ENTRAR            

 


 

Texto & Contexto. ISSN:0104-0707

 

 

 

ARTIGOS ORIGINAIS - PESQUISA

 

 

 Ir a Sumario

 

 

 

Relações estabelecidas pelas enfermeiras com a família durante a hospitalização infantil

Aline Soares de Lima,1 Vívian Karla Bezerra Alves da Silva,2 Neusa Collet,3 Altamira Pereira da Silva Reichert,4 Beatriz Rosana Gonçalves de Oliveira5
1
Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Universidade Federal da Bahia. Bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia. Bahia, Brasil. E-mail: alinelimajp@hotmail.com. 2Enfermeira. Residente de Saúde da Família e Comunidade do Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva. Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Paraíba, Brasil. E-mail: viviannutreira@hotmail.com. 3Doutora em Enfermagem. Docente do Curso de Graduação em Enfermagem e do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da UFPB. Paraíba, Brasil. E-mail: neucollet@gmail.com. 4Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e do Adolescente. Universidade Federal de Pernambuco. Docente do Curso de Graduação em Enfermagem da UFPB. Paraíba, Brasil. E-mail: altreichert@uol.com.br. 5Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem em Saúde Pública. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Docente do Curso de Graduação em Enfermagem. Universidade Estadual do Oeste do Paraná. Paraná, Brasil. E-mail: lb.toso@certto.com.br

Recebido em 14 de abril de 2010
Aprovação final em 20 de outubro de 2010

Texto Contexto Enferm 19(4): 700-708

 

 

 

Cómo citar este documento

De Lima, Aline Soares; da Silva, Vívian Karla Bezerra Alves; Collet, Neusa; Reichert, Altamira Pereira da Silva; de Oliveira, Beatriz Rosana Gonçalves. Relações estabelecidas pelas enfermeiras com a família durante a hospitalização infantil. Texto Contexto Enferm, oct-dic 2010, 19(4). Disponible en <http://www.index-f.com/textocontexto/1910/19-700.php> Consultado el


Resumo

Estudo qualitativo que objetivou analisar as relações que as enfermeiras estabelecem com a família durante o período de hospitalização de seus filhos e verificar como tem sido a participação da família nos cuidados à criança hospitalizada. Os dados empíricos foram coletados por meio da observação participante e da entrevista semi-estruturada. A interpretação dos dados seguiu os fundamentos da análise temática. Os resultados evidenciam que as relações que as enfermeiras estabelecem com as famílias das crianças hospitalizadas não contemplam as necessidades destas, comprometendo a assistência à díade criança-família. Estas relações são objetivas, sucintas, formais e unilaterais, com predominância da enfermagem. Percebe-se que a família foi inserida na realização dos cuidados à criança, porém tem havido uma delegação de cuidados sem uma coparticipação por parte das enfermeiras, e nem uma negociação dessas ações, remetendo a uma reflexão sobre essas relações de modo que a assistência à díade possa estar balizada pelo princípio da integralidade.
Palavras chave: Enfermagem pediátrica/ Criança hospitalizada/ Família/ Relações profissional-família.


Abstract
Relationships established by nurses with families during child hospitalization

This qualitative study aimed to analyze the relationships between nurses and the families during their children's hospitalization and investigate how the family had participated in the care. Empirical data was collected through participant observation and semi-structured interview. The data interpretation was based on foundations of thematic analysis. The results have shown that the relationships between nurses and families during the children's hospitalization have not reached their needs, compromising the assistance to the duo child-family frame. These relationships are objective, concise, formal and unilateral, with nursing predominance. It was noticed that the families were included in the implementation of the child care, although it had been a negligence of care co-participation by nurses, and even a negotiation of such actions, taking them to reflect on these relationships so that the duo child-family assistance can be reasoned by the principle of integrality.
Key-words: Pediatric nursing/ Hospitalized child/ Family/ Professional-family relationships.


Resumen
Relaciones establecidas por las enfermeras con la familia durante la hospitalización infantil

Estudio cualitativo que tuvo por objetivo analizar las relaciones que las enfermeras establecen con la familia durante el período de hospitalización de sus hijos y examinar cómo la familia participa de los cuidados del niño hospitalizado. Los datos empíricos fueron levantados por medio de la observación participante y de la entrevista semi-estructurada. La interpretación de los datos siguió los fundamentos del análisis temático. Los resultados evidencian que las relaciones que las enfermeras establecen con las familias de los niños hospitalizados no contemplan las necesidades de éstos, comprometiendo la asistencia a la díada niño-familia. Estas relaciones son objetivas, sucintas, formales y unilaterales, con predominio de la enfermería. Se nota que la familia fue inserta en la realización de los cuidados al niño, pero sin embargo se produjo delegación de cuidados sin una coparticipación por parte de las enfermeras, y no hubo una negociación de esas acciones, lo que remite a una reflexión sobre esas relaciones de modo que la asistencia a la díada pueda estar embasada por el principio de la integralidad.
Palabras clave: Enfermería pediátrica/ Niño hospitalizado/ Familia/ Relaciones profesional-familia.
 

Principio de p�gina 

Pie Doc

 

RECURSOS CUIDEN

 

RECURSOS CIBERINDEX

 

FUNDACION INDEX

 

GRUPOS DE INVESTIGACION

 

CUIDEN
CUIDEN citación

REHIC Revistas incluidas
Como incluir documentos
Glosario de documentos periódicos
Glosario de documentos no periódicos
Certificar producción
 

 

Hemeroteca Cantárida
El Rincón del Investigador
Otras BDB
Campus FINDEX
Florence
Pro-AKADEMIA
Instrúye-T

 

¿Quiénes somos?
RICO Red de Centros Colaboradores
Convenios
Casa de Mágina
MINERVA Jóvenes investigadores
Publicaciones
Consultoría

 

INVESCOM Salud Comunitaria
LIC Laboratorio de Investigación Cualitativa
OEBE Observatorio de Enfermería Basada en la Evidencia
GED Investigación bibliométrica y documental
Grupo Aurora Mas de Investigación en Cuidados e Historia
FORESTOMA Living Lab Enfermería en Estomaterapia
CIBERE Consejo Iberoamericano de Editores de Revistas de Enfermería