ENTRAR            

 


 

Texto & Contexto. ISSN:0104-0707

 

 

 

ARTIGOS ORIGINAIS - PESQUISA

 

Ir a Sumario

 

 

Full text - English version

 

 

Hipertensão: condição de não doença - o significado da cronicidade na perspectiva dos sujeitos*

Fernanda Machado da Silva,1 Maria de Lourdes Denardin Budó,2 Celso Leonel Silveira,3 Marcio Rossato Badke,4 Margrid Beuter5
1
Mestre em Enfermagem. Professora Assistente do Curso de Enfermagem da Universidade Federal do Pampa. Rio Grande do Sul, Brasil. E-mail: fernandasilva@unipampa.edu.br 2Doutora em Enfermagem. Professora Associado do Departamento de Enfermagem e do PPGEnf/UFSM. Rio Grande do Sul, Brasil. E-mail: lourdesdenardin@gmail.com 3Mestrando em Enfermagem do PPGEnf/UFSM. Rio Grande do Sul, Brasil. E-mail: ccilveira@hotmail.com 4Mestre em Enfermagem. Professor Assistente do Departamento de Enfermagem da UFSM. Rio Grande do Sul, Brasil. E-mail: marciobadke@yahoo.com.br 5Doutora em Enfermagem. Professora Adjunto do Departamento de Enfermagem e do PPGEnf da UFSM. Rio Grande do Sul, Brasil. E-mail: beuter@terra.com.br

Recebido em 02 de junho de 2011
Aprovação final em 10 de julho de 2012

Texto Contexto Enferm 22(1): 123-131
*Artigo extraído da dissertação - Hipertensão: eu aprendi a viver com ela - relatos do saber construído como emancipação dos sujeitos, apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Enfermagem (PPGEnf) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), em 2010

 

 

 

Cómo citar este documento

Silva, Fernanda Machado da; Budó, Maria de Lourdes Denardin; Silveira, Celso Leonel; Badke, Marcio Rossato; Beuter, Margrid. Hipertensão: condição de não doença - o significado da cronicidade na perspectiva dos sujeitos. Texto Contexto Enferm, ene-mar 2013, 22(1). Disponible en <http://www.index-f.com/textocontexto/2013/22-123php> Consultado el

 

Resumo

Objetivou-se compreender as concepções do processo saúde-doença-cuidado para indivíduos portadores de Hipertensão Arterial Sistêmica, bem como o significado dessa enfermidade em suas vidas. Trata-se de pesquisa qualitativa, descritiva. Foram sujeitos da pesquisa nove indivíduos portadores de hipertensão arterial, em acompanhamento com equipe de saúde da família. Utilizou-se a entrevista semiestruturada, observação e análise documental para a coleta dos dados. Foi realizada análise temática dos dados. Foi unânime entre os participantes a concepção de que a hipertensão, mesmo sendo um agravo crônico, não representa uma condição de doença. Atribui-se isso ao fato dessa enfermidade não apresentar sintomas físicos, somado à estabilidade de seus níveis pressóricos, pelo uso correto de medicações. Associaram esse posicionamento, ainda, com o longo período de tempo em que vivenciam essa condição crônica. Por essas razões, esses sujeitos definem-se como pessoas saudáveis. Assim, constata-se que esses sujeitos aprenderam a viver "com" a hipertensão e não "apesar" dela.
Palavras chave: Hipertensão/ Doença crônica/ Processo saúde-doença/ Enfermagem em saúde comunitária.
 

Abstract
Hypertension as a condition of non-disease - the meaning of chronicity in the subjects' perspective

The purpose of this study was to understand the concepts underlying the health-disease-care process of subjects with systemic arterial hypertension, as well as the meaning of this disease in their lives. It consists of a qualitative descriptive study. Study participants were nine subjects with arterial hypertension, in follow-up with a family health team. The study utilized semi-structured interviews, observation and documentary analysis for data collection. Data were analyzed through thematic analysis. There was a unanimous feeling among the participants that hypertension, despite being a chronic illness, does not represent a disease condition. This is attributed to the fact that this illness does not present physical symptoms, added to the ability to stabilize pressure levels with the correct use of medication. This position was also associated with the long period of time in which they experience this chronic condition. For these reasons, these subjects define themselves as healthy people. Therefore, it is verified that these subjects have learned how to live "with" hypertension rather than "despite" it.
Key-words: Hypertension/ Chronic disease/ Health-disease process/ Community health nursing.
 

Resumen
Hipertensión: condición de no enfermedad - la importancia de la cronicidad en la perspectiva de los sujetos

El objetivo fue comprender los conceptos del processo de la salud-enfermedad-cuidado de los individuos con hipertensión, así como la importancia de esta enfermedad en sus vidas. Es una pesquisa cualitativa, descriptiva com nueve pacientes hipertensos, seguido con un equipo de salud de la familia. Fue utilizada entrevista semiestructurada, observación y análisis de documentos para recopilar datos. Se realizó el análisis temático de los datos. Fue unánime entre los participantes el concepto de que la hipertensión, a pesar de una lesión crónica, no es condición de enfermedad. Se atribuye al hecho que esta enfermedad no presenta síntomas físicos, combinado con la estabilidad de sus niveles de presión arterial, el uso correcto de los medicamentos, incluso con el largo período de tiempo que vivencian con esta enfermedad crónica. Por estas razones, estos individuos se definen como personas sanas. Así, personas han aprendido a vivir "con" hipertesión y no "a pesar" de ella.
Palabras clave: Hipertensión/ Enfermedad crónica/ Proceso salud-enfermedad/ Enfermería de salud comunitaria.

Principio de p�gina 

Pie Doc

 

RECURSOS CUIDEN

 

RECURSOS CIBERINDEX

 

FUNDACION INDEX

 

GRUPOS DE INVESTIGACION

 

CUIDEN
CUIDEN citación

REHIC Revistas incluidas
Como incluir documentos
Glosario de documentos periódicos
Glosario de documentos no periódicos
Certificar producción
 

 

Hemeroteca Cantárida
El Rincón del Investigador
Otras BDB
Campus FINDEX
Florence
Pro-AKADEMIA
Instrúye-T

 

¿Quiénes somos?
RICO Red de Centros Colaboradores
Convenios
Casa de Mágina
MINERVA Jóvenes investigadores
Publicaciones
Consultoría

 

INVESCOM Salud Comunitaria
LIC Laboratorio de Investigación Cualitativa
OEBE Observatorio de Enfermería Basada en la Evidencia
GED Investigación bibliométrica y documental
Grupo Aurora Mas de Investigación en Cuidados e Historia
FORESTOMA Living Lab Enfermería en Estomaterapia
CIBERE Consejo Iberoamericano de Editores de Revistas de Enfermería