ENTRAR            

 


 

CULTURA DE LOS CUIDADOS ISSN:1138-1728 3904 2015 n41 r41147

 

 
Teoría y Método

 Ir a sumario    Acceso al texto completo

Cultura de los Cuidados
[
Cul Cuid]
2015 ene-abr; XIX(41): 147-156

Manuscrito recibido: 09/11/2014
Aceptado: 12/02/2015

Obesidade infantil: o olhar dos enfermeiros inseridos na atenção básica

 

Luara Aparecida Pottratz Alves de Sousa,1 Rosana Amora Ascari,2 Lucinéia Ferraz,3 Elisangela Argenta Zanatta4

(1) Enfermera. Graduada pela Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC. Chapecó, Santa Catarina - Brasil. (2) Enfermeira. Doutoranda em Enfermagem pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS. Professora Assistente. Membro do Grupo de Estudos sobre Saúde e Trabalho (GESTRA) da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Chapecó, Santa Catarina, Brasil. (3) Enfermeira. Mestre em Enfermagem. Professora Assistente. Membro do Grupo de Pesquisa Enfermagem, Cuidado Humano e Processo Saúde-Adoecimento da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Chapecó, Santa Catarina, Brasil. (4) Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Professora Adjunta. Membro do Grupo de Pesquisa Enfermagem, Cuidado Humano e Processo Saúde-Adoecimento da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Chapecó, Santa Catarina, Brasil.


Cómo citar este documento:
Sousa, Luara Aparecida Pottratz Alves de; Ascari, Rosana Amora; Ferraz, Lucinéa; Zanatta, Elisangela Argenta. Obesidade infantil: o olhar dos enfermeiros inseridos na atenção básica. Cultura de los Cuidados. 2015 ene-abr, XIX(41). En: <http://www.index-f.com/cultura/41/41147.php> Consultado el
 

Resumo

Trata-se de um estudo exploratório, descritivo, de abordagem qualitativa, que objetivou conhecer a percepção dos enfermeiros inseridos na Atenção Básica sobre a obesidade infantil num município do oeste catarinense. As informações foram coletadas por meio de entrevista semiestruturadas com dez enfermeiros inseridos na Atenção Básica no período de janeiro à março de 2013. Os dados coletados foram submetidos à análise de conteúdo de Minayo. Foram identificadas as categorias "Mudança no perfil nutricional da população infantil", "Causas do sobrepeso e obesidade infantil", "Complicações da obesidade infantil", "Prevenção da obesidade infantil" e "Ações desenvolvidas no âmbito da atenção básica". Os resultados revelam a percepção dos enfermeiros quanto ao crescimento dos fatores de risco para o desenvolvimento da obesidade infantil e, a necessidade de intensificar ações, especialmente em nível municipal, no que diz respeito ao espaço físico para a realização de atividades físicas e mudanças nos hábitos alimentares.
Palavras-chave: Obesidade; Enfermagem; Saúde da criança


Resumen
Obesidad infantil: la mirada de enfermeras insertada en atención primaria

En este estúdio se desarrolla un enfoque exploratorio, descriptivo, cualitativo, em El que se intenta comprender la percepción de enfermeras de atención primaria sobre la obesidad infantil en una ciudad en el oeste de Santa Catarina. Los datos fueron recolectados a través de entrevistas semiestructuradas con diez enfermeras de Atención Primaria realizadas de enero a marzo de 2013. Los datos obtenidos fueron sometidos a análisis de contenido siguiendo las orientaciones de Minayo. Categorías "Cambio en el estado nutricional de la población infantil", "Causas del sobrepeso y obesidad infantil", "Complicaciones de la obesidad infantil", "Prevención de la Obesidad Infantil" y "acciones emprendidas en atención primaria" fueron identificados. Asimismo, se identificó la percepción de enfermeras en relación con el crecimiento de los factores de riesgo para el desarrollo de la obesidad infantil. Por otra parte, es necesario intensificar las acciones municipales en materia de espacio físico para las actividades físicas y los cambios en los hábitos alimenticios.
Palabras clave: Obesidad; Enfermería; Salud Infantil


Abstract
Childhood obesity: the look of nurses inserted in primary care

This is an exploratory, descriptive, qualitative approach, attempts to understand the perception of nurses inserted in primary care on childhood obesity a city in western Santa Catarina. Data were collected through interviews with ten nurses semiestrururadas inserted in Primary Care from January to March 2013. The collected data were subjected to content analysis Minayo. Categories "Change in nutritional status of the child population", "Causes of childhood overweight and obesity", "Complications of childhood obesity", "Preventing Childhood Obesity" and "Actions undertaken within primary care were identified. It was possible to identify the perception of nurses regarding the growth of the risk factors for the development of childhood obesity. Moreover, it is necessary to intensify municipal actions with regard to physical space for physical activities and changes in eating habits.
Keywords: Obesity; Nursing; Child Health


Bibliografía

Brasil. (2006). Ministério da Saúde. Secretaria de atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Indicadores de vigilância alimentar e nutricional. Brasília: Ministério da Saúde.

Brasil. (2010). Ministério da Saúde. Secretaria de atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Diretrizes do NASF: Núcleo de apoio a Saúde da família. Brasília: Ministério da Saúde.

