ENTRAR            

 


 

 

 
Artículo de Revisión
 

 Ir a sumario    Acceso al texto completo

Avances en Enfermería
[av.enferm. -Col-]
2013 ene-jun; 31(1): 141-158

 Manuscrito recibido: 03.03.11
Aceptado: 10.04.13

Segurança do trabalhador na manipulação de antineoplásicos

 

Monique Haenscke Senna,* Aline Lima Pestana,** Gabriela Marcellino de Melo Lanzoni,*** Alacoque Lorenzini Erdmann,**** Betina Hörner Schlindwein Meirelles*****

 

*Enfermeira, Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós- Graduação em Enfermagem, Universidade Federal de Santa Catarina/PEN/UFSC, Bolsista CAPES, Integrante do Grupo de Pesquisas em Administração e Gerência do Cuidado em Saúde e Enfermagem (GEPADES). moniquehsenna@hotmail.com **Mestre em Enfermagem, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Programa de Pós Graduação em Enfermagem, Universidade Federal de Santa Catarina/PEN/UFSC, Bolsista CNPq, Integrante do GEPADES, E-mail: aline_lima_pestana@yahoo.com.br ***Enfermeira. Doutora em Enfermagem, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Programa de Pós Graduação em Enfermagem, Universidade Federal de Santa Catarina/PEN/UFSC, Bolsista CAPES, Integrante do GEPADES. E-mail: gabimrc@gmail.com ****Enfermeira. Doutora em Filosofia. Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Professora Titular do Departamento de Enfermagem e do Programa de Pós Graduação em Enfermagem, Universidade Federal de Santa Catarina/PEN/UFSC, Pesquisadora 1A do CNPq, Líder do GEPADES. E-mail: alacoque@newsite.com.br *****Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Docente da Universidade Federal de Santa Catarina/PEN/UFSC, Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq, Integrante do GEPADES. E-mail: betinahsm@ig.com.br

Cómo citar este documento:
Senna, Monique Haenscke; Pestana, Aline Lima; Lanzoni, Gabriela Marcellino de Melo; Erdmann, Alacoque Lorenzini; Meirelles, Betina Hörner Schlindwein. Segurança do trabalhador na manipulação de antineoplásicos. Avances en Enfermería. 2013 ene-jun, 31(1). En: <http://www.index-f.com/rae/311/141158.php> Consultado el

Resumo

Os profissionais de saúde que atuam em unidades hospitalares encontram-se expostos a vários riscos como acidentes e doenças ocupacionais sendo que a manipulação de quimioterápicos antineoplásicos é o principal risco químico para eles. Assim, este estudo teve verificar as contribuições e os desafios da segurança do trabalhador da enfermagem na manipulação de antineoplásicos identificados na literatura científica. Trata-se de um estudo bibliográfico cuja coleta de dados foi realizada através dos títulos e resumos dos artigos científicos no período de 1999 a 2010, nas bases de dados LILACS e MEDLINE, e na biblioteca eletrônica SciELO. Utilizaram-se como descritores: Antineoplásicos (Antineoplastic Agents), Quimioterapia (Drug Terapy), Biossegurança (Exposure to Biological Agents), Segurança do trabalhador (Occupation health). Todos associados à Enfermagem (Nursing). A partir da combinação dos descritores foram localizados 3418 artigos, que após critérios de seleção resultou em 33 artigos para análise. Apresentase a caracterização dos estudos encontrados segundo o tipo, ano de publicação, cenários e sujeitos mais pesquisados, bem como, as categorias resultantes da análise de conteúdo, quais sejam: segurança do trabalhador na manipulação de antineoplásicos; profissionais de saúde; os riscos ocupacionais; e, biossegurança para educação em saúde. Conclui-se que é indispensável à atuação do enfermeiro em ações de educação permanente com os profissionais de enfermagem, a fim de evitar possíveis danos que interfiram em sua saúde.
Palavras chave: Enfermagem/ Antineoplásicos/ Quimioterapia/ Exposição a agentes biológicos. (Fonte: DeCS, BIREME)
 

