ENTRAR            

 


 

R de Pesq: cuidado fundamental Online -Bra- v8n4 2016 85101

 

 
PESQUISA
 

 Ir a sumario  Acceso al texto completo

Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online
[
R de Pesq: cuidado é fundamental Online -Bra-]
2016 oct-dic 8(4):
5101-5107

 Recebido em: 12/02/2015
Revisões requeridas: Não
Aprovado em: 08/01/2016
Publicado em: 01/10/2016

Assistência à pessoa com Parkinson no âmbito da estratégia de saúde da família

 

Clecio Andre Alves da Silva Maia,1 Teresa de Lourdes Araújo Galvão,2 Kalyane Kelly Duarte de Oliveira,3 Francisco Arnoldo Nunes de Miranda4

 

(1) Enfermeira pela Universidade Estadual do Rio Grande do Norte - UERN Campus Caicó (2) Enfermeira. Doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, do Departamento de Enfermagem, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Universidade Federal do Rio Grande do Norte/UFRN. Natal-RN, Brasil (3) Enfermeiro. Docente da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte/UERN. Caicó-RN, Brasil (4) Enfermeiro. Doutor. Docente do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Norte/ UFRN. Natal-RN, Brasil

 

Cómo citar este documento:
Maia, Clecio Andre Alves da Silva; Galvão, Teresa de Lourdes Araújo; Oliveira, Kalyane Kelly Duarte de; Miranda, Francisco Arnoldo Nunes de. Assistência à pessoa com Parkinson no âmbito da estratégia de saúde da família. R de Pesq: cuidado é fundamental Online -Bra-. 2016 oct-dic, 8(4). En: <http://www.index-f.com/pesquisa/2016/85101.php> Consultado el

Resumo

Objetivo: analisar as concepções que o portador da Doença de Parkinson (DP) detém sobre a assistência integral realizada pelo enfermeiro. Método: a investigação é descritivo-exploratória, com abordagem qualitativa. A coleta de informações realizou-se por meio de uma entrevista semiestruturada. Foram entrevistados cinco acometidos pela DP que recebem assistência na Estratégia de Saúde da Família (ESF) do município de Acari/RN. Resultados: evidenciou-se a necessidade da implementação de ações voltadas a sua saúde, em âmbito individual e coletivo nas ESF do município, e efetivar a atuação do enfermeiro como responsável pela promoção e prevenção à saúde na atenção primária prestando assistência integral baseada no princípio da integralidade. Conclusão: concluiu-se que não ocorre execução de plano terapêutico direcionado à saúde da pessoa com DP em âmbito individual e coletivo nas ESFs. Desta forma, deve-se efetivar a atuação do enfermeiro como responsável pela promoção e prevenção à saúde na atenção primária.
Descritores: Doença de Parkinson/ Integralidade em Saúde/ Assistência; Enfermagem.
 

Resumen
La asistencia a la persona con Parkinson dentro de la estrategia salud de la familia

Objetivo: analizar las concepciones que el portador de la Enfermedad de Parkinson tiene sobre la atención integral realizada por enfermeras. Método: la investigación es descriptiva y exploratoria con un enfoque cualitativo. Los datos se recogieron en octubre mediante entrevistas semi-estructuradas. Entrevistamos a cinco Pacientes con enfermedad de Parkinson que reciben atención en la Estrategia de Salud de la Familia (ESF) en la ciudad de Acari/RN. Resultados: se evidenció la necesidad de acciones para el soporte de la salud de los DP en forma individual y colectiva en las ESF de la ciudad, y llevar a cabo el trabajo de las enfermeras responsable de promoción de la salud y la prevención en la atención primaria de la atención integral basado en el principio de la integralidad. Conclusión: se concluye que no se da soporte al DP en la salud en el plan terapéutico en forma individual y colectiva en las ESF. De este modo, el papel de la enfermera es ser responsable de promoción de la salud y la prevención en la atención primaria.
Descriptores: Enfermedad de Parkinson/ Integralidad en Salud/ Asistencia/ Enfermería.
 

