ENTRAR            

 


 

Texto & Contexto. ISSN:0104-0707

 

 

 

RELATO DE EXPERIÊNCIA

 

Ir a Sumario

 

 

Full text - English version

 

 

Genograma e ecomapa: contribuições da enfermagem brasileira

Lucila Castanheira Nascimento,1 Isa Ribeiro de Oliveira Dantas,2 Raquel Dully Andrade,3 Débora Falleiros de Mello4
1
Livre-docente. Professora Associado do Departamento de Enfermagem Materno-Infantil e Saúde Pública da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP) da Universidade de São Paulo (USP). Brasil. E-mail: lucila@eerp.usp.br 2Doutoranda do Programa Interunidades de Doutoramento em Enfermagem da Escola de Enfermagem (EE) da USP e da EERP/USP. São Paulo, Brasil. E-mail: isa@unipam.edu.br 3Doutoranda do Programa de Enfermagem em Saúde Pública da EERP/USP. São Paulo, Brasil. E-mail: radully@gmail.com 4Livre-docente. Professora Associado do Departamento de Enfermagem Materno-Infantil e Saúde Pública da EERP/USP. São Paulo, Brasil. E-mail: defmello@eerp.usp.br

Recebido em 16 de novembro de 2011
Aprovação final em 15 de agosto de 2012

Texto Contexto Enferm 23(1): 211-220

 

 

 

Cómo citar este documento

Nascimento, Lucila Castanheira; Dantas, Isa Ribeiro de Oliveira; Andrade, Raquel Dully; Mello, Débora Falleiros de. Genograma e ecomapa: contribuições da enfermagem brasileira. Texto Contexto Enferm, ene-mar 2014, 23(1). Disponible en <http://www.index-f.com/textocontexto/2014/23-211.php> Consultado el

 

Resumo

Este estudo objetivou identificar e analisar como o genograma e o ecomapa têm sido utilizados pela enfermagem brasileira, sintetizando a contribuição dessa área para o cuidado familial. Trata-se de revisão integrativa, combinando palavras-chave e descritor pré-determinados, no LILACS e SciELO, além de busca não sistematizada em cinco periódicos qualificados da área, no período de 2000 a 2010. Critérios de inclusão e exclusão orientaram a seleção dos artigos, culminando com amostra de 34 artigos. O genograma e ecomapa têm sido utilizados eminentemente como ferramentas complementares para a coleta de dados em pesquisas. Seu uso como aproximação entre entrevistador/entrevistado, no ensino e como recurso terapêutico são pouco explorados. A utilização e divulgação desses instrumentos são essenciais para a compreensão da família, retratando sua estrutura e interações com a comunidade, valorizando a participação dos sujeitos e contribuindo para ampliar o conhecimento do contexto de cada família, vitais para o cuidado de enfermagem.
Palavras chave: Avaliação em enfermagem/ Enfermagem familiar/ Coleta de dados/ Enfermagem.
 

Abstract
Genogram and ecomap: brazilian nursing contributions

This study aimed to identify and analyze how the genogram and ecomap have been used in Brazilian nursing, summarizing this area's contribution to family care. Integrative review, combining predetermined key words and descriptor in LILACS and SciELO, besides a non-systemized search in five qualified nursing journals, published between 2000 and 2010. Inclusion and exclusion criteria guided the paper selection, resulting in a sample of 34 articles. The genogram and ecomap have been mainly used as complementary tools in research data collection. Its use as an approximation between interviewer and interviewee, in teaching and as a therapeutic resource are hardly explored. The use and dissemination of these tools are essential to understand the family, picturing its structure and interactions with the community, enhancing the participation of individuals, and contributing to the understanding of the context of each family, which is vital to nursing care.
Key-words: Nursing assessment/ Family nursing/ Data collection/ Nursing.
 

Resumen
Genograma y ecomapa: constribuciones de la enfermería brasileña

La finalidad fue identificar y analizar como el genograma y el ecomapa han sido utilizados por la enfermería brasileña, sintetizando su contribución en el área del cuidado de la familia. Revisión integrativa que combinó palabras-clave y descriptores predeterminados, en LILACS y SciELO, además de una búsqueda no sistematizada en cinco periódicos calificados del área, entre 2000 y 2010. Los criterios de inclusión y exclusión orientaron la selección, culminando con una muestra de 34 artículos. El genograma y ecomapa han sido utilizados principalmente como herramientas complementares a la recolección de datos de investigaciones. Su uso como aproximación entre entrevistador/entrevistado, en la enseñanza y como recurso terapéutico es poco explorado. El uso y la difusión de estas herramientas son esenciales para comprender la familia, mostrando su estructura y las interacciones con la comunidad, además de fomentar la participación de las personas y favorecer a la comprensión del contexto de cada familia, lo que es vital para el cuidado de la enfermería.
Palabras clave: Evaluación en enfermería/ Enfermería de la familia/ Recolección de datos/ Enfermería.
 