Abstract
Worker security in handling antineoplastic

Health professionals working in hospitals are exposed to various risks of accidents and occupational diseases and the handling of antineoplastic drugs is the main chemical risk to them. Thus, this study aimed to know the scientific production on nursing worker safety antineoplastic manipulation. This is a bibliographic study whose data collection was carried out through the titles and abstracts of scientific articles in the databases LILACS and MEDLINE, and electronic library SciELO in the period 1999-2010. As descriptors the following terms were used: antineoplastic (Antineoplastic Agents), Chemotherapy (Drug therapy) Biosecurity (Exposure to Biological Agents), Worker Security (Occupation health). All of them associated with Nursing. From the combination of descriptors 3418 articles were located, which after an accurate selection criteria 33 articles resulted selected for analysis. In this study we present the characterization of the studies found by type, year of publication, scenarios and most researched subject, as well as the resulting categories of content analysis, namely: worker safety in handling antineoplastic agents; health professionals; occupational risks, and biosecurity for health education. We conclude that it is essential nurses to participate in permanent education activities with nursing professionals, in order to avoid possible damage that might affect their health.
Key-words: Nursing/ Antineoplastics/ Chemotherapy/ Exposition to biological agents. (Source: DeCS, BIREME)
 

Resumen
Seguridad del trabajador en la manipulación de antineoplásicos

Los profesionales de la salud que se desempeñan en unidades hospitalarias están expuestos a diferentes riesgos de accidentes y enfermedades ocupacionales, siendo la manipulación de quimioterápicos antineoplásicos el riesgo químico principal para ellos. Es por ello que el objetivo de este estudio es conocer los hallazgos científicos sobre seguridad del trabajador en la manipulación antineoplásico. Se trata de un estudio bibliográfico cuya compilación de información se realizó a través de los títulos e resúmenes de los artículos científicos del periodo que va desde 1999 hasta 2010, en las bases de datos LILACS y MEDLINE, así como en la biblioteca electrónica SciELO. Las palabras clave utilizadas fueron: Antineoplásicos (Agentes antineoplásicos), Quimioterapia (Terapias medicinales), Bioseguridad (Exposición a agentes biológicos), Seguridad del trabajador (Salud ocupacional), todos vinculados con el ámbito de la enfermería. Con la combinación de las palabras clave en la investigación, se encontraron 3418 artículos, que tras aplicar los criterios de selección resultaron en 33 artículos para análisis. La caracterización de los estudios encontrados se presenta según el tipo, año de publicación, escenarios e sujetos más estudiados, así como las categorías resultantes del análisis de contenido, es decir: seguridad del trabajador en la manipulación de antineoplásicos; profesional de la salud; riesgos ocupacionales; y bioseguridad para la educación en salud. Se concluye que la participación del enfermero en actividades educativas permanentes con profesionales de la enfermería es indispensable para evitar posibles daños que puedan afectar su salud.
Palabras clave: Enfermería/ Antineoplásicos/ Quimioterapia/ Exposición a agentes biológicos. (Fuente: DeCS, BIREME)
 

Referências

(1) Lorenzini A, Shaefer AL, Andrade SR, Santos M, Klock P, Nascimento KC. Sistema de cuidados em enfermagem e saúde: as interações vivenciadas nos grupos de pesquisa. Ciênc. Cuid. Saúde 2009 Out/Dez; 8 (4): 675-82.

(2) Associação Brasileira de Enfermagem (ABEN), Conselho Federal de Enfermagem, Confederação Nacional dos Trabalhadores em Saúde, Federação Nacional de Enfermeiros, Confederação Nacional dos Trabalhadores em Saúde e Seguridade Social da CUT. Enfermagem 30 horas, Documento apresentado em audiência pública na Comissão de Finanças e Tributação na Câmara dos Deputados; 2009 Sep. 15; Brasília, Brasil.

(3) Conceição P, Lopes M, Rolim I. Biossegurança e acidentes de trabalho com perfuro-cortantes entre os profissionais de enfermagem de hospital universitário de Fortaleza CE. Cogitare enferm 2008 Out/Dez;13(4):507-13.

(4) Sêcco I, Robazzi M, Shimizu D, Rúbio M. Acidentes de trabalho típicos envolvendo trabalhadores de hospital universitário da região sul do Brasil: epidemiologia e prevenção. Rev. latinoam. enferm. 2008 Out; 16(5): 824-31.

(5) Sêcco I, Robazzi M. Acidentes de trabalho na equipe de enfermagem de um hospital de ensino do ParanáBrasil. Cienc. Enferm. 2007 Dez;13 (2): 65-78.

(6) Rocha F, Marziale M, Robazzi M. Perigos potenciais a que estão expostos os trabalhadores de enfermagem na manipulação de quimioterápicos antineoplásicos: conhecê-los para preveni-los. Rev. Latinoam. Enferm. 2004 Mai/Jun; 12(3): 511-7.

