ENTRAR            

 


 

Texto & Contexto. ISSN:0104-0707

 

 

 

ARTIGO ORIGINAL

 

Ir a Sumario

 

 

Full text - English version

 

 

Busca de pacientes sintomáticos respiratórios: atuação do agente comunitário de saúde no controle da tuberculose em município de grande porte, Brasil

Beatriz Estuque Scatolin,1 Erika Simone Galvão Pinto,2 Ricardo Alexandre Arcêncio,3 Rubia Laine de Paula Andrade,4 Anneliese Domingues Wysocki,5 Maria Amélia Zanon Ponce,6 Tiemi Arakawa,7 Aline Ale Beraldo,8 Tereza Cristina Scatena Villa,9 Pedro Fredemir Palha10
1Doutoranda do Programa Interunidades de Doutoramento em Enfermagem da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP) da Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, Brasil. 2Doutora em Enfermagem. Professora da Universidade Federal do Rio Grande Norte. Rio Grande do Norte, Brasil. 3Doutor em Enfermagem. Professor Adjunto do Departamento de Enfermagem Materno-Infantil e Saúde Pública da EERP/USP. São Paulo, Brasil. 4Doutora em Ciências da Saúde. Especialista em Laboratório do Departamento Materno-Infantil e Saúde Pública de São Paulo. São Paulo, Brasil. 5Doutoranda do Programa Interunidades de Doutoramento em Enfermagem da EERP/USP. São Paulo, Brasil. 6Doutora em Ciências da Saúde. Professora de enfermagem e medicina da Faculdade Ceres (FACERES). São Paulo, Brasil. 7Doutoranda do Programa de Enfermagem em Saúde Pública da EERP/USP. São Paulo, Brasil. 8Doutoranda do Programa Interunidades de Doutoramento em Enfermagem da EERP/USP. São Paulo, Brasil. 9Doutora em Enfermagem. Professora Titular do Departamento de Enfermagem Materno-Infantil e Saúde Pública da EERP/USP. São Paulo, Brasil. 10Doutor em Enfermagem. Professor Livre-Docente do Departamento de Enfermagem Materno-Infantil e Saúde Pública da EERP/USP. São Paulo, Brasil

Recebido: 03 de Maio de 2012
Aprovado: 17 de Fevereiro de 2014

Texto Contexto Enferm 23(2): 261-269

 

 

 

Cómo citar este documento

Scatolin, Beatriz Estuque; Pinto, Erika Simone Galvão; Arcêncio, Ricardo Alexandre; Andrade, Rubia Laine de Paula; Wysocki, Anneliese Domingues; Ponce, Maria Amélia Zanon; Arakawa, Tiemi; Beraldo, Aline Ale; Villa, Tereza Cristina Scatena; Palha, Pedro Fredemir. Busca de pacientes sintomáticos respiratórios: atuação do agente comunitário de saúde no controle da tuberculose em município de grande porte, Brasil. Texto Contexto Enferm, abr-jun 2014, 23(2). Disponible en <http://www.index-f.com/textocontexto/2014/23204.php> Consultado el

 

Resumo

Este estudo analisou a atuação do Agente Comunitário de Saúde na busca de sintomáticos respiratório em Ribeirão Preto-SP. Trata-se de estudo de corte transversal, realizado em 2009-2010, através de formulário estruturado aplicado a 105 Agentes Comunitários de Saúde e consulta a dados secundários. Criou-se indicadores a partir das médias das variáveis que apresentaram escala Likert de resposta, sendo insatisfatório (valor 1 e 2), regular (3) e satisfatório (4 e 5). Verificaram-se deficiências na atuação do Agente Comunitário na investigação dos sintomáticos respiratórios (média=3,0), na discussão sobre tuberculose com a comunidade (média=1,5) e no estabelecimento de parcerias no território para a busca de sintomáticos respiratórios (média=1,9). Apenas 6% dos sintomáticos respiratórios esperados nas áreas adscritas das unidades dos entrevistados foram examinados. Os resultados reforçam a necessidade de supervisão de enfermagem, uma nova lógica de trabalho, com avanços na articulação intersetorial, visando o incremento na detecção de casos de tuberculose.
Palavras chave: Agentes comunitários de saúde/ Vigilância epidemiológica/ Tuberculose/ Enfermagem.


Abstract
Active case finding: community health workers' activity related to tuberculosis control in a large city, Brazil

This study analyzed the Community Health Workers' activity in active case finding in Ribeirão Preto-SP. Cross sectional study, conducted in 2009-2010, with the use of a structured form, which was applied to 105 Community Health Workers and research of secondary data. Indicators were created based on the variable means that used the Likert scale for the answers, being dissatisfactory (scores 1 and 2), regular (3) and satisfactory (4 and 5). Deficiencies in the activity of the Community Workers in the active case finding were identified (mean=3.0), in the discussion with the community about the tuberculosis (mean=1.5) and in the establishment of partnership in the region for the active case finding (mean=1.9). Only 6% of the expected respiratory symptoms in the areas where the units of the participants are located were examined. The results reinforced the need for nursing supervision, a new work logic, with advances in the intersectional articulation, aimed at increasing the detection of tuberculosis cases.
Key-words: Community health workers/ Epidemiological surveillance/ Tuberculosis/ Nursing.


