ENTRAR            

 


 

Referencia ISSN:0874-0283 2016 serie IV numero 11 r411071

 

 

 

ARTIGO DE INVESTIGAÇÃO

 

Ir a Sumario

  

 

English version

 

 

Gestão do regime terapêutico - construção de fluxograma de apoio à tomada de decisão: estudo qualitativo

Liliana Andreia Neves da Mota,* Maria Adelaide Sousa Cruz,** Catarina Alexandra Oliveira Costa***
* MSc., Doutoranda, Ciências de Enfermagem, Universidade do Porto, Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar. Professora Adjunta na Escola Superior de Enfermagem da Cruz Vermelha Portuguesa de Oliveira de Azeméis, 3720-126, Oliveira de Azeméis, Portugal [saxoenfermeira@gmail.com]. Contribuição no artigo: recolha e análise dos dados, discussão dos resultados e redação do artigo. Morada para correspondência: Travessa do Formal 42, 4415-653, Lever, Vila Nova de Gaia, Portugal. ** Lic., enfermeira especialista em enfermagem de reabilitação, Unidade de Transplantação Hepática e Pancreática, Centro Hospitalar do Porto - Hospital Santo António, 4099-001, Porto, Portugal [masc29@gmail.com]. Contribuição no artigo: recolha de dados e discussão. *** MsC., Enfermeira especialista em enfermagem médico-cirúrgica, Unidade de Transplantação Hepática e Pancriática, Centro hospitalar do Porto - Hospital Santo António, 4099-001, Porto, Portugal [catarinaoliveira1979@gmail.com]. Contribuição no artigo: recolha de dados e discussão

Recebido para publicação em: 27.07.16
Aceite para publicação em: 28.11.16

Referencia 2016 IV(11): 71-79

 

 

 

Cómo citar este documento

Mota, Liliana Andreia Neves da; Cruz, Maria Adelaide Sousa; Costa, Catarina Alexandra Oliveira. Gestão do regime terapêutico - construção de fluxograma de apoio à tomada de decisão: estudo qualitativo. Referencia 2016; IV(11). Disponible en <http://www.index-f.com/referencia/2016/411071.php> Consultado el

 

Resumo

Enquadramento: O transplante hepático é uma modalidade terapêutica em situações de doença hepática avançada e cujo sucesso depende do modo como o doente incorpora no seu quotidiano um novo regime terapêutico complexo. Objetivos: Desenvolver um fluxograma de apoio à decisão clínica de enfermagem no âmbito da gestão do regime terapêutico da pessoa submetida a transplante hepático. Metodologia: Estudo qualitativo, longitudinal, realizado num centro de transplantação, com recurso à análise de conteúdo retrospetiva aos registos de enfermagem e reuniões de consenso com os enfermeiros. Realizou-se de janeiro a dezembro de 2013. Resultados: O fluxograma agrega as áreas do regime medicamentoso, regime dietético, hábitos de vida e as complicações. As especificações das intervenções agregadas nas áreas referidas reuniram consenso em mais de 90% dos enfermeiros, tendo em vista a continuidade dos cuidados. Conclusão: A sistematização da informação num fluxograma permite o melhor reconhecimento das necessidades dos doentes tendo em vista a preparação do regresso a casa, a continuidade e qualidade dos cuidados.
Palavras chave: Autocuidado/ Transplante de fígado/ Enfermagem.
 

Resumen
Gestión del régimen terapéutico - construcción del diagrama de flujo para apoyar la toma de decisiones: estudio cualitativo

Marco contextual: El trasplante de hígado es una modalidad terapéutica que se aplica en situaciones de enfermedad hepática avanzada, y cuyo éxito depende de cómo el paciente incorpore en su vida diaria un nuevo régimen de tratamiento complejo. Objetivos: Desarrollar un diagrama de flujo de apoyo a la decisión clínica de enfermería en la gestión del régimen terapéutico de la persona sometida a trasplante de hígado. Metodología: Estudio cualitativo, longitudinal, realizado en un centro de trasplante mediante el análisis de contenido retrospectivo de los registros de enfermería y las reuniones de consenso con los enfermeros. Se realizó entre enero y diciembre de 2013. Resultados: El diagrama de flujo incluye las áreas de régimen de medicación, régimen alimenticio, estilo de vida y complicaciones. Las especificaciones de las intervenciones en las áreas mencionadas obtuvieron un consenso en más del 90 % de los enfermeros, teniendo en cuenta la continuidad de los cuidados. Conclusión: La sistematización de la información en un diagrama de flujo permite reconocer mejor las necesidades de los pacientes con el fin de preparar el regreso a casa, la continuidad y la calidad de la atención.
Palabras clave: Autocuidado/ Trasplante de hígado/ Enfermería.
 

Abstract
Therapeutic self-management - development of a flowchart to support decision-making: qualitative study

Background: Liver transplantation is a therapeutic modality in situations of advanced liver disease whose success depends on how patients deal with a new and complex therapeutic regimen in their daily lives. Objectives: To develop a flowchart to support nursing decision-making on the therapeutic self-management of liver transplant patients. Methodology: Qualitative longitudinal study conducted between January and December 2013 in a transplantation center, using retrospective content analysis of nursing records and consensus meetings with nurses. Results: The flowchart included the following areas: medication regimen, dietary regimen, lifestyles, and complications. Nurses reached a 90% consensus on the specifications of each intervention included in these areas, with the purpose of achieving continuity of care. Conclusion: The systematization of information in a flowchart allows for a better identification of each patient's needs with a view to preparing discharge, and the continuity and quality of care.
Key-words: Self-care/ Liver transplantation/ Nursing.
 

