ENTRAR            

 


 

Texto & Contexto. ISSN:0104-0707

 

 

 

ARTIGOS ORIGINAIS - PESQUISA

 

Ir a Sumario

 

 

Full text - English version

 

 

Acompanhamento do crescimento infantil em unidades básicas de saúde da família do município de Queimadas, Paraíba, Brasil

Ana Carolina Dantas Rocha,1 Dixis Figueroa Pedraza2
1
Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública da Universidade Estadual da Paraíba. Campina Grande, Paraíba, Brasil. E-mail: aninhacdr@hotmail.com 2Doutor em Nutrição. Professor Doutor do Departamento de Enfermagem e Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública da Universidade Estadual da Paraíba. Campina Grande, Paraíba, Brasil. E-mail: dixisfigueroa@hotmail.com

Recebido em 28 de agosto de 2012
Aprovação final em 10 de setembro de 2013

Texto Contexto Enferm 22(4): 1169-1178

 

 

 

Cómo citar este documento

Rocha, Ana Carolina Dantas; Pedraza, Dixis Figueroa. Acompanhamento do crescimento infantil em unidades básicas de saúde da família do município de Queimadas, Paraíba, Brasil. Texto Contexto Enferm, oct-dic 2013, 22(4). Disponible en <http://www.index-f.com/textocontexto/2013/22-1169.php> Consultado el

 

Resumo

Estudo transversal que teve por objetivo avaliar as ações de acompanhamento do crescimento no contexto da atenção básica à saúde, no município de Queimadas, Paraíba, Brasil destacando aspectos estruturais e processuais. Foi aplicado um questionário às 204 mães das crianças estudadas, bem como analisados os instrumentos destinados ao acompanhamento da saúde das crianças e as 16 unidades de saúde do município. Na estrutura, observaram-se a completitude da equipe mínima e a capacitação dos enfermeiros para o atendimento à criança como principais limitações. Quanto ao processo, o pior desempenho foi para os registros de peso e de estatura nos últimos três meses. Para o registro de peso nos últimos três meses, o melhor desempenho foi constatado na zona urbana. Em função de atos realizados em discordância com o que preconizam as políticas públicas de atenção à saúde da criança, os achados indicam a não consolidação efetiva da ação de acompanhamento do crescimento.
Palavras chave: Crescimento/ Vigilância nutricional/ Saúde da criança/ Atenção primária à saúde/ Avaliação de serviços de saúde.
 

Abstract
Child growth monitoring in family health basic units in the municipality of Queimadas, Paraíba, Brazil

The aim of this cross-sectional study was to evaluate the monitoring of child growth in the context of primary health care in Queimadas, Paraíba, Brazil, highlighting structural and process aspects. A questionnaire was submitted to 204 mothers. Health monitoring instruments of child health and 16 health units were analyzed. Regarding structure, the lack of a minimum number of staff as well as the lack of nursing training for child care was seen as major limitations. In regards to the process, the worst performance was for the records of weight and height in the last three months. For these, the best performance was observed in the urban area. As these duties were performed in disagreement with child health care policies, the results indicate the non-consolidation of effective monitoring of child growth.
Key-words: Growth/ Nutritional surveillance/ Child health/ Primary health care/ Health services evaluation.
 

Resumen
Acompañamiento del crecimiento infantil en unidades básicas de salud de la familia del municipio de Queimadas, Paraíba, Brasil

Estudio transversal que tuvo por objetivo evaluar las acciones de acompañamiento del crecimiento en el contexto de la atención básica de salud del municipio de Queimadas, Paraíba, Brasil destacando aspectos estructurales y procesuales. Fue aplicado un cuestionario a las 204 madres de los niños estudiados, bien como analizados los instrumentos destinados al acompañamiento de salud de los niños y las 16 unidades de salud del municipio. Relacionado a la estructura, la completitud de la equipe mínima y la capacitación de los enfermeros para atender al niño fueron las principales limitaciones. Relacionado al proceso, el peor desempeño fue para los registros de peso y de estatura en los últimos tres meses en los cartones o cadenetas de salud del niño. El registro de peso en los últimos tres meses tuvo mejor desempeño en la zona urbana. En función de actos realizados en discordancia con lo que preconizan las políticas públicas de atención a la salud del niño, se constata la no consolidación efectiva del acompañamiento del crecimiento.
Palabras clave: Crecimiento/ Vigilancia nutricional/ Salud del niño/ Atención primaria de salud/ Evaluación de servicios de salud.
 

