ENTRAR            

 


 

PARANINFO DIGITAL 2014;20:214

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentar este texto

Ir a Sumario

Documento anterior

Documento siguiente

Enviar correo al autor

Sin Ttulo


Modalidad de presentación:
comunicación digital

 

REF.: 214d

Produção científica em periódicos de enfermagem sobre equipamentos de proteção individual: revisão sistemática
Vanessa Pereira Rocha, Renata Santana da Silva, Andreia Santos Mendes
Faculdade São Camilo. Salvador, Brasil

Rev Paraninfo digital, 2014: 20

Cómo citar este documento
Rocha, Vanessa Pereira; da Silva, Renata Santana; Mendes, Andreia Santos. Produção científica em periódicos de enfermagem sobre equipamentos de proteção individual: revisão sistemática. Rev Paraninfo Digital, 2014; 20. Disponible en: <http://www.index-f.com/para/n20/214.php> Consultado el 03 de Julio del 2022

RESUMEN

Objetivo: Analisar a produção científica divulgada em periódicos de enfermagem sobre o tema Equipamentos de Proteção Individual (EPI´s).
Metodologia: Revisão sistemática, com abordagem quantitativa. O estudo foi realizado a partir da busca on line de textos disponíveis em todas as bases de dados da Biblioteca Virtual de Saúde. Os artigos selecionados foram caracterizados quanto ao ano e local de publicação, periódico de publicação e seu Qualis CAPES, focos dos estudos, desenhos metodológicos e perfil dos autores.
Resultados: Foram extraídos 32 artigos para a análise, cujo período de publicação foi compreendido entre os anos de 2002 a 2012. Predominaram estudos publicados em periódicos de estratos superiores (A1 a B1); escritos no idioma português; e com abordagem quantitativa. Quanto ao perfil dos autores, a maioria eram enfermeiras(os), doutoras(es), mestres e docentes. A análise dos estudos permitiu apreender 2 temas centrais: "Auto-proteção profissional e o uso de EPIs" e "Riscos e acidentes ocupacionais".
Considerações finais: Observou-se um crescimento discreto na produção sobre o tema EPI´s no período em estudo. Assim, pontua-se a necessidade de aumento da produção e divulgação de estudos acerca do tema que possam contribuir para a excelência do cuidado à saúde do trabalhador.

Referências

1. Mauro MYC , Muzi CD, Guimarães RM, Mauro CCC. Riscos Ocupacionais em Saúde. Rev enferm UERJ 2004; 12: 338-45.

2. Rocha SSL, Felli VEA. Qualidade de vida no trabalho docente em enfermagem. Rev latinoam enferm 2004; 12(1): 28-35.

3. Centro Estadual de Referência em Saúde do trabalhador - CEREST/SESAP. O que é Saúde do Trabalhador? Governo do Estado do Rio Grande do Norte. Rio Grande do Norte [internet] 2012 [citado em 07 de jul de 2012]. Disponivel em: http://www.portal.rn.gov.br/content/aplicacao/sesap_cerest/cerest/gerados/saude_trabalhador.asp.

4. Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto - ISPUP. Saúde Ambiental e Ocupacional [internet] 2012 [citado em 30 de jun de 2012]. Disponível em:  http://www.ispup.up.pt/index.php?cid=Areas&lang=pt&sub=SaudeAmbiental.

5. Lacaz FAC. O campo Saúde do Trabalhador: resgatando conhecimentos e práticas sobre as relações trabalho-saúde. Cad saúde pública 2007; 23(4): 757-66

6. Almeida CAF, Benatti MCC. Exposições ocupacionais por fluidos corpóreos entre trabalhadores da saúde e sua adesão à quimioprofilaxia. Rev Esc Enferm USP 2007; 41(1): 120-26.

7. Nishide VM, Benatti MCC, Alexandre NMC. Ocorrência de acidente de trabalho em uma Unidade de Terapia Intensiva. Rev latinoam enferm 2004; 12(2): 204-11.

8. Leigh JP, Wiatrowski WJ, Gillen M, Steenland NK . Characteristics of persons and jobs with needlestick injuries in a national data set. Am J Infect Control 2008; 36(6): 414-20.

9. Vasconcelos BM, Reis ALRM, Vieira MS. Uso de Equipamentos de Proteção Individual pela equipe de enfermagem de um hospital do município de Coronel Fabriciano. Revista Enfermagem Integrada 2008; 1(1): 99-111.

