ENTRAR            

 


 

CULTURA DE LOS CUIDADOS ISSN: 1138-1728 3910

 

 
Antropología
 

 Ir a sumario    Acceso al texto completo

Cultura de los Cuidados
[
Cul Cuid]
2014 may-ago; XVIII(39): 84-92

Manuscrito recibido: 12.1.2014
Aceptado: 16.3.2014

Comunicação entre a equipe de enfermagem e familiares de pacientes em unidade de terapia intensiva

 

Laura Cristhiane Mendonça Rezende,1 Kátia Neyla de Freitas Macedo Costa,2 Kaisy Pereira Martins,3 Tatiana Ferreira da Costa3
(1) Enfermeira. Mestranda do Programa de Pós-graduação em Enfermagem da Universidade Federal da Paraíba. (2) Doutora em Enfermagem. Professora Efetiva do Departamento de Enfermagem Clínica e do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da UFPB. (3) Enfermeira. Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da UFPB


Cómo citar este documento:
Rezende, Laura Cristhiane Mendonça; Costa, Kátia Neyla de Freitas Macedo; Martins, Kaisy Pereira; da Costa, Tatiana Ferreira. Comunicação entre a equipe de enfermagem e familiares de pacientes em unidade de terapia intensiva. Cultura de los Cuidados. 2014 may-ago, XVIII(39). En: <http://www.index-f.com/cultura/39/3910.php> Consultado el
 

Resumo

A unidade de terapia intensiva (UTI) é um ambiente em que a técnica se sobrepõe aos aspectos do cuidado. Nessa perspectiva, é fundamental o uso da comunicação pela enfermagem, despertando um elo de confiança entre os familiares e o profissional. Diante dessa realidade objetivou-se analisar a comunicação entre a equipe de enfermagem e os familiares de pacientes em UTI. A pesquisa é descritiva com abordagem qualitativa realizada na UTI de um Hospital Escola. Participaram do estudo trinta familiares de pacientes em UTI. Os dados foram coletados por meio de entrevista semiestruturada em setembro de 2011 e analisados pela técnica de análise de conteúdo. Verificou-se que os familiares não recebem orientações da enfermagem sobre o ambiente e estado de saúde do paciente, e também não disponibiliza tempo para interagir durante as visitas. Desse modo, emerge a necessidade de incentivar a capacitação desses profissionais para o uso consciente da comunicação.
Palavras chave: Comunicação em saúde/ Cuidados de enfermagem/ Unidade de terapia intensiva/ Relações familiares.
 

Resumen
Comunicación entre el personal y familiares de pacientes de enfermería en la unidad de cuidados intensivos 

La unidad de cuidados intensivos (UCI) es un entorno en el que la técnica ocupa más aspectos de la atención enfermera. En este contexto, es importante la utilización de la comunicación en enfermería, despertando un vínculo de confianza entre la familia y el profesional. Ante esta realidad se plantea el objetivo de analizar la comunicación entre el personal de enfermería y familiares de los pacientes ingresados en la UCI. La investigación es de tipo cualitativa descriptiva en la UCI de un hospital de enseñanza clínica. Los participantes fueron treinta familias de los pacientes de la UCI. Los datos fueron recolectados a través de entrevistas semi-estructuradas en septiembre de 2011 y se analizaron mediante análisis de contenido. Se encontró que los miembros de la familia no reciben directrices de enfermería sobre el medio ambiente y la salud del paciente, y no proporciona tiempo para interactuar durante las visitas. De forma que existe la necesidad emergente de fomentar la formación de estos profesionales para el uso consciente de la comunicación.
Palabras clave: Comunicación de la Salud/ Cuidados de enfermería/ Unidad de Cuidados Intensivos/ Las relaciones familiares.
 

Abstract
Communication between the nursing staff and relatives of patients in the intensive care unit 

The intensive care unit (ICU) is an environment in which the technique is more aspects of care. In this perspective, it is important to use communication in nursing, awakening a bond of trust between family and professional. Given this reality aimed to analyze the communication between the nursing staff and the relatives of ICU patients. The descriptive is qualitative approach in the ICU of a teaching hospital. Participants were thirty families of ICU patients. Data were collected through semi-structured interviews in September 2011 and analyzed using content analysis. It was found that family members do not receive nursing guidelines on the environment and health of the patient, and also does not provide time to interact during visits. Thereby the emerging need to encourage the training of these professionals to the conscious use of communication.
Key-words: Health communication/ Nursing care/ Intensive care unit/ Family relationships.
 

Bibliografía

Bardin, L. (2009) Análise de conteúdo. Edição 70,Lisboa (Po)

Conselho Federal de Enfermagem (Brasil) (2007) COFEN. Resolução Nº 311 de 8 de fevereiro de 2007: aprova a reformulação do código de ética dos profissionais de Enfermagem. Rio de Janeiro: Conselho Federal de Enfermagem.

Costa, S.C; Figueiredo, M.R.B; Schaurich, D. (2009) Humanização em Unidade de Terapia Intensiva Adulto (UTI): compreensões da equipe de enfermagem. Interface- Comunic. Saude, Educ. 13(1):571-80.