Referências

1. Silva SA, Moura EC. Determinantes do estado de saúde de crianças ribeirinhas menores de dois anos de idade do Estado do Pará, Brasil: um estudo transversal. Cad Saúde Pública. 2010 Fev; 26(2):273-85.

2. Carvalho MF, Lira PIC, Romani SAM, Santos IS, Veras AACA, Batista FM. Acompanhamento do crescimento em crianças menores de um ano: situação nos serviços de saúde em Pernambuco, Brasil. Cad Saúde Pública. 2008 Jan-Mar; 24(3):675-85.

3. Alves CRL, Lasmar LMLBF, Goulart LMHF, Alvim CG, Maciel GVR, Viana MRA, et al. Qualidade do preenchimento da Caderneta de Saúde da Criança e fatores associados. Cad Saúde Pública. 2009 Jan- Mar; 25(3):583-95.

4. Zeferino AMB, Filho AAB, Bettiol H, Barbieri MA. Acompanhamento do crescimento. J Pediatr. 2003 Mai-Jun; 79(Supl.1):23-32.

5. Ratis CAS, Batista Filho M. Aspectos estruturais e processuais da vigilância do crescimento de menores de cinco anos em serviços públicos de saúde do Estado de Pernambuco. Rev Bras Epidemiol. 2004 Mar; 7(1):44-53.

6. Reichert APS, Almeida AB, Souza LC, Silva MEA, Collet N. Vigilância do crescimento infantil: conhecimento e práticas de enfermeiros da atenção primária à saúde. Rev Rene. 2012 Jan-Mar; 13(1):114-26.

7. Bittar OJNV. Indicadores de qualidade e quantidade em saúde. RAS. 2001 Jul-Set; 3(12):21-8.

8. Orlonski S, Dellagrana RA, Rech CR, Araújo EDS. Estado nutricional e fatores associados ao déficit de estatura em crianças atendidas por uma unidade de ensino básico de tempo integral. Rev Bras Crescimento Desenvolvimento Hum. 2009 Abr; 19(1):54-62.

9. Azeredo CM, Cotta RMM, Schott M, Maia TM, Marques ES. Avaliação das condições de habitação e saneamento: a importância da visita domiciliar no contexto do Programa de Saúde da Família. Ciênc Saúde Coletiva. 2007 Mai-Jun; 12(3):743-3.

10. Martins PO, Trindade ZA, Almeida AMO. O ter e o ser: representações sociais da adolescência entre adolescentes de inserção urbana e rural. Psicol Reflex Crit. 2003 Set-Dez; 16(3):555-68.

11. Kobarg APR, Vieira ML. Crenças e práticas de mães sobre o desenvolvimento infantil nos contextos rural e urbano. Psicol Reflex Crit. 2008 Set-Dez; 21(3):401-8.

12. Abdon JB, Dodt RCM, Vieira DP, Martinho NJ, Carneiro EP, Ximenes LB. Auditoria dos registros na consulta de enfermagem acompanhando o crescimento e desenvolvimento infantil. Rev Rene. 2009 Jul-Set; 10(3):90-6.

13. Facchini LA, Piccini RX, Tomasi E, Thumé E, Silveira DS, Siqueira DS, et al. Desempenho do PSF no Sul e no Nordeste do Brasil: avaliação institucional e epidemiológica da Atenção Básica à Saúde. Ciênc Saúde Coletiva. 2006 Jul-Set; 11(3):669-81.

14. Monteiro AI, Macedo IP, Santos ADB, Araújo WM. A enfermagem e o fazer coletivo: acompanhando o crescimento e o desenvolvimento da criança. Rev Rene. 2011 Jan-Mar; 12(1):73-80.

