ENTRAR            

 


 

PARANINFO DIGITAL 2015;22:351

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentar este texto

Ir a Sumario

Documento anterior

Documento siguiente

Enviar correo al autor

Sin Ttulo


Modalidad de presentación:
comunicación digital

 

REF.: 351d

Dificuldades da sistematização da assistência de enfermagem
Francisca Aline Arrais Sampaio Santos, Adna Nascimento Souza, Adriana Gomes Nogueira Ferreira, Maria Aparecida Alves de Oliveira, Roberta de Araújo e Silva, Deise de Paula de Souza Siqueira
Curso de enfermagem CCSST, Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Imperatriz, Maranhão, Brasil

Rev Paraninfo digital, 2015: 22

Cómo citar este documento
Santos, Francisca Aline Arrais Sampaio; Souza, Adna Nascimento; Ferreira, Adriana Gomes Nogueira; de Oliveira, Maria Aparecida Alves; Silva, Roberta de Araújo e; Siqueira, Deise de Paula de Souza. Dificuldades da sistematização da assistência de enfermagem. Rev Paraninfo Digital, 2015; 22. Disponible en: <https://www.index-f.com/para/n22/351.php> Consultado el

A Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE) configura-se como metodologia para organizar o cuidado, baseada no método científico. Implantada através do processo de Enfermagem (PE), compreende as seguintes fases: investigação de dados, identificação de problemas de saúde do cliente, a instituição do plano de cuidados, a implementação das ações planejadas e a avaliação. O Conselho Federal de Enfermagem instituiu a obrigatoriedade da SAE nas instituições brasileiras de saúde, conforme Resolução nº 272. Tal resolução defende a SAE como ação privativa e prioritária do enfermeiro, cabendo-lhe elaborar planos de assistência. A falta de conhecimento dos enfermeiros sobre o processo [seguir leyendo].


Bibliografía

1. Truppel TC, Meier MJ, Calixto RC, Peruzzo SA, Crozeta K. Sistematização da Assistência de Enfermagem em Unidade de Terapia Intensiva. Rev Bras Enfer., 2009; 62(2): 221-7.
2. Alfaro-Lefevre, R. Aplicação do processo de Enfermagem: uma ferramenta para o pensamento crítico. Porto Alegre (RS): Artmed, 2010 (7aed.).
3. Conselho Federal De Enfermagem-COFEN (Brasil). Resolução COFEN nº272/2002. Dispõe sobre a Sistematização da Assistência de Enfermagem � SAE nas Instituições de Saúde Brasileiras, 2002.
4. Takahashi AA, Barros ALBL, Michel JJLM, Souza MF. Dificuldades e facilidades apontadas por enfermeiras de um hospital de ensino na execução do processo de enfermagem. Acta Paulista de Enf., 2008; 21(1): 52-62.
5. Santos, FA. Sistematização da Assistência de Enfermagem: o caso do Hospital Ministro Costa Cavalcanti. Foz do Iguaçu. Monografia [Programa de Pós-graduação: Gestão das Organizações] � Universidade Estadual do Oeste do Paraná; 2007.
6. Felix NN, Rodrigues CDS, Oliveira VDC. Desafios encontrados na realização da Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE) em unidade de pronto atendimento. Arq Ciênc Saúde., 2009; 16(4):155-160.
7. Backes DS, Esperança MP, Amaro, AM, Campos, IEF, Cunha, Andreia D, Schwartz E. Sistematização da Assistência de Enfermagem: percepção dos enfermeiros de um hospital filantrópico. Act Sci Health Sci., 2005; 27 (1):25-9.
8. Cruz AM, Almeida MA. Competências na formação de Técnicos de Enfermagem para implementar a Sistematização da Assistência de Enfermagem. Rev Esc Enferm USP, 2010; 44 (4):921-927.

Principio de p�gina
error on connection