

 

FUNDACION INDEX

 

GRUPOS DE INVESTIGACION

 

CUIDEN
CUIDEN citación

REHIC Revistas incluidas
Como incluir documentos
Glosario de documentos periódicos
Glosario de documentos no periódicos
Certificar producción
 

 

Hemeroteca Cantárida
El Rincón del Investigador
Otras BDB
Campus FINDEX
Florence
Pro-AKADEMIA
Instrúye-T

 

¿Quiénes somos?
RICO Red de Centros Colaboradores
Convenios
Casa de Mágina
MINERVA Jóvenes investigadores
Publicaciones
Consultoría

 

INVESCOM Salud Comunitaria
LIC Laboratorio de Investigación Cualitativa
OEBE Observatorio de Enfermería Basada en la Evidencia
GED Investigación bibliométrica y documental
Grupo Aurora Mas de Investigación en Cuidados e Historia
FORESTOMA Living Lab Enfermería en Estomaterapia
CIBERE Consejo Iberoamericano de Editores de Revistas de Enfermería