Gotardo, G.I.B; Silva, C.A. (2005) O cuidado dispensado aos familiares na unidade de terapia intensiva. R. Enferm. UERJ. 13: 223-8.

Martins, J.J; Nascimento, E.R.P. (2005) A tecnologia e a organização do trabalho da Enfermagem em UTI. ACM Arq. Catarin. Med. Santa Catarina. 34(4):23-7.

Martins, K.P; Macedo-Costa, K.N.F; Costa, T.F; Rezende, L.C.M; Oliveira, D.S.T; Brito, S.S. (2012) Aspectos relacionados à comunicação terapêutica entre enfermeiro e paciente cirúrgico no momento da admissão. Rev enferm UFPE on line. 6(11):2793-9.

Ministério da Saúde (Brasil) (1996) Conselho Nacional de Saúde, Comissão Nacional de Ética em Pesquisa. Resolução Nº 196 de 10 de outubro de 1996: aprova as diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisa envolvendo seres humanos. Ministério da Saúde, Brasília .

Nascimento, E.R.P; Trentini, M.O. (2004) Cuidado de enfermagem na unidade de terapia. intensiva (UTI): teoria humanística de Paterson e Zderad. Rev Latino-am Enfermagem. 12(2):250-7.

Oliveira, P.S; Nobrega, M.M.L; Silva, A.T; Filha, M.O.F. (2005) Comunicação terapêutica em enfermagem revelada nos depoimentos de pacientes internados em centro de terapia intensiva. Revista Eletrônica de Enfermagem. 7(1): 54-63. Disponível em: http://www.revistas.ufg.br/index.php/fen/article/viewArticle/861/1034

Oriá, M.O.B; Moraes, L.M.P; Victor, J.F. (2004) A comunicação como instrumento do enfermeiro para o cuidado emocional do cliente hospitalizado. Revista Eletrônica de Enfermagem. 6(2): 292-7. Disponível em: http://www.fen.ufg.br/fen_revista/revista6_2/pdf/R4_comunica.pdf

Rodrigues, M.V.C; Ferreira, E.D; Menezes, T.M.O. (2010) Comunicação da enfermeira com pacientes portadores de câncer fora de possibilidade de cura. Rev. enferm. UERJ, Rio de Janeiro, jan/mar.,18(1):86-91.

Salomé, G.M. (2011) Comunicação entre pacientes e acadêmicos de enfermagem em unidade de terapia intensiva: abordagem fenomenológica. Nursing. jan., 13(152):32-38.

Santos, K.M.A.B; Silva, M.J.P. (2006) Percepção dos profissionais de saúde sobre a comunicação com os familiares de pacientes em UTIs. Rev Bras Enferm 59(1):61-6.

Siles-González, J; Solano-Ruiz, C. (2014) Qualitative Research and Narrative Sources in the Context of Critical and Renal Cares. Open Journal of Nursing. 4, 385-401. Disponível em: http://dx.doi.org/10.4236/ojn.2014.46045

Silveira, R.S; Lunardi, V.L; Lunardi Filho, W.D; Oliveira, A.M.N. (2005) Uma tentativa de humanizar a relação da equipe de enfermagem com a família de pacientes internados na UTI. Texto Contexto Enferm, Florianópolis. 14(Esp.): 125-30.

Söderström, I.M; Benzein, E; Saveman, B.I. (2003) Nurses, experiences of interactions with family members in intensive care units. Scand J Caring Sci. 17(2): 185-92

Stapleton, R.D; Engelberg, R.A; Wenrich, M.D; Goss, C.H; Curtis, J.R. (2006) Clinician statements and family satisfaction with family conferences in the intensive care unit. Crit Care Med. 34:1679-1685.

Victor, A.C.S; Matsuda, L.M; Saalfeld, S.M.S; Évora, Y.D.M. (2003) Comunicação verbal de uma equipe médica: percepções e necessidades de visitantes de uma UTI. Acta Scientiarum. Health Sciences. 25(2):199-206.

Pie Doc

 

RECURSOS CUIDEN

 

RECURSOS CIBERINDEX

 

FUNDACION INDEX

 

GRUPOS DE INVESTIGACION

 

CUIDEN
CUIDEN citación

REHIC Revistas incluidas
Como incluir documentos
Glosario de documentos periódicos
Glosario de documentos no periódicos
Certificar producción
 

 

Hemeroteca Cantárida
El Rincón del Investigador
Otras BDB
Campus FINDEX
Florence
Pro-AKADEMIA
Instrúye-T

 

¿Quiénes somos?
RICO Red de Centros Colaboradores
Convenios
Casa de Mágina
MINERVA Jóvenes investigadores
Publicaciones
Consultoría

 

INVESCOM Salud Comunitaria
LIC Laboratorio de Investigación Cualitativa
OEBE Observatorio de Enfermería Basada en la Evidencia
GED Investigación bibliométrica y documental
Grupo Aurora Mas de Investigación en Cuidados e Historia
FORESTOMA Living Lab Enfermería en Estomaterapia
CIBERE Consejo Iberoamericano de Editores de Revistas de Enfermería