15. Niquini RP, Bittencourt AS, Lacerda EMA, Saunders C, Leal MC. Avaliação da estrutura de sete unidades de saúde da família para a oferta da assistência nutricional no pré-natal no município do Rio de Janeiro, Brasil. Rev Bras Saúde Matern Infant. 2010 Nov; 10 (Supl. 1):S61-8.

16. Geus LMM, Maciel CS, Burda ICA, Daros SJ, Batistel S, Martins TCA, et al. A importância na inserção do nutricionista na Estratégia Saúde da Família. Ciênc Saúde Coletiva. 2011 Mar; 16(Supl. 1):797-04.

17. Ataka T, Oliveira LSS. Utilização dos protocolos de enfermagem no Programa de Saúde da Família no Município de São Paulo. Saúde Coletiva. 2007; 3(13):19-24.

18. Ministério da Saúde (BR), Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. Orientações para a coleta e análise de dados antropométricos em serviços de saúde: Norma Técnica do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional - SISVAN. Brasília (DF): MS; 2011.

19. Bagni UV, Barros DC. Capacitação em antropometria como base para o fortalecimento do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional no Brasil. Rev Nutr. 2012 Maio-Jun; 25(3):393-02.

20. Lima GGT, Silva MFOC, Costa TNA, Neves AFGB, Dantas RA, Lima ARSO. Registros do enfermeiro no acompanhamento do crescimento e desenvolvimento: enfoque na consulta de puericultura. Rev Rene. 2009 Jul-Set; 10(3):117-24.

21. Cavenaghi S. Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde da Criança e da Mulher - PNDS 2006 - Anexo 11 - erros não amostrais. Brasília (DF): MS; 2008.

22. Ceia MLM, Cesar JA. Avaliação do preenchimento dos registros de puericultura em Unidades Básicas de Saúde em Pelotas, RS. Rev AMRIGS. 2011 Jul-Set; 55(3):244-9.

23. Ministério da Saúde (BR), Secretaria de Políticas de Saúde, Departamento de Atenção Básica. Saúde da criança: acompanhamento do crescimento e desenvolvimento infantil. Brasília (DF): MS; 2002.

24. Ministério da Saúde (BR), Secretaria de Atenção a Saúde, Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Atenção Humanizada ao Recém- Nascido de Baixo Peso: Método Canguru. Brasília (DF): MS; 2011.

25. Buccini GS, Sanches MTC, Noueira-Martins MCF, Bonamigo AW. Acompanhamento de recémnascidos de baixo peso pela atenção básica na perspectiva das Equipes de Saúde da Família. Rev Bras Saúde Matern Infant. 2011 Jul-Set; 11(3):239-47.

26. Saparolli ECL, Adami NP. Avaliação da qualidade da consulta de enfermagem à criança no Programa de Saúde da Família. Acta Paul Enferm. 2007 Jan-Mar; 20(1):55-61.

27. Lima MAA, Oliveira MAA, Ferreira HS. Confiabilidade dos dados antropométricos obtidos em crianças atendidas na Rede Básica de Saúde de Alagoas. Rev Bras Epidemiol. 2010 Mar; 13(1):69-82.

Principio de p�gina 

Pie Doc

 

RECURSOS CUIDEN

 

RECURSOS CIBERINDEX

 

FUNDACION INDEX

 

GRUPOS DE INVESTIGACION

 

CUIDEN
CUIDEN citación

REHIC Revistas incluidas
Como incluir documentos
Glosario de documentos periódicos
Glosario de documentos no periódicos
Certificar producción
 

 

Hemeroteca Cantárida
El Rincón del Investigador
Otras BDB
Campus FINDEX
Florence
Pro-AKADEMIA
Instrúye-T

 

¿Quiénes somos?
RICO Red de Centros Colaboradores
Convenios
Casa de Mágina
MINERVA Jóvenes investigadores
Publicaciones
Consultoría

 

INVESCOM Salud Comunitaria
LIC Laboratorio de Investigación Cualitativa
OEBE Observatorio de Enfermería Basada en la Evidencia
GED Investigación bibliométrica y documental
Grupo Aurora Mas de Investigación en Cuidados e Historia
FORESTOMA Living Lab Enfermería en Estomaterapia
CIBERE Consejo Iberoamericano de Editores de Revistas de Enfermería