Referências

Acurcio, F. A., Silva, A., Ribeiro, A., Rocha, N., Silveira, M., Klein, C., & Rozenfeld, S. (2009). Complexidade do regime terapêutico prescrito para idosos. Revista Associação Médica Brasileira, 55(4), 468-474. doi: 10.1590/S0104-42302009000400025

Bardin, L. (2008). Análise de conteúdo. Lisboa, Portugal: Edições 70.

Bastos, F. (2013). A pessoa com doença crónica: Uma teoria explicativa sobre a problemática da gestão e do regime terapêutico (Tese de doutoramento). Recuperado de http://hdl.handle.net/10400.14/11990

Flick, U. (2005). Métodos qualitativos na investigação científica. Lisboa, Portugal: Monitor.

Forsberg, A., Backman, L., & Svensson, E. (2002). Liver transplant recipients`ability to cope during the first 12 months after transplantation: A prospective study. Scandinavian Journal of Caring Sciences, 16(4), 345-352 doi: 10.1046/j.1471-6712.2002.00100.x

Conselho Internacional de Enfermeiros. (2011). CIPE versão 2: Classificação internacional para a prática de enfermagem. Lisboa, Portugal: Lusodidacta.

Conselho Internacional de Enfermeiros. (2015). CIPE: Classificação internacional para a prática de enfermagem. Lisboa, Portugal: Lusodidacta.

Fry, N., & Bates, B. G. (2012). The tasks of self-managing hepatitis C: The significance of disclosure. Psichology & Health, 27(4), 460-474. doi: 10.1080/08870446.2011.592982

Lorig, K. R., & Holman, H. R. (2003). Self-management education: History, definition, outcomes and mechanisms. Annals of Behavioral Medicine, 26(1), 1-7. doi: 10.1207/S15324796ABM2601_01

Morais, J. P. (2010). Preparação do regresso a casa: Do hospital ao contexto familiar (Dissertação de mestrado). Recuperado de http://hdl.handle.net/10400.14/9210

Moreno, M. F. (2012). Adesão à terapêutica em doentes submetidos a transplante hepático e renal (Dissertação de mestrado). Recuperado de http://hdl.handle.net/10362/9707

Mota, L. A. (2010). Sistemas de informação de enfermagem: Um estudo sobre a relevância da Informação para os médicos (Dissertação de mestrado). Recuperado de http://hdl.handle.net/10216/55361

Mota, L. (2011). O perfil de autocuidado dos clientes: Exploração da sua influênca no sucesso após transplante hepático (Dissertação de mestrado). Recuperado de http://hdl.handle.net/10400.26/9234

Mota, L., Pereira, F., & Sousa, P. (2014). Sistemas de informação de enfermagem: Exploração da informação partilhada com os médicos. Revista de Enfermagem Referência, 4(1), 85-91. doi: 10.12707/RIII12152

NANDA International. (2003). Nursing diagnoses: Definitions & classification. Philadelphia, PA: Author.

Ordem dos Enfermeiros. (2007). Sistema de informação em enfermagem: Princípios básicos da arquitetura e principais requisitos técnico-funcionais. Lisboa, Portugal: Autor.

Pereira, F. M. (2007). Informação e qualidade do exercício profissional dos enfermeiros: Estudo empírico sobre um resumo mínimo de dados de enfermagem (Tese de doutoramento). Recuperado de http://hdl.handle.net/10216/7182

Redman, B. K. (2004). Patient selfmanagement of chronic disease: The health care provider´s challenge. Sudbury, MA: Jones & Bartlett Publishers.

Telles-Correia, D., Barbosa, A., Mega, I., Barroso, E., & Monteiro, E. (2007). Adesão nos doentes transplantados. Acta Médica Portuguesa, 20(1), 73-85. Recuperado de http://repositorio.chlc.min-saude.pt/bitstream/10400.17/622/1/AMP%202007%2073.pdf

Telles-Correia, D., Barbosa, A., Mega, I., Barroso, E., & Monteiro, E. (2008). Coping nos doentes transplantados. Acta Médica Portuguesa, 21(2), 141-148. Recuperado de http://repositorio.chlc.min-saude.pt/bitstream/10400.17/625/1/AMP%202008%20141.pdf

Principio de p�gina 

Pie Doc

 

RECURSOS CUIDEN

 

RECURSOS CIBERINDEX

 

FUNDACION INDEX

 

GRUPOS DE INVESTIGACION

 

CUIDEN
CUIDEN citación

REHIC Revistas incluidas
Como incluir documentos
Glosario de documentos periódicos
Glosario de documentos no periódicos
Certificar producción
 

 

Hemeroteca Cantárida
El Rincón del Investigador
Otras BDB
Campus FINDEX
Florence
Pro-AKADEMIA
Instrúye-T

 

¿Quiénes somos?
RICO Red de Centros Colaboradores
Convenios
Casa de Mágina
MINERVA Jóvenes investigadores
Publicaciones
Consultoría

 

INVESCOM Salud Comunitaria
LIC Laboratorio de Investigación Cualitativa
OEBE Observatorio de Enfermería Basada en la Evidencia
GED Investigación bibliométrica y documental
Grupo Aurora Mas de Investigación en Cuidados e Historia
FORESTOMA Living Lab Enfermería en Estomaterapia
CIBERE Consejo Iberoamericano de Editores de Revistas de Enfermería