ENTRAR            

 


 

R de Pesq: cuidado é fundamental Online -Bra- v8n4 2016 84942

 

 
REVISÃO INTEGRATIVA DA LITERATURA
 

 Ir a sumario  Acceso al texto completo

Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online
[
R de Pesq: cuidado é fundamental Online -Bra-]
2016 oct-dic 8(4):
4942-4948

 Recebido em: 04/04/2014
Revisões requeridas: Não
Aprovado em: 03/09/2014
Publicado em: 01/10/2016

Prevalência do tabagismo e terapêutica da dependência de nicotina: uma revisão integrativa

 

Terezinha Alcântara Silva,1 Maria Lucia Ivo,2 Sandra Luzinete Felix de Freitas,3 Ana Paula Assis Sales,4 Alexandra Maria Almeida Carvalho5

 

(1) Doutora em Enfermagem Fundamental USP/RP, Orientadora do Programa de Pós-Graduação em Saúde e Desenvolvimento na Região Centro-Oeste e do Curso de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (2) Doutora em Enfermagem Fundamental USP/RP, Orientadora do Programa de Pós-Graduação em Saúde e Desenvolvimento na Região Centro-Oeste e do Curso de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (3) Enfermeira Obstetra. Doutoranda em Saúde e Desenvolvimento na Região Centro Oeste, Docente do Curso de Enfermagem da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (4) Doutora em Saúde e Desenvolvimento na Região Centro Oeste, Docente do Curso de Enfermagem da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (5) Doutora em Engenharia de Biosistemas e Ciências Ambientais pela Universidade do Tennessee/Knoxville/EUA, Orientadora do Programa de Pós-Graduação em Saúde e Desenvolvimento na Região Centro-Oeste da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

 

Cómo citar este documento:
Silva, Terezinha Alcântara; Ivo, Maria Lucia; Freitas, Sandra Luzinete Felix de; Sales, Ana Paula Assis; Carvalho, Alexandra Maria Almeida. Prevalência do tabagismo e terapêutica da dependência de nicotina: uma revisão integrativa. R de Pesq: cuidado é fundamental Online -Bra-. 2016 oct-dic, 8(4). En: <http://www.index-f.com/pesquisa/2016/84942.php> Consultado el

Resumo

Objetivo: Identificar evidências disponíveis na literatura sobre os aspectos epidemiológicos, abordagem do tabagista e terapêutica da dependência da nicotina na população. Método: Trata-se de revisão integrativa realizada na Biblioteca Virtual de Saúde, com as seguintes associações de palavraschave: “prevalência e tabagismo”, “dependência e nicotina”, “depressão e tabagismo” e “abandono do hábito de fumar”. Resultados: Os resultados dos dezesseis artigos selecionados apontaram: ensino fundamental incompleto, baixa renda, início do tabagismo na adolescência, maior prevalência e recidiva entre mulheres. Conclusão: O tabagismo é mais prevalente em mulheres e estas apresentam maior recidiva após o tratamento. A terapêutica mais utilizada foi o uso conjunto de fármacos com a abordagem psicossocial e/ou método cognitivo comportamental. É necessário capacitar os profissionais de saúde para compreender o tabagismo como problema de saúde pública e encaminhar o usuário para tratamento.
Descritores: Tabaco/ Hábito de Fumar/ Nicotina/ Dependência.
 

Resumen
Prevalencia de tabaquismo y tratamiento de la dependencia a la nicotina: una revisión integradora

Objetivo: Identificar evidencias disponibles en la literatura sobre los aspectos epidemiológicos, abordaje del tabaquista y terapéutica de la dependencia de la nicotina en la población. Método: Se trata de una revisión integradora realizada en la Biblioteca Virtual de Salud, con las siguientes asociaciones de palabras-clave: “prevalencia y tabaquismo”, “dependencia y nicotina”, “depresión y tabaquismo”, y “abandono del hábito de fumar”. Resultados: Los resultados de los dieciséis artículos seleccionados señalaron: enseñanza primaria incompleta, baja renta, inicio del tabaquismo en la adolescencia, mayor prevalencia y recurrencia entre mujeres. Conclusión: El tabaquismo es más frecuente entre mujeres y éstas presentan mayor recurrencia después del tratamiento. La terapéutica más utilizada fue el uso conjunto de fármacos con el abordaje psicosocial y/o método cognitivo comportamental. Es necesario capacitar los profesionales de salud para comprender el tabaquismo como problema de salud pública y encaminar el usuario para tratamiento.
Descriptores: Tabaco/ Hábito de fumar/ Nicotina/ Dependencia.
 