Abstract
Assistance to the person with Parkinson carrier in the context of family health strategy

Objective: to analyze the conceptions that the bearer of the Parkinson Disease about the comprehensive care performed by nurses. Method: The research is descriptive and exploratory with a qualitative approach. Data collection was carried out through a semi-structured interview. Five patients with PD were interviewed receiving care in the Family Health Strategy (ESF) in the city of Acari/RN. Results: it was evident the need to implement actions to health DP carrier in individually and collectively in the city´s ESFs, and carry out the work of nurses as responsible for health promotion and prevention in primary care providing comprehensive care based on the principle of integrality. Conclusion: it is concluded that there are not therapeutic plan execution directed to the health of DP carriers individually and collectively in the ESFs. Thus, the nurses role is being responsible for health promotion and prevention in primary care is performed.
Descriptors: Parkinson Disease/ Integrality in Health/ Assistance/ Nurse.
 

Referências

1. Navarro-Peternella FM, Marcon SS. A convivência com a doença de Parkinson na perspectiva do parkinsoniano e seus familiares. Rev Gaúcha Enferm. 2010. 31 (3):415-22

2. Teixeira-Arroyo C, Rinaldi NM, Batistela RA, Barbieri FA, Vitório R, Gobbi LTB. Exercise and cognitive functions in Parkinsons disease: gender differences and disease severity. Motriz rev educ fís. 2014. 20(4): 461-69.

3. Brasil. Ministério da Saúde. Portaria nº 228 de 10 de maio de 2010. Aprova o Protocolo clínico e diretrizes terapêuticas Doença de Parkinson. Diário Oficial da União, Brasília, 11 de maio de 2010,seção 1, p. 42-5.

4. Ortín GD, Sequero VG, Domènech NC, López FP, Robles PH. Planificación anticipada de decisiones en las enfermedades crónicas avanzadas. Rev esp geriatr gerontol. 2013. 48 (5):228-31.

5. Barbosa BR, Almeida JM, Barbosa MR, Rossi-Barbosa, LAR. Avaliação da capacidade funcional dos idosos e fatores associados à incapacidade. Ciência & Saúde Coletiva. 2014. 19 (8): 3317-25.

6. Júnior JMP, Miranda FAM, Melo RM, Silva MB. Gestão em Saúde Mental em um Município de pequeno porte: Uma experiência em um município de pequeno porte. Rev APS. 2013 jul/set; 16(3): 328-332.

7. Branco PCC. Diálogo entre análise de conteúdo e método fenomenológico empírico: percursos históricos e metodológicos. Rev. abordagem gestál. 2014. 20 (2):189-97.

8. Gonçalves H, Menasche R. Researching at the interface: problems and challenges from qualitative health research. Interface. 2014. 18 (50), 449-56.

9. Brasil. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Secretários da Saúde. Atenção Primária e Promoção da Saúde: Coleção para Entender a Gestão do SUS. Brasília: Ministério da Saúde, 2011. 197 p.

10. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Política Nacional de Atenção Básica. Brasília. 2012. 110 p.

11. Malta DC, Merhy EE. O percurso da linha do cuidado sob a perspectiva das doenças crônicas não transmissíveis. Interface. 2010. 14 (34). 593605.

12. Silva CSO, Fonseca ADG, Souza e Souza LP, Siqueira LG, Belasco AGS, Barbosa DA. Integralidade e Atenção Primária à Saúde: avaliação sob a ótica dos usuários. Ciência & Saúde Coletiva. 2014. 19 (11), 4407-15.

13. Linard AG, Chaves ES, Rolim ILTP, Aguiar MIF. Princípios do Sistema Único de Saúde: compreensão dos enfermeiros da Estratégia de Saúde da Família. Rev Gaúcha Enferm. 2011. 32 (1), 11420.