(7) Bonassa E, Santana T. Enfermagem em terapêutica oncológica. 3ª ed. São Paulo: Atheneu; 2005.

(8) Cavalcante C, Enders B, Menezes R, Medeiros S. Riscos Ocupacionais do Trabalhador em Enfermagem: Uma Análise Contextual. Rev. Ciênc. Cuid. Saúde 2006 Jan/ Abr; 5 (1): 88-97.

(9) Morais E. Riscos ocupacionais para enfermeiros que manuseiam quimioterápicos Antineoplásicos. [Dissertação de Mestrado]. Rio de Janeiro: Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Curso de Enfermagem; 2009.

(10) Bakke H, Araújo N. Acidentes de trabalho com profissionais de saúde de um hospital universitário. Prod. 2010 Out/Dez; 20 (4): 669-76.

(11) Valle A, Feitosa M, Araújo V, Moura M, Santos A, Monteiro C. Representações sociais da biossegurança por profissionais de enfermagem de um serviço de emergência. Esc. Anna Nery Rev. Enferm. 2008 Jun;12(2):304-9.

(12) Carvalho C, Madeira M, Tapety F, Alves E, Martins M, Brito J. Aspectos de biossegurança relacionados ao uso do jaleco pelos profissionais de saúde: uma revisão da literatura. Texto & contexto enferm. 2009 Jun; 18(2): 355-60.

(13) Gil A. Como elaborar projetos de pesquisa. 5ed. São Paulo: Atlas; 2010.p.173.

(14) Marconi M, Lakatos E. Técnicas de pesquisa: planejamento e execução de pesquisas, amostragens e técnicas de pesquisa, elaboração, análise e interpretação de dados. 7ed. São Paulo: Atlas; 2010.p.277.

(15) Cervo A, Bervian P, Da Silva R. Metodologia científica. 6ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall; 2007.p.164.

(16) Minayo M. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 11ed. São Paulo: Hucitec; 2008.p.407.

(17) Monteiro M, Santos E, Kawakami L, Wada M. O ensino de vigilância à saúde do trabalhador no Curso de Enfermagem. Rev. Esc. Enferm. USP. 2007 Jun; 41(2):306-10.

(18) Guimarães R, Mauro M, Mendes R, Melo A, Costa T. Fatores ergonômicos de risco e de proteção contra acidentes de trabalho: um estudo caso-controle. Rev. bras. epidemiol. 2005 Set; 8(3): 282-94.

(19) Batista J, Juliani C, Ayres J. O processo de readaptação funcional e suas implicações no gerenciamento em enfermagem. Rev. Latinoam. Enferm. 2010 Jan/Fev; 18(1): [7 telas]

(20) Silva M, Zeitoune R. Riscos ocupacionais em um setor de hemodiálise na perspectiva dos trabalhadores da equipe de enfermagem. Esc. Anna Nery Rev. Enferm. 2009 Abr/ Jun; 13(2): 279-86.

(21) Miranda E, Stancato K. Riscos à saúde de equipe de enfermagem em unidade de terapia intensiva: proposta de abordagem integral à saúde. Revista Brasileira de Terapia Intensiva 2008 Jan/Mar; 20 (1): 68-76.

(22) Nishide V, Benatti M, Alexandre N. Ocorrência de acidente do trabalho em uma unidade de terapia intensiva. Rev. Latinoam. Enferm 2004 Mar/Abr; 12 (2): 204-11.

(23) Pinheiro J, Zeitoune R. Hepatite B: conhecimento e medidas de biossegurança e a saúde do trabalhador de enfermagem. Esc. Anna Nery Rev. Enferm 2008 Jun; 12(2): 258-64.

(24) Robazzi M, Marziale M. A norma regulamentadora 32 e suas implicações sobre os trabalhadores de enfermagem. Rev. Latinoam. Enferm 2004 Set/Out; 12 (5): 834-6.

(25) Xelegati R, Robazzi M. Riscos químicos a que estão submetidos os trabalhadores de enfermagem: uma revisão de literatura. Rev. Latinoam. Enfer 2003 Mai/Jun;11(3): 350-6.

(26) Costa, M, Costa M. Educação em biossegurança: contribuições pedagógicas para a formação profissional em saúde. Ciênc. saúde coletiva 2010 Jun; 15 (1): 1741-50.