Abstract
Smoking prevalence and of nicotine dependence’s therapeutics: an integrative review

Objective: To identify available evidence in the literature on the epidemiological aspects, the approach to the smoker, and therapeutic of nicotine addiction in the population. Method: This is an integrative review carried out in the Health Virtual Library using the following combinations of keywords: “prevalence and smoking,” “dependence and nicotine”, “depression and smoking,” and “smoking cessation.” Results: The results from the sixteen selected articles pointed out: incomplete primary education, low income, early teenage smoking, and higher prevalence and recurrence among women than men. Conclusion: Smoking is more prevalent in women, and women have a higher incidence of relapse after treatment than men. The most widely used therapy was the use of drugs in conjunction with a psychosocial approach and/or cognitive behavioral method. It is necessary to train health professionals to understand the smoking habit as a public health problem to refer individuals to treatment.
Descriptors: Tobacco/ Smoking/ Nicotine/ Dependence.
 

Referências

1. Sborgia RC, Ruffino-Netto A. Tabagismo e a transdisciplinaridade. Medicina, Ribeirão Preto. [periódico na Internet]. 2005 Jun [acesso em 2013 Mar 22]; 38(2):161-3. ISSN 2176-7262. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/439

2. World Health Organization [homepage na Internet]. Research and policy development. [acesso em 2013 Mar 20]. Disponivel em: http://www.who.int/tobacco/surveillance/en/

3. Balbani APS, Montovani JC. Métodos para abandono do tabagismo e tratamento da dependência da nicotina. Rev Bras de Otorrinolaringol. 2005 Nov/Dec [acesso em 2013 Mar 18]; 71(6):820-7. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rboto/v71n6/a21v71n6.pdf

4. World Health Organization [homepage na Internet]. Report on the Global Tobacco Epidemic, 2009: Implementing smoke-free environments. [acesso em 2013 Mar 20]. Disponivel em: http://www.who.int/tobacco/mpower/2009/en/

5. ______ [homepage na Internet]. Tobacco control economics. [acesso em 2013 Fev 01] Disponivel em: http://www.who.int/tobacco/economics/en/

6. Ministério da Saúde, Instituto Nacional do Câncer. [homepage na internet] Tabagismo: dados e números. Rio de Janeiro: INCA, 2006. [acesso em 2013 Mar 28] Disponível em: http://www.inca.gov.br/tabagismo/frameset.asp?item=dadosnum&link=brasil.htm

7. World Health Organization. [homepage na Internet]. Offer help to quit tobacco use [Acesso em 2013 Mar 21]. Disponível em: http://www.who.int/tobacco/mpower/offer/en/index2.html

8. Procaska JO, Diclemente C. Stages and processes of self-change of smoking: toward an integrative model of change. J Consult Clin Psychol. 1983 [acesso em 2013 Mar 17];51(3):390-5. Disponível em: http://www.uri.edu/research/cprc/Publications/PDFs/ByTitle/Stages%20and%20Processes%20of%20self%20change.pdf

9. Mendes KDS, Silveira RCCP, Galvão CM. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto Contexto Enferm. 2008 Out-Dez [acesso em 2013 Jan 12];17(4):758-64. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v17n4/18.pdf

10. Almeida AF, Mussi FC. Tabagismo: Conhecimentos, Atitudes, Hábitos e Grau de Dependência de Jovens fumantes em Salvador. Rev Esc Enferm USP [online]. 2006 [acesso em 2013 Fev 05];40(4):456-63. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v40n4/v40n4a01.pdf

11. Santos JDP, Silveira DV, Oliveira DF, et al. Instrumento para a Avaliação do Tabagismo: uma revisão sistemática. Ciência & Saúde Coletiva: 2011 [acesso em 2013 Fev 05];16(12):4707-20. Disponível em: http://www.scielosp.org/pdf/csc/v16n12/20.pdf

12. Rondina RC, Gorayeb R, Botelho C. Características psicológicas associadas ao comportamento de fumar tabaco. J Bras Pneumol. 2007 [acesso em 2013 Fev 05];33:592-601. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/jbpneu/v33n5/v33n5a16.pdf

13. Mazoni CG, Fernandes S, Pierozan PC, et al. A eficácia das intervenções farmacológicas e psicossociais para o tratamento do tabagismo: revisão da literatura. Estud Psicol (Natal). 2008 [acesso em 2013 Fev 08];13(2):133-40. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/epsic/v13n2/05.pdf

14. Melo WV, Oliveira MS, Araújo RB, et al. A entrevista motivacional em tabagistas: uma revisão teórica. Rev psiquiatr Rio Gd Sul. 2008 [acesso em 2013 Fev 08]; 30(1Supl). Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rprs/v30n1s0/v30n1a01s0.pdf

15. Azevedo RCS, Higa CMH, Assumpção ISMA, et al. Atenção aos tabagistas pela capacitação de profissionais da rede pública. Rev. Saúde Pública. 2008 Feb [acesso em 2013 Fev 05];42(2):353-5. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rsp/v42n2/6862.pdf