14. Sossai LCF, Pinto IC. A visita domiciliária do enfermeiro: Fragilidades x potencialidades. Cienc Cuid Saude. 2010. 9 (3), 569-76.

15. Amaral LR, Oliveira MAD, Cardoso RB, Ávila SPAR, Cardoso BLC. Atuação do enfermeiro como educador no programa saúde da família: importância para uma abordagem integral na atenção primária. Revista FG Ciência. 2011. 1 (1), 0121.

16. Aith FMA. Marcos legais da promoção da saúde no Brasil. Rev Med. 2013. 92(2), 148-54.

17. Filippin NT, Martins JS, Libera LDB, Halberstadt BF, Severo AR. Qualidade de vida de sujeitos com doença de Parkinson e seus cuidadores. Fisioter Mov. 2014. 27(1); 57 66.

18. Kuster BJK, Silva LAA, Leite MT, Costa MC. Cuidados de enfermagem aos usuários com doença de Parkinson na Atenção Básica de Saúde. Rev Enferm UFSM. 2014. 4(1), 108.

19. Brabo NC, Minett TSC, Ortiz KZ. Fluência na doença de Parkinson: tempo da doença, status cognitivo e idade. Arq Neuro- Psiquiatr. 2014. 72 (5), 349-55.

20. Mendes CKTT, Alves MSCF, Silva AO, Paredes MAS, Rodrigues TP. Representações sociais de trabalhadores da atenção básica de saúde sobre envelhecimento. Rev Gaúcha Enferm. 2012. 33 (3),148-55.

21. Gonçalves GB, Leite MAA, Pereira JS. Influência das distintas modalidades de reabilitação sobre as disfunções motoras decorrentes da Doença de Parkinson. Rev Bras Neurol. 2011. 47(2), 22 30.

22. Ferri-de-Barros, JE. Doença de Parkinson. Rev Bras Med; mai jun. 2012. 69 (5/6).

23. Brasil. Ministério da Saúde. Estratégias para o cuidado da pessoa com doença crônica. Cadernos de Atenção Básica, n. 35. Departamento de Atenção Básica. Brasília. 2014, p. 162.

24. Custodio N, Bendezú L, Castro-Suárez S, Herrera-Pérez E, Lira D, Montesinos R, et al. Características neuropsicológicas de pacientes con deterioro cognitivo leve y demencia asociada a la enfermedad de Parkinson. Rev Neuropsiquiatr. 2013. 76 (4), 246 54.

25. Zahodne LB, Marsiske M, Bowers D. A latent class analysis of psychological disturbance in Parkinsons disease. Int J Geriatr Psychiatry. 2013. 28(10): 1054-60.

Pie Doc

 

RECURSOS CUIDEN

 

RECURSOS CIBERINDEX

 

FUNDACION INDEX

 

GRUPOS DE INVESTIGACION

 

CUIDEN
CUIDEN citación

REHIC Revistas incluidas
Como incluir documentos
Glosario de documentos periódicos
Glosario de documentos no periódicos
Certificar producción
 

 

Hemeroteca Cantárida
El Rincón del Investigador
Otras BDB
Campus FINDEX
Florence
Pro-Tesis
Instrúye-T

 

¿Quiénes somos?
RICO Red de Centros Colaboradores
Convenios
Casa de Mágina
MINERVA Jóvenes investigadores
Publicaciones
Consultoría

 

INVESCOM Salud Comunitaria
LIC Laboratorio de Investigación Cualitativa
OEBE Observatorio de Enfermería Basada en la Evidencia
GED Investigación bibliométrica y documental
Grupo Aurora Mas de Investigación en Cuidados e Historia
FORESTOMA Living Lab Enfermería en Estomaterapia
CIBERE Consejo Iberoamericano de Editores de Revistas de Enfermería