Resumen
Búsqueda de pacientes sintomáticos respiratorios: actuación del agente comunitario de salud en el control de la tuberculosis en una municipalidad grande de Brasil

Este estudio examinó el papel del Agente Comunitario de Salud en la búsqueda de pacientes sintomáticos respiratorios en Ribeirão Preto-SP. Estudio transversal, realizado en 2009 utilizando formulario aplicado a 105 Agentes Comunitarios de Salud y consulta de datos secundarios. Los indicadores fueron creados a partir de medias de cuestiones que presentaron escala de respuesta tipo Likert, que se evaluó como insatisfactorio (valor de 1 y 2), regular (3), satisfactorio (4 y 5). Hubo deficiencias en el desempeño en búsqueda de sintomáticos respiratorios (media=3,0), discusión con la comunidad (media=1,5) y establecimiento de asociaciones en el territorio para búsqueda de sintomáticos respiratorios (media=1,9). Sólo 6% de los sintomáticos respiratorios esperados en las áreas de estudio fueron examinados. Se refuerza la necesidad de la enfermería en supervisión de los Agentes Comunitarios, una nueva lógica de trabajo, con avances en la coordinación intersectorial, teniendo como objetivo el aumento de detección de casos.
Palabras clave: Agentes comunitarios de salud/ Vigilancia epidemiológica/ Tuberculosis/ Enfermería.


Referências

1. Ministério da Saúde (BR). Secretaria das Políticas Públicas. Departamento de Atenção Básica. Coordenação Nacional de Pneumologia Sanitária. Plano de controle da tuberculose no Brasil no período de 2001-2005. Brasília (DF): MS; 2000.

2. Teixeira G. O controle da tuberculose e a saúde da família. Perspectivas de uma parceria. Bol Pneumol Sanit. 2000 Dez; 8(2):3-4.

3. Nunes MO, Trad LB, Almeida BA, Homem CR, Melo MCIC. O Agente Comunitário de Saúde: construção da identidade desse personagem híbrido e polifônico. Cad Saúde Pública. 2002 Nov-Dez; 18(6):1639-46.

4. Haines A, Sanders D, Lehmann U, Rowe AK, Lawn JE, Jan S, et al. Achieving child survival goals: potential contribution of community health workers. Lancet. 2007 Jun; 369:2121-31.

5. Silva JA, Dalmaso ASW. Agente Comunitário de Saúde: o ser, o saber, o fazer. Rio de Janeiro (RJ): Fiocruz; 2002.

6. Clarke M, Dick J, Zwarenstein M, Lombard CJ, Diwan VK. Lay health worker intervention with choice of DOT superior to standard TB care for farm dwellers in South Africa: a cluster randomised control trial. Int J Tuberc Lung Dis. 2005 Jun; 9(6):673-9.

7. Datiko DG, Lindtjorn B. Health extension workers improve tuberculosis case detection and treatment success in southern ethiopia: a community randomized trial. PLoS ONE. 2009 May; 4(5):1-7.

8. Kiefer E, Shao T, Carasquillo O, Nabeta P, Seas C. Knowledge and attitudes of tuberculosis management in San Juan de Lurigancho district of Lima, Peru. J Infect Dev Ctrie. 2009; 3(10):783-8.

9. Wright J, Walley J, Philip A, Pushpananthan S, Dlamini E, Newell J, et al. Direct observation of treatment for tuberculosis: a randomized controlled trial of community health workers versus family members. Trop Med Int Health. 2004 May; 9(5):559-65.

10. Muniz JN, Palha PF, Monroe AA, Gonzales RC, Ruffino-Netto A, Villa TCS. A incorporação da busca ativa de sintomáticos respiratórios para o controle da tuberculose na prática do Agente Comunitário de Saúde. Cien Saúde Colet. 2005. Abr-Jun; 10(2):315-21.

11. Nogueira JA, Ruffino-Netto A, Monroe AA, Gonzales RIC, Villa TCS. Busca ativa de sintomáticos respiratórios no controle da tuberculose na percepção do Agente Comunitário de Saúde. Rev Eletrôn Enferm [online]. 2007 Jan-Abr; 9(1):106-18. [acesso 2009 Mai 15] Disponível em: http://www.fen.ufg.br/fen_revista/v9/n1/v9n1a08.htm.

12. Maciel ELN, Vieira RCA, Milani EC, Brasil M, Fregona G, Dietze R. O Agente Comunitário de Saúde no controle da tuberculose: conhecimentos e percepções. Cad Saúde Pública. 2008 Jun; 24(6):1377-86.

13. Ribeirão Preto. Prefeitura Municipal. Secretaria Municipal de Saúde. Relatório de Gestão Ano 2009. [acesso 2010 Mai 31]. Disponível em: http://www.ribeiraopreto.sp.gov.br/ssaude/i16principal.php?pagina=/ssaude/conselho/i16ind-gestao.htm.

14. Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Política Nacional de Atenção Básica. Brasília (DF): MS; 2006.

15. Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Políticas de Saúde. Tuberculose: informações para Agentes Comunitários de Saúde. Brasília (DF): MS; 2001.

16. Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Programa Nacional de Controle da Tuberculose. Manual de recomendações para o controle da tuberculose no Brasil.. Brasília (DF): MS; 2010.

17. Teixeira CF, Pinto LL, Vilas Boas ALQ. O Processo de trabalho da vigilância em saúde. Rio de Janeiro (RJ): Fiocruz/EPSJV/Proformar, 2004. 60p.

18. Ministério da Saúde (BR). Fundação Oswaldo Cruz. Saúde da família: avaliação da implementação em dez grandes centros urbanos: síntese dos principais resultados. 2. ed. Brasília (DF): MS, Fundação Oswaldo Cruz; 2005.

19. Pinto ESG, Menezes RM, Villa TCS. Situação de trabalho dos profissionais da Estratégia de Saúde da Família em Ceará-Mirim. Rev Esc Enferm USP. 2010 Set; 44(3):657-64.

20. Ministério da Saúde (BR). Proposta de formação do Agente Comunitário de Saúde - Habilitação Profissional Técnica. Brasília (DF): MS; 2004.

21. Ferraz L, Aerts DRGC. O cotidiano de trabalho do Agente Comunitário de Saúde no PSF em Porto Alegre. Cien Saúde Colet. 2005 Abr-Jun; 10(2):347-55.

22. Massaroli A, Saupe R. Distinção conceitual: educação permanente e educação continuada no processo de trabalho em saúde. Santa Catarina, 2008 [acesso 2010 Nov 16]. Disponível em: http://www.abennacional.org.br/2SITEn/Arquivos/N.045.pdf.

23. Oliveira SAC, Ruffino Netto A, Villa TCS, Vendramini SHF, Andrade RLP, Scatena LM. Serviços de saúde no controle da tuberculose: enfoque na família e orientação para a comunidade. Rev Latino-Am Enferm. 2009 Mai-Jun; 17(3):361-7.

24. Oliveira RG, Nachif MCA, Matheus MLF. O trabalho do Agente Comunitário de Saúde na percepção da comunidade de Anastácio, Estado do Mato Grosso do Sul. Acta Scient Health Sciences. 2003 Jan-Jun; 25(1):95-101.

25. Merhy EE. Em busca do tempo perdido: a micropolítica do trabalho vivo em saúde. In: Merhy EE, Onocko R, organizadores. Agir em saúde: um desafio para o público. São Paulo (SP): Hucitec/ Lugar Editorial, 1997:385.

26. Minayo MCS. Estrutura e sujeito, determinismo e protagonismo histórico: uma reflexão sobre a práxis da saúde coletiva. Cien Saúde Colet. 2001; 6(1):7-19.

27. Morosini MVGC, Corbo AD'A. organizadores. Modelos de atenção e a saúde da família. Rio de Janeiro (RJ): EPSJV/Fiocruz; 2007.

28. Ferreira VSCF, Andrade CS, Franco TB, Merhy EE. Processo de trabalho do Agente Comunitário de Saúde e a reestruturação produtiva. Cad Saúde Pública. 2009 Abr; 25(4):898-906.

29. Campinas LLSL, Almeida MMMB. Agentes Comunitários de Saúde e o acolhimento aos doentes com tuberculose no Programa Saúde da Família. Bol Pneumol Sanit. 2004; 12(3):145-54.

30. Macq J, Torfoss T, Getahun H. Patient empowerment in tuberculosis control: reflecting on past documented experiences. Trop Med Int Health. 2007 Jul; 12(7):873-85.

Principio de p�gina 

Pie Doc

 

RECURSOS CUIDEN

 

RECURSOS CIBERINDEX

 

FUNDACION INDEX

 

GRUPOS DE INVESTIGACION

 

CUIDEN
CUIDEN citación

REHIC Revistas incluidas
Como incluir documentos
Glosario de documentos periódicos
Glosario de documentos no periódicos
Certificar producción
 

 

Hemeroteca Cantárida
El Rincón del Investigador
Otras BDB
Campus FINDEX
Florence
Pro-AKADEMIA
Instrúye-T

 

¿Quiénes somos?
RICO Red de Centros Colaboradores
Convenios
Casa de Mágina
MINERVA Jóvenes investigadores
Publicaciones
Consultoría

 

INVESCOM Salud Comunitaria
LIC Laboratorio de Investigación Cualitativa
OEBE Observatorio de Enfermería Basada en la Evidencia
GED Investigación bibliométrica y documental
Grupo Aurora Mas de Investigación en Cuidados e Historia
FORESTOMA Living Lab Enfermería en Estomaterapia
CIBERE Consejo Iberoamericano de Editores de Revistas de Enfermería