(27) Monteiro A, Nicolete M, Marziale M, Robazzi M. Manuseio e preparo de quimioterápicos: uma colaboração ao processo reflexivo da conduta de enfermagem. Rev. Latinoam. Enferm. 1999 Dez; 7 (5): 127-35.

(28) Gir E, Takahashi R, Oliveira M, Nichiata L, Ciosak S. Biossegurança em DST/Aids: condicionantes da adesão do trabalhador de enfermagem as precauções. Rev. Esc. Enferm. USP. 2004 Set; 38(3): 245-53.

(29) Balsamo A, Felli V. Estudo sobre os acidentes de trabalho com exposição aos líquidos corporais humanos em trabalhadores da saúde de um hospital universitário. Rev. Latinoam. Enferm 2006 Mai/Jun;14(3):346-53.

(30) Lopes A, Oliveira A, Silva J, Paiva M. Adesão às precauções padrão pela equipe do atendimento pré-hospitalar móvel de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. Cad. saúde pública 2008 Jan; 24 (6):1387-96.

(31) Garcia L, Ramos B. Gerenciamento dos resíduos serviços de saúde: uma questão de biossegurança. Cad. Saúde Pública 2004 Mai/Jun; 20(3):744-52.

(32) Andrade, A, Sanna M. Ensino de Biossegurança na Graduação em Enfermagem: uma revisão da literatura. Rev. bras. enferm 2007 Set/Out;60(5):569-72.

(33) Moreno M, Mesa L, Galindo S. Calidad de vida de las (los) profesionales de enfermería y sus consecuencias en el cuidado. Av. enferm. 2008 Jul/Dez; XXVI(2): 57-68.

(34) Azambuja E, Kerber N, Kirchhof A. A saúde do trabalhador na concepção de acadêmicos de enfermagem. Rev. Esc. Enferm. USP 2007 Set; 41 (3): 355-62.

(35) Costa T, Felli V. Exposição dos trabalhadores de enfermagem as cargas químicas em um hospital público universitário da cidade de São Paulo. Rev. Latinoam. Enferm 2005 Jul/Ago; 13 (4): 501-8.

(36) Pereira M, Costa M, Borba C, Junberg C. Construção do conhecimento em biossegurança: uma revisão da produção acadêmica nacional na área da saúde. Saúde Soc 2010 Jun; 19 (2): 395-404.

(37) Mantovani M, Lacerda M, Ulbrish E, Bandeira J, Gaio D. Panorama da produção do conhecimento em enfermagem na saúde do trabalhador: impacto e perspectivas. Rev. bras. enferm. 2009 Set/Out; 62 (5): 784-8.

(38) Castro M, Farias S. A produção científica sobre riscos ocupacionais a que estão expostos os trabalhadores de enfermagem. Esc. Anna Nery Rev. Enferm. 2008 Jun; 12 (2): 364-9.

(39) Campos A, Gutierrez P. A assistência preventiva do enfermeiro ao trabalhador de enfermagem. Rev. Bras. Enferm 2005 Jul/Ago; 58 (4): 458-61.

(40) Vieira M, Padilha M. O HIV e o trabalhador de enfermagem frente ao acidente com material perfurocortante. Rev. Esc. Enferm. USP 2008 Dez; 42 (4): 804-10.

Pie Doc

 

RECURSOS CUIDEN

 

RECURSOS CIBERINDEX

 

FUNDACION INDEX

 

GRUPOS DE INVESTIGACION

 

CUIDEN
CUIDEN citación

REHIC Revistas incluidas
Como incluir documentos
Glosario de documentos periódicos
Glosario de documentos no periódicos
Certificar producción
 

 

Hemeroteca Cantárida
El Rincón del Investigador
Otras BDB
Campus FINDEX
Florence
Pro-AKADEMIA
Instrúye-T

 

¿Quiénes somos?
RICO Red de Centros Colaboradores
Convenios
Casa de Mágina
MINERVA Jóvenes investigadores
Publicaciones
Consultoría

 

INVESCOM Salud Comunitaria
LIC Laboratorio de Investigación Cualitativa
OEBE Observatorio de Enfermería Basada en la Evidencia
GED Investigación bibliométrica y documental
Grupo Aurora Mas de Investigación en Cuidados e Historia
FORESTOMA Living Lab Enfermería en Estomaterapia
CIBERE Consejo Iberoamericano de Editores de Revistas de Enfermería