16. Santos SR, Gonçalves MS, Studart FS, et al. Perfil dos fumantes que procuram um centro de abandono do tabagismo. J Brasil de Pneumol. 2008 [acesso em 2013 Fev 01];34(9):695-701. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/jbpneu/v34n9/v34n9a10.pdf

17. Kuhnen M, Boing AF, Oliveira MC,et al. Tabagismo e fatores associados em adultos: um estudo de base populacional. Rev Bras Epidemiol. 2009 [acesso em 2013 Fev 11];12(4): 615-26. Disponível em: http://www.scielosp.org/pdf/rbepid/v12n4/11.pdf

18. Caram LMO, Ferrari R, Tanni SE, et al. Perfil de fumantes atendidos em serviço público para tratamento do tabagismo. J Bras Pneumol. 2009 Oct [acesso em 2013 Fev 11];35(10):980-5. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/jbpneu/v35n10/v35n10a06.pdf

19. Azevedo RCS, Higa CMH, Assumpção ISMA, et al. Grupo terapêutico para tabagistas: resultados após seguimento de dois anos. Rev Assoc Med Bras. 2009 [acesso em 2013 Fev 13];55(5): 593-6. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ramb/v55n5/25.pdf

20. Silva VA, Ferreira AS, Cogo BA, et al. Programa de Estudos e Tratamento do tabagismo (PROGETA) na Universidade Federal Fluminense. Pulmão RJ. 2009 [acesso 2013 Fev 16];18(3):139-43. Disponível em: http://www.sopterj.com.br/revista/2009_18_3/04.pdf

21. Russo AC, Azevedo RCS. Fatores motivacionais que contribuem para a busca de tratamento ambulatorial para a abandono do tabagismo em um hospital geral universitário. J Bras Pneumol 2010 Sept/Oct [acesso em 2013 Fev 17];36(5):603-11. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/jbpneu/v36n5/v36n5a12.pdf

22. Siahpush M, Yong H-H, Borland R, et al. Socioeconomic position and abrupt versus gradual method of quitting smoking: findings from the International Tobacco Control Four-Country Survey. Nicotine & Tobacco Research. 2010 Oct [acesso em 2013 Fev 16];12(1Supl):58-63. Disponível em: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2948141/pdf/ntq135.pdf

23. Castro MRP, Matsuo T, Nunes SOV. Características clínicas e qualidade de vida de fumantes em um centro de abordagem e tratamento do tabagismo. J. Bras. Pneumol. 2010 Jan/Feb [acesso em 2013 Fev 21];36:67-74 Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/jbpneu/v36n1/v36n1a12.pdf

24. Azevedo e Silva G, Valente JG, Malta DC. Tendências do tabagismo na população adulta das capitais brasileiras: uma análise dos dados de inquéritos telefônicos de 2006 a 2009.Rev. bras. epidemiol. 2011 [acesso em 2013 Fev 21];14(1Supl): 103-14. Disponível em: http://www.scielosp.org/pdf/rbepid/v14s1/a11v14s1.pdf

25. Fu SS, van Ryn M, Sherman SE, et al. Population-based tobacco treatment: study design of a randomized controlled trial. BMC Public Health. 2012 [acesso em 2013 Fev 21]; 12(159). Disponível em: http://www.biomedcentral.com/1471-2458/12/159

26. Programa de Atenção Integral à Saúde da Mulher (PAISM). [homepage na Internet] [acesso em 2013 Mar 16]. Disponível em: http://portal.saude.gov.br/portal/saude/visualizar_texto.cfm?idtxt=25236

Pie Doc

 

RECURSOS CUIDEN

 

RECURSOS CIBERINDEX

 

FUNDACION INDEX

 

GRUPOS DE INVESTIGACION

 

CUIDEN
CUIDEN citación

REHIC Revistas incluidas
Como incluir documentos
Glosario de documentos periódicos
Glosario de documentos no periódicos
Certificar producción
 

 

Hemeroteca Cantárida
El Rincón del Investigador
Otras BDB
Campus FINDEX
Florence
Pro-Tesis
Instrúye-T

 

¿Quiénes somos?
RICO Red de Centros Colaboradores
Convenios
Casa de Mágina
MINERVA Jóvenes investigadores
Publicaciones
Consultoría

 

INVESCOM Salud Comunitaria
LIC Laboratorio de Investigación Cualitativa
OEBE Observatorio de Enfermería Basada en la Evidencia
GED Investigación bibliométrica y documental
Grupo Aurora Mas de Investigación en Cuidados e Historia
FORESTOMA Living Lab Enfermería en Estomaterapia
CIBERE Consejo Iberoamericano de Editores de Revistas de Enfermería