ENTRAR            

 


 

PARANINFO DIGITAL 2015;22:408

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentar este texto

Ir a Sumario

Documento anterior

Documento siguiente

Enviar correo al autor

Sin Ttulo


Modalidad de presentación:
comunicación digital

 

REF.: 408d

A importância da simulação realística na graduação de enfermagem: uma revisão sistemática da literatura
Thiale Oliveira Santos Pereira, Lorena Novaes Silva, Thainara Reis Cruz, Deborah Monize Carmo Maciel, Lais Silva de Brito, Ana Carla Carvalho Coelho
Escola de Enfermagem da Universidade Federal da Bahia. Salvador, Brasil

Rev Paraninfo digital, 2015: 22

Cómo citar este documento
Pereira,Thiale Oliveira Santos; Silva, Lorena Novaes; Cruz, Thainara Reis; Maciel, Deborah Monize Carmo; Brito, Lais Silva de; Coelho, Ana Carla Carvalho. A importância da simulação realística na graduação de enfermagem: uma revisão sistemática da literatura. Rev Paraninfo Digital, 2015; 22. Disponible en: <https://www.index-f.com/para/n22/408.php> Consultado el

RESUMO

Introdução: A simulação realística é uma estratégia de ensino e aprendizagem segura para construção e consolidação do conhecimento em enfermagem.
Objetivo: Descrever a importância do método de simulação realística no curso de graduação em enfermagem.
Métodos: Trata-se de uma revisão sistemática da literatura. A busca foi realizada nas bases de dados PUBMED e BIREME. Foram selecionados artigos publicados nos últimos 10 anos, nos idiomas português, inglês e espanhol.
Resultados: Foram encontrados 179 artigos, sendo analisados 8 estudos que atenderam aos critérios de elegibilidade. Observou-se que a prática de simulação contribui para a obtenção de conhecimentos, habilidades, atitudes e desenvolvimento do pensamento crítico em um contexto de aprendizagem seguro. O uso da simulação em enfermagem é capaz de preparar o aluno para a prática clínica.
Conclusão: O uso da simulação pode elevar a qualidade dos cuidados prestados ao paciente na futura prática profissional.
Palavras chave: Simulação/ Educação em enfermagem/ Simulação do paciente.
 

ABSTRACT

Background: Simulation is a secure teaching and learning strategy to build and consolidate nursing knowledge.
Objective: To describe the importance of the simulation method in the nursing undergraduate degree.
Methods: Designed as a systematic review. The search was performed in the PubMed and BIREME databases. Were selected articles published in the last 10 years, written in Portuguese, English and Spanish. Results: 179 articles were found, and among them were analyzed eight studies that met the eligibility criteria.
Conclusions: The use of simulation can enhance the quality of patient care in the scope of the future professional practice.
Key-words: Simulation/ Education/ Nursing/ Patient Simulation.
 

Bibliografía

1. Filho A, Scarpelini S. Simulação: definição. Medicina (Ribeirão Preto). 2007; 40(2):162-166.
2. Brandão CFS, Collares C, Marin HF. A simulação realística como ferramenta educacional para estudantes de medicina. Scientia medica. 2014; 24(2):187-192.
3. Sanino GEC. O Uso da Simulação em Enfermagem no Curso Técnico de Enfermagem. Journal Health Inform. 2012; 4:148-51.
4. Cooper J,  Taqueti V. A Brief History of the Development of Mannequin Simulators for Clinical Education and Training. Qual Saf Health Care. 2004; 13(Suppl 1): i11�i18.
5. Santos MC,  Leite MCL. A avaliação das aprendizagens na prática da simulação em enfermagem como feedback de ensino. Rev Gaúcha de Enferm. 2010; 31(3): 552-556.
6. Vieira RQ, Caverni LMR. Manequim de Simulação Humana no Laboratório de Enfermagem: uma revisão de literatura. História de Enfermagem Revista Eletrônica. 2011; 105-120.
7. Tosterud R, Hedelin B, Hall-Lord ML. Nursing Students Perceptions of High-and-low Fidelity Simulation Used as Learning Methods. Nurse Education in Practice. 2013; 13(4): 262-270.
8. Moule P, Wilford A, Sales R, Lockyer L. Student Experiences and Mentor Views of the use of Simulation for Learning. Nurse education today. 2008; 28: 790-797.
9. Comer S. Patient Care Simulations: Role Playing to Enhance Clinical Understanding.  Nursing Education Perspectives. 2005; 26(6):357-361.
10. Smith S, Roehrs C. High-fidelity simulation: Factors Correlated with Nursing Student Satisfaction and self confidence. Nursing  education  perspectives. 2009; 30(2): 74-78.
11. Powell-laney S, Keen C, Hall K. The Use of Human Simulators to Enhance Clinical Decision Making of Nursing Student. Education for Heath. 2012; 25(1):11-15.
12. Pearson E,  Mclafferty I. The use of simulation as a learning approach to non-technical skills awareness in final year student nurses. Nurse Education in Practice. 2011; 11(6):399-405.
13. Shinnick M, Woo M, Evangelista L. Predictors of Knowledge Gains Using Simulation in the Education of Prelicensure Nursing Students. Journal of Professional Nursing. 2012; 28(1):41-47
14. Mills J, West C, Langtree T, Usher K, Henry R, Chamberlain-Salaun J, Mason M. �Putting it together�: Unfolding case studies and high-fidelity simulation in the first-year of an undergraduate nursing curriculum. Nurse Education in Practice. 2014; 14(1):12-17.

Principio de p�gina
error on connection