10. Morais GVM. Enfermagem do Trabalho. 1.ed. São Paulo: Iátria; 2007. 192p.

11. Delonghi LC, Cismer EDP, Gatto L. Medidas de Biossegurança e Prevenção nos Acidentes com Material Biológico. UNINGÁ Review 2010; 4(4): 14-21.

12. Oliveira BAC,  Kluthcovsky ACGC, Kluthcovsky FA. Estudo sobre a ocorrência de acidentes de trabalho com material biológico em profissionais de enfermagem de um hospital. Cogitare enferm 2008; 13(2): 194-205.

13. Neves HCC, Souza ACS, Medeiros M, Munari DB, Ribeiro, LCM, Tipple AFV. Segurança dos trabalhadores de enfermagem e fatores determinantes para adesão aos equipamentos de proteção individual. Rev latinoam enferm 2011; 19(2): 1-8.

14. Mccoy KD, Beekmann SE, Ferguson KJ, Vaughn TE, Torner JC, Woolson RF, et al. Monitoring Adherence to standard Precautions. Am j infect control 2001; 29(1): 24-31.

15. Ministério da Saúde (Brasil), Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos. Por que pesquisa em saúde? Departamento de Ciência e Tecnologia. Série B. Brasília: Ministério da Saúde; 2007.  20p

16. Silva ADRI, Mastroeni MF. Biossegurança: o conhecimento dos formandos da área da saúde. Rev baiana saúde pública 2009; 33(4): 654-65.

17. Azambuja EP, Kerber NPC, Kirchhof AL. A saúde do trabalhador na concepção de acadêmicos de enfermagem. Rev Esc Enferm USP 2007; 41(3): 355-62.

18. Bezerra MLS, Neves EB. Perfil da produção científica em saúde do trabalhador. Saúde Soc 2010; 19(2): 384-94.

19. Lins MPE, Pessôa LAM. Desafios da avaliação de publicações em periódicos: discutindo o novo Qualis da Área Engenharias III. RBPG 2010; 7(12): 14-33.

20. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES. Qualis Periódicos. Brasília, DF [internet] 2012 [citado em 10 de jul de 2012]. Disponível em: http://www.capes.gov.br/avaliacao/qualis/

21. Hochman B. Nahas FX, Filho RSO, Ferreira LM. Desenhos de pesquisa. Acta cir bras 2005; 20 Suppl 2: 2-9.

22. Guariente MHM,  Zago MF, Soubhia Z, Haddad MCL. Sentidos da pesquisa na prática profissional de enfermeiras assistenciais. Rev bras enferm 2010; 63(4): 541-47.

23. Souza ACS, Tipple AFV, Gir E, Canini SRMS. Biossegurança: a produção científica em enfermagem. Rev gaúch enferm 2000; 21(1): 68-81

24. Robazzi MLCC. O desempenho da pós-graduação stricto sensu em Enfermagem e a busca pela excelência [Editorial]. Rev latinoam enferm [internet] set-out 2010 [acesso em 24 de mai de 2013]; 18(5): [02 telas]. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rlae/v18n5/pt_01.pdf.

25. Leite Filho GA. Padroes de Produtividade de Autores em Periódicos e Congressos na Área de Contabilidade no Brasil: um Estudo Bibliométrico. RAC 2008; 12(2): 533-54.

26. Balsamo AC, Felli VEA. Estudo sobre os acidentes de trabalho com exposição aos líquidos corporais humanos em trabalhadores da saúde de um hospital universitário. Rev latinoam enferm 2006; 14(3): 346-53.

27. Spagnuolo, RS, Baldo, RCS, Guerrini, IA. Análise epidemiológica dos acidentes com material biológico registrados no Centro de Referência em Saúde do Trabalhador - Londrina-PR. Rev bras epidemiol 2008; 11(2): 315-23.

28. Souza ACS,  Silva CF, Tipple AFV, Santos SLV, Neves HCC. O uso de equipamentos de proteção individual entre graduandos de cursos da área da saúde e a contribuição das instituições formadoras. Cienc Cuid Saude 2008; 7(1):027-036.

29. Barros FAF. Os desequilíbrios regionais da produção técnico-científica. São Paulo perspect 2000; 14(3): 12-19.

30. Pereira MEC, Costa MAF, Borda CM, Jurberg C.  Construção do conhecimento em biossegurança: uma revisão da produção acadêmica nacional na área de saúde (1989-2009). Saúde Soc 2010; 19(2): 395-404.

Principio de p᧩na
error on connection