Referências

1. Castoldi L, Lopes RCS, Prati LE. O genograma como instrumento de pesquisa do impacto de eventos estressores na transição família-escola. Psicol Reflex Crit. 2006 Mar; 19(2):292-300.

2. Nascimento LC, Rocha SMM, Hayes VE. Contribuições do genograma e do ecomapa para o estudo de famílias em enfermagem pediátrica. Texto Contexto Enferm. 2005 Abr-Jun; 14(2):280-6.

3. Filizola CLA, Ribeiro MC, Pavarini SCI. A história da família de Rubi e seu filho Leão: trabalhando com famílias de usuários com transtorno mental grave através do modelo Calgary de avaliação e de intervenção na família. Texto Contexto Enferm. 2003 Abr-Jun; 12(2):182-90.

4. Broome M. Integrative literature reviews in the development of concepts. In: Rodgers BL, Knafl KA. Concept development in nursing: foundations, techniques and applications. Philidelphia (US): WB Saunders; 1993. p.193-215.

5. Whittemore R, Knafl K. The integrative review: updated methodology. J Adv Nurs. 2005; 52(5):546-53.

6. Viera CS, Mello DF. O seguimento da saúde da criança pré-termo e de baixo peso egressa da terapia intensiva neonatal. Texto Contexto Enferm. 2009 Jan-Mar; 18(1):74-82.

7. Meincke SMK, Carraro TE. Vivência da paternidade na adolescência: sentimentos expressos pela família do pai adolescente. Texto Contexto Enferm. 2009 Jan-Mar; 18(1):83-91.

8. Pereira APS, Teixeira GM, Bressan CAB, Martini JG. O genograma e o ecomapa no cuidado de enfermagem em saúde da família. Rev Bras Enferm. 2009 Mai-Jun; 62(3):407-16.

9. Paula ES, Nascimento LC, Rocha SMM. Religião e espiritualidade: experiência de famílias de crianças com insuficiência renal crônica. Rev Bras Enferm. 2009 Jan-Fev; 62(1):100-6.

10. Silva L, Bousso RS, Galera SAF. Aplicação do modelo Calgary para avaliação de famílias de idosos na prática clínica. Rev Bras Enferm. 2009 Jul-Ago; 62(4):530-4.

11. Joca MT, Pinheiro AKB. Mulher acometida pelo papilomavírus humano e repercussões na família. Esc Anna Nery 2009 Jul-Set; 13(3):567-73.

12. Santos AA, Pavarini SCI. O genograma para caracterizar a estrutura familiar de idosos com alterações cognitivas em contextos de pobreza. REME: Rev Min Enferm. 2009 Out-Dez; 13(4):525-33.

13. Schwartz E, Muniz RM, Burille A, Zillmer JGV, Silva DA, Feijó AM, et al. As redes de apoio no enfrentamento da doença renal crônica. REME: Rev Min Enferm. 2009 Abr-Jun; 13(2):193-201.

14. Lavall E, Olschowsky A, Kantorski LP. Avaliação de família: rede de apoio social na atenção em saúde mental. Rev Gaucha Enferm. 2009 Jun; 30(2):198-205.

15. Souza J, Kantorski LP. A rede social de indivíduos sob tratamento em um CAPS ad: o ecomapa como recurso. Rev Esc Enferm USP. 2009 Jun; 43(2):373-83.

16. Simpionato E, Correia CC, Rocha SMM. Histórico familiar de crianças com insuficiência renal crônica: coleta de dados. Rev Bras Enferm. 2005 Nov-Dez; 58(6):682-6.

17. Radünz V, Olson J. Promoção de saúde e qualidade de vida entre mães de pré-adolescentes: um estudo etnográfico enfocado em Timbó/SC-Brasil. Rev Latino-Am Enferm. 2005 Nov-Dez; 13(2 esp):1135-41.

18. Vall J, Braga VAB. Dor neuropática central após lesão medular traumática: capacidade funcional e aspectos sociais. Esc Anna Nery 2005 Dez; 9(3):404-10.

19. Mello DF, Viera CS, Simpionato E, Biasoli-Alves ZMM, Nascimento LC. Genograma e ecomapa: possibilidades de utilização na estratégia de saúde da família. Rev Bras Crescimento Desenvolv Hum. 2005 Jan-Abr; 15(1):78-88.

20. Montefusco SRA, Bachion MM, Nakatani AYK. Avaliação de famílias no contexto hospitalar: uma aproximação entre o modelo Calgary e a taxonomia da NANDA. Texto Contexto Enferm. 2008 Jan-Mar; 17(1):72-80.

21. Simioni AS, Geib LTC. Percepção materna quanto ao apoio social recebido no cuidado às crianças prematuras no domicílio. Rev Bras Enferm. 2008 Set-Out; 61(5):545-51.

22. Barros EJL, Santos SSC, Erdmann AL. Rede social de apoio às pessoas idosas estomizadas à luz da complexidade. Acta Paul Enferm. 2008 Jul; 21(4):595-601.