Enes, C.C., Slater, B. (2010).Obesidade na adolescência e seus principais fatores determinantes. Rev. Bras. Epidemiol, 13(1), 163-71. Disponível em: <http://www.scielosp.org/pdf/rbepid/v13n1/15.pdf>.

Gross, F.M., Van Der Sand, I.C.P., Girardon-Perlini, N.M.O. y Cabral, F.B. (2011). Influência das avós na alimentação de lactentes: o que dizem suas filhas e noras. Acta Paul. Enferm, 24(4), 534-40. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ape/v24n4/a14v24n4.pdf>. - IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (2010). Pesquisa de orçamentos familiares (POF) 2008 / 2009: despesas, rendimentos e condições de vida. Rio de Janeiro: IBGE.

Luiz, A.M.A.G., Gorayeb, R., y Liberatore Junior, R.D.R. (2010). Avaliação de depressão, problemas de comportamento e competência social em crianças obesas. Estud. Psicol. 27(1), 41-48. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/estpsi/v27n1/v27n1a05.pdf>. - Marchi-Alves, L.M., Yagui, C.M., Rodrigues, C.S. et. al. (2011). Obesidade infantil ontem e hoje: importância da avaliação antropométrica pelo enfermeiro. Esc. Anna Nery R Enferm, 15(2), 238-244. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1414-81452011000200004&script=sci_arttext>. Acesso em: 15 fev. 2013.

Melo, V.L.C., Serra, P.J. y Cunha, C.F. (2010). Obesidade infantil - impactos psicossociais. Rev. Méd. Minas Gerais. 20(3), 367-370. Disponível em: <http://www.medicina.ufmg.br/rmmg/index.php/rmmg/article/viewFile/277/261>. - Minayo, M.C.S. (2008) O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 11ª ed. São Paulo: Hucitec; 2008

Neves, P.M.J., Torcato, A.C., Urquieta, A.S. y Kleiner, A.F.R. (2010). Importância do tratamento e prevenção da obesidade infantil. Educação Física em Revista. 4(2),[aproximadamente 12 p.]. Disponível em: <http://portalrevistas.ucb.br/index.php/efr/article/view/1582/1168>.

Santa Catarina. (s.d.). Governo do Estado de Santa Catarina. História de SC: Alemães, italianos e eslavos. Disponível em: <http://www.sc.gov.br/conteudo/santacatarina/historia/paginas/08imigrantes.html>.

Sichieri, R., Souza, R.A. (2008). Estratégias para prevenção da obesidade em crianças e adolescentes. Cad. Saúde Pública, 24(2), S209-S234. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/csp/v24s2/02.pdf>.

Silva, M.M., Rocha, L. y Silva, S.O. (2009). Enfermagem em puericultura: unindo metodologias assistenciais para promover a saúde nutricional da criança. Rev Gaúcha Enfrm. 30(1),. 141-144. Disponível em: <http://seer.ufrgs.br/RevistaGauchadeEnfermagem/article/view/4466>. Sociedade Brasileira de Pediatria

SBP. (2012). Obesidade na infância e adolescência: Manual de Orientação. Departamento Científico de Nutrologia. Disponível em: <https://www.sbp.com.br/PDFs/14297c1-Man_Nutrologia_COMPLETO.pdf>.

Steinberger, J., Daniels, S.R., Eckel, R.H. et al. (2009). Progress and Challenges in Metabolic Syndrome in Children and Adolescents. AHA. 119, P.628-647. Disponível em: <http://circ.ahajournals.org/content/119/4/628.full>.

Vieira, A.C.R. y Sichieri, R. (2008). Associação do Status Socioeconômico com Obesidade. Physis 18(3), 415-426. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/physis/v18n3/v18n3a03.pdf>.

World Health Organization. (2013). Obesity. Disponível em: http://www.who.int/topics/obesity/en/>.

Zamberlan, L., Froemming, L.M.S., Zamin, M., Sparemberger, A., Buttenbender, P.L. y Scarton, L.M. (2009). Do churrasco à Parrilha: Um estudo sobre a influência da cultura nos rituais alimentares de brasileiros e argentinos. In XXXIII Encontro Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Administração. P. 19-23, Rio de Janeiro: EnANPAD. Disponível em: <http://www.anpad.org.br/diversos/trabalhos/EnANPAD/enanpad_2009/MKT/2009_MKT2833.pdf>

Pie Doc

 

RECURSOS CUIDEN

 

RECURSOS CIBERINDEX

 

FUNDACION INDEX

 

GRUPOS DE INVESTIGACION

 

CUIDEN
CUIDEN citación

REHIC Revistas incluidas
Como incluir documentos
Glosario de documentos periódicos
Glosario de documentos no periódicos
Certificar producción
 

 

Hemeroteca Cantárida
El Rincón del Investigador
Otras BDB
Campus FINDEX
Florence
Pro-AKADEMIA
Instrúye-T

 

¿Quiénes somos?
RICO Red de Centros Colaboradores
Convenios
Casa de Mágina
MINERVA Jóvenes investigadores
Publicaciones
Consultoría

 

INVESCOM Salud Comunitaria
LIC Laboratorio de Investigación Cualitativa
OEBE Observatorio de Enfermería Basada en la Evidencia
GED Investigación bibliométrica y documental
Grupo Aurora Mas de Investigación en Cuidados e Historia
FORESTOMA Living Lab Enfermería en Estomaterapia
CIBERE Consejo Iberoamericano de Editores de Revistas de Enfermería