23. Moura AA, Nogueira MTJ, Bezerra SJS, Pinheiro AKB, Barroso MGT. Aspectos estruturais da família de uma gestante com papilomavírus humano. DST, J Bras Doencas Sex Transm. 2008 Ago; 20(2):80-6.

24. Pavarini SCI, Luchesi BM, Fernandes HCL, Mendiondo MSZ, Filizola CLA, Barham EJ, et al. Genograma: avaliando a estrutura familiar de idosos de uma unidade de saúde da família. Rev Eletr Enferm [online]. 2008 Mar [acesso 2011 Nov 22]; 10(1):39-50. Disponível em: http://www.fen.ufg.br/revista/v10/n1/v10n1a04.htm

25. Cecagno S, Souza MD, Jardim VMR. Compreendendo o contexto familiar no processo saúde-doença. Acta Scientiarum Health Sci. 2004 Jan-Jun; 26(1):107-12.

26. Ximenes LB, Pinheiro AKB, Lima KM, Nery HB. A influência dos fatores familiares e escolares no processo saúde-doença da criança na primeira infância. Acta sci., Health sci. 2004 Jan-Jun; 26(1):223-30.

27. Diógenes MAR, Varela ZMV. Aplicação do modelo Calgary de avaliação em família de gestante portadora de papilomavirus humano. Rev Enferm UERJ. 2004 Mai-Ago; 12(2):199-204.

28. Moura LS, Kantorski LP, Galera SAF. O transtorno psíquico: avaliação e intervenção em família. Bol saude. 2004 Jan-Jun; 18(1):127-40.

29. Dias J, Nascimento LC, Mendes IJM, Rocha SMM. Promoção de saúde das famílias de docentes de enfermagem: apoio, rede social e papéis na família. Texto Contexto Enferm. 2007 Out-Dez; 16(4):688-95.

30. Ribeiro RLR, Rocha SMM. Enfermagem e famílias de crianças com síndrome nefrótica: novos elementos e horizontes para o cuidado. Texto Contexto Enferm. 2007 Jan-Mar; 16(1):112 -9.

31. Roque EMST, Ferriani MGC. A study about families of children and teenagers who were victims of violence and faced judicial intervention. Rev Latino-Am Enferm. 2007 Jul-Aug; 15(4):549-55.

32. Silva L, Galera SAF, Moreno V. Encontrando-se em casa: uma proposta de atendimento domiciliar para famílias de idosos dependentes. Acta Paul Enferm. 2007 Out-Dez; 20(4):397-403.

33. Horta ALM, Ferreira DCO, Zhao LM. Envelhecimento, estratégias de enfrentamento do idoso e repercussões na família. Rev Bras Enferm. 2010 Jul-Ago; 63(4):523-8.

34. Santos AA, Pavarini SCI, Brito TRP. Perfil dos idosos com alterações cognitivas em diferentes contextos de vulnerabilidade social. Esc Anna Nery 2010 Jul-Set; 14(3):496-503.

35. Cocco M, Lopes MJM. Violência entre jovens: dinâmicas sociais e situações de vulnerabilidade. Rev Gaucha Enferm. 2010 Mar; 31(1):151-9.

36. Fernandes GCM, Boehs AE. A família rural em fases de transição: mudanças nos papéis e tarefas do cuidado familial. Cogitare Enferm. 2010 Jan-Mar; 15(1):33-9.

37. Rocha SMM, Nascimento LC, Lima RAG. Enfermagem pediátrica e abordagem da família: subsídios para o ensino de graduação. Rev Latino-Am Enferm. 2002 Set-Out; 10(5):709-14.

38. Wright LM, Leahey M. Enfermeiras e famílias: um guia para avaliação e intervenção na família. 4ª ed. São Paulo (SP): Roca; 2008.

Principio de p�gina 

Pie Doc

 

RECURSOS CUIDEN

 

RECURSOS CIBERINDEX

 

FUNDACION INDEX

 

GRUPOS DE INVESTIGACION

 

CUIDEN
CUIDEN citación

REHIC Revistas incluidas
Como incluir documentos
Glosario de documentos periódicos
Glosario de documentos no periódicos
Certificar producción
 

 

Hemeroteca Cantárida
El Rincón del Investigador
Otras BDB
Campus FINDEX
Florence
Pro-AKADEMIA
Instrúye-T

 

¿Quiénes somos?
RICO Red de Centros Colaboradores
Convenios
Casa de Mágina
MINERVA Jóvenes investigadores
Publicaciones
Consultoría

 

INVESCOM Salud Comunitaria
LIC Laboratorio de Investigación Cualitativa
OEBE Observatorio de Enfermería Basada en la Evidencia
GED Investigación bibliométrica y documental
Grupo Aurora Mas de Investigación en Cuidados e Historia
FORESTOMA Living Lab Enfermería en Estomaterapia
CIBERE Consejo Iberoamericano de Editores de Revistas de Enfermería